Menu
sexta, 23 de fevereiro de 2024
Geral

Dívida de R$ 8 milhões coloca em risco atendimento em UTI de hospital do SUS

12 abril 2018 - 09h57Campo Grande News

Pacientes da Grande Dourados, Vale do Ivinhema e da região sul de Mato Grosso do Sul que dependem do SUS (Sistema Único de Saúde) podem ficar sem vaga em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) a partir de amanhã.

Sem receber há nove meses, a empresa Intensicare, que opera os 20 leitos de UTI do Hospital da Vida, em Dourados, ameaça parar de receber novos pacientes à meia-noite de hoje (12).

Contratada em 2016 pela prefeitura para instalar e manter a UTI em funcionamento, a empresa cobra R$ 8 milhões da Funsaud (Fundação de Saúde de Dourados), que gerencia o Hospital da Vida e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Nesta quarta-feira (11), o promotor Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior mandou ofício à prefeita Délia Razuk (PR) cobrando o cumprimento de um acordo judicial firmado na 2ª Vara Federal, que determina a contratação de leitos particulares de UTI para atender os pacientes, caso a Intensicare cumpra a ameaça de suspender o atendimento.

Conforme o promotor, a prefeitura deve contratar as vagas necessárias e o Estado e a União devem ressarcir o município em um terço da despesa de diária com os leitos particulares de UTI. O ofício foi enviado também para a seccional da AGU (Advocacia Geral da União) em Dourados e para a Procuradoria de Mato Grosso do Sul.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde, Berenice de Oliveira Souza, disse que na reunião realizada ontem para discutir o problema não houve avanço, já que a prefeitura ainda não apresentou uma proposta para pagar os atrasados.

A prefeitura ainda não se manifestou oficialmente sobre a crise da UTI, mas o diretor-presidente da Funsaud, Luiz Carlos Mattos Filho, disse à rádio Grande FM que as negociações com a empresa continua. Segundo ele, por força de contrato a Intensicare não pode suspender o atendimento aos pacientes.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imunização
Vacinação contra dengue começa neste sábado (24) em Corumbá
Recuperação
Mineração retoma crescimento em MS com R$ 275,9 milhões de taxas de compensação em quatro anos
Variedades
Veja quais são as 5 seleções mais vitoriosas do futebol europeu
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Negociação
TJMS lança campanha de combate ao superendividamento nesta sexta-feira (23)
Destaque
Formação do Conselho de Pesca de MS é publicada no Diário Oficial
20 mil litros
Dois homens são presos por contrabando de combustível em Corumbá
Partidas Dobradas
Operação conjunta apura entrada ilegal de produtos estrangeiros pela fronteira de MS
Pagamento Especial
Bolsa Família antecipa pagamento para municípios do RS e ES
Leão
Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

Mais Lidas

Plantão
Pessoa é encontrada morta em casa do Popular Velha
Oportunidade
Concurso da Caixa tem 3 vagas para Corumbá com salário de R$ 3,7 mil
Você viu?
Bailarinos de Corumbá se apresentaram no palco do Caldeirão com Mion
Incentivo
Academia de Jiu Jitsu mobiliza doações para participação de 25 atletas em campeonato