Menu
sexta, 24 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

? FETEMS garante reajuste de 11,36% para os professores da Rede Estadual

24 fevereiro 2016 - 11h30Sylma Lima
 

A partir da folha de fevereiro os professores da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul terão garantidos os 11,36% em seu salário, referente a Lei do piso salarial dos professores (Lei nº11.738/2008), que determina que o índice de reajuste deve ser aplicado a partir do dia 1º de janeiro de cada ano, de acordo com o percentual de crescimento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), em reunião entre o governo do Estado e a comissão da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS), na governadoria.

De acordo com o presidente da Federação, Roberto Magno Botareli Cesar, a conquista é fruto de uma luta história da entidade. “Todos os anos batalhamos arduamente para que a legislação nacional seja cumprida no Estado, prova disso é que MS passa ser o primeiro estado brasileiro no Ranking Nacional dos Salários com este reajuste”, afirma.

Com os 11,36% de reajuste o salário base do professor estadual de MS, por 40 horas, passará de R$ 2.830,26 para R$ 3.151,78. Nacionalmente o valor do piso mínimo estabelecido pelo MEC para 2016 é de R$ 2.135,64.

Em 2015 os professores da Rede Pública Estadual receberam um reajuste de 20,11%, índice acumulado em relação ao salário de 2014. Esse montante é resultado dos 13,01% do reajuste do Piso Nacional, em 2015 e o índice de 6,28% que foi pago no mês de outubro, referente à porcentagem para integralizar o Piso por 20 horas. Isso quer dizer que em dois anos os professores da Rede Estadual tiveram 31,47% de reajuste.

Neste ano, outubro, os professores devem receber mais 5,92% de reajuste salarial, referente a Lei Complementar n° 200, estadual, que prevê até 2021 implantar o Piso Salarial Nacional por 20 horas na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul, único estado brasileiro a ter esta política garantida conforme prevê o Plano Nacional de Educação.

O pagamento deste reajuste será retroativo a janeiro, essa questão também foi anunciada pelo governo, a forma que será repassado aos professores será debatida no início de março com a FETEMS.

Participaram da reunião representando a entidade além do presidente, Roberto Botareli, a vice, Sueli Veiga Melo, o secretário de finanças, Jaime Teixeira, o secretário de políticas públicas, Plácido da Rosa, o vice-regional de Campo Grande, Paulo César e o presidente do Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Básica (ACP), Lucílio Souza Nobre.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tráfico de Drogas
Boliviana presa com pasta base diz ter recebido a droga do marido
Disque-Denúncia
Gaeco disponibiliza telefone para receber denúncias da operação "Cartão Vermelho"
Ônibus para Capital
Menor é apreendida transportando pacotes de Skunk presos ao corpo
Boletim Epidemiológico
MS registra 9.155 casos confirmados de dengue
Reconhecimento
Investigadora da Civil de Corumbá é homenageada pelo combate à crueldade contra animais
Vigilância Sanitária
Governo cria "MS Vacina Pet" e destina R$ 1,9 milhão contra a raiva
Em Dourados
PF mira em quadrilha de MS que transportava drogas em tanques de combustível
Sob Alerta
Inmet divulga alerta de perigo para o sul do país
Nova Data
Concurso Unificado será em 18 de agosto, confirma Ministério da Gestão
Variedades
Tipos de apostas no futebol

Mais Lidas

Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Arrecadação
Estudante de Corumbá busca apoio para participar de Competição Nacional de atletismo no RJ
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski