Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Governo - Detran MS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

É possível manter organização financeira em época de pandemia?

17 julho 2020 - 12h33Redação

Desde à decretação de pandemia mundial, empresas públicas e privadas, passaram a oferecer condições especiais de pagamento aos seus clientes e consumidores, como a postergação da data de vencimento de contas, facilitação de parcelamento e até mesmo à isenção de juros e multas. Tudo para garantir a saúde financeira dos clientes e também da economia, que sofreram mudanças bruscas e que impactaram diretamente no bolso todos.

Entretanto, isso não foi suficiente para controlar o aumento da taxa de inadimplência, como apresentado pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), que mostra um cenário negativo, e diante das incertezas trazidas pelo novo coronavírus pode ser ainda maior, é o que explica o economista formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Sthenio Martins.

“Agora, mais do que nunca, é necessário controlar o orçamento familiar e empresarial para que não haja ainda mais sofrimento em relação às incertezas trazidas pela pandemia, um cenário totalmente inesperado para todos. É de extrema importância o foco para controlar os gastos nesse momento, pois com o aumento da taxa de desemprego, a taxa de inadimplência tende aumentar ainda mais, prejudicando o padrão de vida dos indivíduos”.

A pandemia não isenta o pagamento das contas, então é importante quitar as dívidas para não ficar inadimplente, ressalta o economista. “É necessário ter atenção no que se refere à postergação das dívidas, pois as contas podem chegar de forma acumulada, logo, ao considerar o acúmulo das dívidas haverá a necessidade de renegociar, se abster do consumo de alguns itens ou até mesmo recorrer a empréstimos para conseguir arcar com as obrigações”, alerta.

Para ele, o ideal é colocar tudo na ponta do lápis e definir quais as prioridades, pois “dessa forma é possível calcular os débitos e fontes de receitas, verificar o valor, prazo de pagamento e analisar também possíveis gastos que podem ser eliminados durante a pandemia. Caso não seja possível realizar o pagamento de alguma dívida é importante tentar renegociar, ou se for recorrer a um empréstimo é necessário verificar o CET (Custo Efetivo Total), no qual apresenta todos os encargos financeiros e tributos em uma única taxa”, sugere o economista.

Flexibilização de pagamentos

As facilidades oferecidas pelas empresas tem ganhado novos mecanismos de incentivo, como é o caso da energia elétrica, que além oferecer condições especiais, desde junho passou a oferecer novo parcelamento das contas em atraso. "Temos feito todo o possível para que os clientes mantenham a vida financeira equilibrada e não deixem as contas acumularem. Isso é importante para ultrapassarmos esse momento delicado” afirma diretor presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, que lembra que a própria Aneel tem ressaltado que os clientes devem, na medida do possível, manter os pagamentos em dia.

Para ter acesso a essas novas condições de parcelamento, o cliente poderá usar a Gisa - assistente virtual disponível 24 horas por dia pelo WhatsApp. Para entrar em contato, basta adicionar o número 67 99980-0698, mandar um ‘oi’ e optar pelo atendimento 6 (parcelamento). O boleto referente à primeira parcela, é enviado pelo próprio WhatsApp, já as demais parcelas virão junto da fatura mensal de energia elétrica.

Além da Gisa, para entrar em contato com a concessionária, os clientes poderão optar também pelo site, no endereço www.energisa.com.br, ou por meio do aplicativo Energisa On, disponível para baixar da loja de aplicativos. Mas, se acaso for de sua preferência, há possibilidade de alterar a forma de pagamento das parcelas para Débito Automático.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá
50% + que 2023
Governo de MS libera R$ 72 milhões das emendas parlamentares de 2024
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Economia
Conselho aprova 86 cartas consulta que pleiteiam R$ 175 milhões em financiamentos pelo FCO
Meio Ambiente
ONGs destacam importância do trabalho conjunto no combate à incêndios no Pantanal
Tempo
Quinta-feira tem chance de chuva em parte do estado, mas em Corumbá o calor continua
Meio Ambiente
Falta de navegabilidade já impacta atuação de combate ao fogo no Pantanal
Programação
Arraial do Banho de São João em Ladário acontece de 20 a 23 de junho
Estado
Aprovados no concurso público da Saúde de MS são convocados para posse

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Fronteira
Operação conjunta apreende 2 toneladas de mercadorias irregulares, Ilhamas empalhadas e cocaína