Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Dossiê do Banho de São João acelera e trás novidades para festeiros

17 março 2018 - 10h58Sylma Lima
Corumbá já ganahou a capela de São João a pedido da festeira Ivone Torres. Fica na ladeira Cunha e Cruz e foi projeto da arquiteta Joanita Ametla. Foto: Sylma Lima/Capital do Pantanal

 Desde de Fevereiro deste ano o Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) já anunciava que o   Banho de São João de Corumbá e Ladário/MS poderia ter o primeiro registro de Patrimônio Imaterial Brasileiro exclusivo de Mato Grosso do Sul. Nesta manhã de sábado, 17 de Março, foi realizada uma reunião em Corumbá, com presença de festeiros, do prefeito Marcelo Iunes, do secretario de Cultura Joilson Cruz, da superintendente estadual do Iphan Maria Clara Scardini e representante do órgão de Brasília Deyvesson Gusmão, que é coordenador geral de identificação e registro. Esse encontro serviu para definir as estratégias de trabalho em campo que vão direcionar o Iphan na elaboração de um dossiê final, inclusive com vídeos gravados  nos dias de festa este ano, que será entregue ao Instituto para analise e registro do evento como bem cultural  nacional.

Coordenador de registros de Brasília Devysson acompanha tudo de perto e vem para o festejo. Foto: Sylma Lima

Para o coordenador de registros todos os passos foram dados e a partir de agora o processo esta cada vez mais perto de se tornar realidade, entrando em sua fase final, “ a importância desse ato está relacionada com a identidade do povo. O bem cultural quando registrado é declarado como bem cultural do Brasil. E neste caso é uma declaração da importância desta celebração para o país. Na verdade o Iphan como gestor de patrimônio cultural brasileiro, quer construir este plano de salvaguarda. Atualmente o processo esta em fase de instrução e através desse dossiê e vídeo documentário, serão apresentados aos conselhos em Brasília, e a previsão da pesquisa é que seja concluída ate o final deste ano. A superintendente Maria Clara fez um convite para que possamos estar aqui nos dias de festa e vamos, juntos com a UFMS concluir essa documentação” , disse Devysson ao Capital do Pantanal.

Maria Clara, superintende estadual di Iphan, não mede esforços em busca do título. Foto: Sylma Lima

A superintende estadual do órgão Maria Clara Scardini deixou claro que os interesses culturais estão acima de qualquer pretensão, “ estamos no caminho final do processo de uma forma efetiva, para isso contratamos com recursos próprios a UFMS, e com certeza teremos essa deliberação de Brasília. É indiscutível que a força da festa de São João  de Corumbá e Ladário, pois  reúne todos os quesitos para esta conquista. Não tenho poder para saber o resultado deste Conselho, mas estamos trabalhando em conjunto com a prefeitura de Corumbá através da Fundação de Cultura dos dois municípios, Sesc, Moinho Cultural, e até das Forças Armadas. Quando falamos de um bem falamos da identidade de um povo” .

Prefeito adiantou que vai trazer artistas de renome para a festa. Foto: CDP

O prefeito Marcelo Iunes, presente no ato, disse que vai fazer o possível para tornar esta conquista realidade na sua gestão, “ todos sabemos que essa festa é o  berço da cultura sul mato-grossense, como também nosso carnaval, e por isso nada mais justo que conquistemos esse titulo. Foi a mão de Deus que nos colocou aqui e vamos trabalhar muito para sua aprovação em inicio de 2019” , explicou o prefeito adiantando que devido ao documentário a festa este ano será diferenciada, “ tenho certeza da competência do nosso presidente da Fundação de Cultura (Joilson Cruz), e a ordem é de fazer a melhor festa da região Centro Oeste. E também a festa do arraiá do São João” . O prefeito explicou que contratou o Bonde do Forró e outros artistas de renome para cantar nas cinco noites , “ felizmente estive no lugar certo na hora certa e minha gestão é consequência de um trabalho sério” . Joilson adiantou que já está trabalhando com os festeiros, “ com certeza faremos tudo respeitando os critérios do Iphan. Já conversei com o refeito e pedi uma atenção especial porque este é um momento histórico para nossa cidade e nós corumbaenses , pois esta é uma briga antiga que vem do tempo de Heloisa Hurt” .

Joilson Cruz, presidente da fundação de cultura, disse que segue a risca protocolo do Iphan para garantir título. Foto: Sylma Lima

Histórico

Desde 2013, quando do requerimento solicitado ao IPHAN em Mato Grosso do Sul ,pela Prefeitura de Corumbá, via sua Fundação de Cultura, representando expressivo grupo de detentores do BEM (Banho de São João de Corumbá e Ladário), passou-se ao minucioso processo de instrução de registro que gerou inúmeras reuniões com os festeiros e demais personagens relevantes na realização da festa como os músicos cururueiros, os dançarinos das quadrilhas, artistas e demais representantes, além de um amplo registro fotográfico e fílmico já compilado, com diversas participações in loco nos festejos dos últimos anos.

Neste ano de 2018, o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), através da Superintendência no Mato Grosso do Sul, contratou com recursos próprios a UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul) para que no período de 10 meses sejam entregues 02 produtos: o Dossiê Final (documento escrito que analisa o Bem atestando suas condições para ser registrado como patrimônio nacional) e um produto audiovisual (vídeo de exposição do Bem e suas características). A equipe de pesquisadores será dirigida pela FAPEC (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), contando com alunos-bolsistas da UFMS em seus campi da capital e do Pantanal e aprofundará as pesquisas, buscando identificar e conhecer as referências culturais existentes no Banho de São João, compreender o significado da festa para quem a celebra e como ela desempenha papel central na formação da identidade cultural local.

Os produtos resultantes desta contratação serão enviados à Brasília para análise e parecer técnico do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural Brasileiro e, mediante aceitação dos mesmos, teremos o Bem “Banho de São João de Corumbá e Ladário/MS” registrado no Livro das Celebrações, como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Mudanças nas bandeiras do Prosseguir podem alterar atividades nos municípios de MS
GERAL
Câmara aprova inclusão de medidas protetivas de mulheres em banco de dados policial
VACINAÇÃO
Vereador solicita que trabalhadores de limpeza pública também sejam imunizados contra a Covid
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Na Câmara, vereador pede informações sobre restauração de prédios históricos
DETRAN
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
EDUCAÇÃO
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
GERAL
Obras de acesso à ponte que interliga os pantanais da Nhecolândia e Paiaguás estão adiantadas

Mais Lidas

POLICIAL
PM prende homens por tráfico de drogas e apreende 83 tabletes de cocaína
GERAL
Após briga, jovem é esfaqueado por padrasto no Centro América
MUDANÇA NO CTB
Nova Lei proíbe substituir prisão por pena mais branda em crimes de Trânsito
POLICIAL
Casal é preso após briga no Loteamento Pantanal