Menu
sábado, 02 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Dois morrem afogados em córrego e amigos usam anzol para encontrar corpos

16 outubro 2018 - 10h10Midiamax

Dois homens morreram afogados no último domingo (14) após entrarem em um córrego que fica em uma fazenda na cidade de Porto Murtinho – a 454 quilômetros de Campo Grande. As vítimas eram paraguaias.

Morreram Pedro Nolasco dos Santos, de 38 anos, e Alejandro Galeano de 30 anos. Os dois estavam trabalhando em uma fazenda com outros trabalhadores. As vítimas ficaram sozinhas no barraco enquanto os colegas saíram.

Quando o chefe dos trabalhadores voltou, notou que eles não estavam no barracão encontrando apenas os chinelos. Segundo o site Porã News, o chefe teria desconfiado de que Pedro e Alejandro teriam se afogado.

O chefe e outros trabalhadores jogaram uma linha de anzol no córrego e acabaram ‘pescando’ o corpo de Pedro.

Nesta segunda-feira (16), o Corpo de Bombeiros fez buscas e encontrou o corpo de Alejandro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados