Menu
sexta, 18 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

É possível manter organização financeira em época de pandemia?

17 julho 2020 - 12h33Redação

Desde à decretação de pandemia mundial, empresas públicas e privadas, passaram a oferecer condições especiais de pagamento aos seus clientes e consumidores, como a postergação da data de vencimento de contas, facilitação de parcelamento e até mesmo à isenção de juros e multas. Tudo para garantir a saúde financeira dos clientes e também da economia, que sofreram mudanças bruscas e que impactaram diretamente no bolso todos.

Entretanto, isso não foi suficiente para controlar o aumento da taxa de inadimplência, como apresentado pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), que mostra um cenário negativo, e diante das incertezas trazidas pelo novo coronavírus pode ser ainda maior, é o que explica o economista formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Sthenio Martins.

“Agora, mais do que nunca, é necessário controlar o orçamento familiar e empresarial para que não haja ainda mais sofrimento em relação às incertezas trazidas pela pandemia, um cenário totalmente inesperado para todos. É de extrema importância o foco para controlar os gastos nesse momento, pois com o aumento da taxa de desemprego, a taxa de inadimplência tende aumentar ainda mais, prejudicando o padrão de vida dos indivíduos”.

A pandemia não isenta o pagamento das contas, então é importante quitar as dívidas para não ficar inadimplente, ressalta o economista. “É necessário ter atenção no que se refere à postergação das dívidas, pois as contas podem chegar de forma acumulada, logo, ao considerar o acúmulo das dívidas haverá a necessidade de renegociar, se abster do consumo de alguns itens ou até mesmo recorrer a empréstimos para conseguir arcar com as obrigações”, alerta.

Para ele, o ideal é colocar tudo na ponta do lápis e definir quais as prioridades, pois “dessa forma é possível calcular os débitos e fontes de receitas, verificar o valor, prazo de pagamento e analisar também possíveis gastos que podem ser eliminados durante a pandemia. Caso não seja possível realizar o pagamento de alguma dívida é importante tentar renegociar, ou se for recorrer a um empréstimo é necessário verificar o CET (Custo Efetivo Total), no qual apresenta todos os encargos financeiros e tributos em uma única taxa”, sugere o economista.

Flexibilização de pagamentos

As facilidades oferecidas pelas empresas tem ganhado novos mecanismos de incentivo, como é o caso da energia elétrica, que além oferecer condições especiais, desde junho passou a oferecer novo parcelamento das contas em atraso. "Temos feito todo o possível para que os clientes mantenham a vida financeira equilibrada e não deixem as contas acumularem. Isso é importante para ultrapassarmos esse momento delicado” afirma diretor presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, que lembra que a própria Aneel tem ressaltado que os clientes devem, na medida do possível, manter os pagamentos em dia.

Para ter acesso a essas novas condições de parcelamento, o cliente poderá usar a Gisa - assistente virtual disponível 24 horas por dia pelo WhatsApp. Para entrar em contato, basta adicionar o número 67 99980-0698, mandar um ‘oi’ e optar pelo atendimento 6 (parcelamento). O boleto referente à primeira parcela, é enviado pelo próprio WhatsApp, já as demais parcelas virão junto da fatura mensal de energia elétrica.

Além da Gisa, para entrar em contato com a concessionária, os clientes poderão optar também pelo site, no endereço www.energisa.com.br, ou por meio do aplicativo Energisa On, disponível para baixar da loja de aplicativos. Mas, se acaso for de sua preferência, há possibilidade de alterar a forma de pagamento das parcelas para Débito Automático.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PRF apreende 450 mil maços de cigarro contrabandeados na Capital
GERAL
MPF aponta risco de desaparecimento de espécies no Rio Paraná
Rio Paraná Energia, empresa da holding China Three Gorges Corporation (CTG), é acusada de descumprir regras ambientais e levar à beira do desaparecimento peixes como Pintado e Dourado
SAÚDE
SES prepara distribuição das 70.160 doses de vacina contra a covid-19 em MS
GERAL
Fórum apresenta avanços do Plano Estratégico em MS
POLICIAL
PMA e Bombeiros resgatam ave em extinção ferida
GERAL
Contribuintes têm até o dia 3 de agosto aderir ao REFIS 2021
EDUCAÇÃO
Terminam hoje as inscrições do Encceja 2020 para privados de liberdade
GERAL
Homem fica ferido após queda de cavalo no Pantanal
EDUCAÇÃO
MEC cria grupo de trabalho para atualização do Enem e do Encceja
GERAL
Bombeiros combatem incêndio em concessionária no Centro

Mais Lidas

POLICIAL
PM de Corumbá prende autores de roubo logo após o crime no Popular Nova
GERAL
Empresa irregular junto a ANTT monta guichê na rodoviária de Corumbá
POLICIAL
PM de Corumbá durante rondas recupera veículo furtado na área central
POLICIAL
Homem é preso por perturbação da tranquilidade no Cristo