Menu
segunda, 25 de janeiro de 2021
Senar MS
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Diretora do Ministério da Saúde se reúne com secretário e gerências

20 fevereiro 2018 - 07h45Prefeitura Muniipal de Corumbá

A diretora substituta do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde (DEGERTS) da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde vinculada ao Ministério da Saúde visitou Corumbá. No dia 15 de fevereiro, Eliane da Costa Assis esteve em reunião com o secretário municipal de Saúde, Rogério Leite. No dia seguinte, dialogou com as gerências da Secretaria, ouviu demandas e fez orientações.

“Essa aproximação é importante para que a tripartite comece a funcionar, fazer com que haja uma integração entre Município, Estado e União, que eles entendam as particularidades de cada município, de cada região e estabeleça, dentre as Portarias da Saúde, uma que atenda a todas as regiões e não que seja direcionada àquelas grandes regiões e funcione só em algumas”, disse o secretário Rogério Leite.

“Com isso, poderemos aumentar uma resolutividade em saúde em todo o Brasil e conseguiremos assim fazer com que o Ministério da Saúde entenda a dificuldade em se colocar em atividade todas essas Portarias e estabeleça um organograma melhor, uma política de saúde pública que abrace a todos”, completou.

A roda de conversa, ocorrida no gabinete do secretário na presença dele, reuniu a responsável pela Ouvidoria em Saúde do Município, Diva Staut Albaneze; Tatiana da Silva Santos Mattos, gerente de Gestão e Operações na Saúde (GGOS); Maurílio Dionisio Vendramini Duran, gerente de Regulação em Saúde; Ítala Apoliana Amorim, representando a Gerência de Atenção em Saúde na ausência de Thais Luzio Fernandes; Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde; e Vanessa Delgado, coordenadora de Atenção Básica em Saúde Bucal representando o gerente de Saúde Bucal Alexandre Cunha de Oliveira.

Corumbá foi a primeira cidade do Mato Grosso do Sul a ser visitada pela diretora substituta do DEGERTS. “Entendemos que a saúde como sistema único só dá certo se for realmente unificada e as três esferas de governo trabalharem muito juntas e se formos uma unidade realmente interfederativa. Se não for assim, as grandes políticas que forem pensadas não vão chegar até os municípios, precisamos planejar e executar juntos”, afirmou Eliane da Costa Assis.

Ela disse ainda que está satisfeita com o diálogo realizado em Corumbá principalmente por perceber a unidade da Secretaria Municipal de Saúde. “Todas as gerências mostram que o gestor municipal está muito preocupado com as diversidades que o município apresenta, já que o município não é comum no que diz respeito às diferenças de demandas, por isso, é um local diferenciado. A equipe que existe parece contribuir para o olhar atento a todas essas diferenças que existem. É um grupo coeso, preocupado e que está antenado com as possibilidades que existem e não está satisfeito com aquilo que não conseguem, pois estão correndo atrás”, finalizou Eliane.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
Grupo é preso por tráfico de droga no Popular Nova
ECONOMIA
Apostador de Fortaleza acerta os seis números sorteados na Mega-Sena
SAÚDE
Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a Covid-19
TEMPO
Neste domingo Corumbá tem temperatura mínima de 23°C e máxima de 31°C
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Correios celebra Dia do Carteiro e 358 anos de serviço postal
COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
GERAL
Startup de design investe em site para vender produtos sul-mato-grossenses
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões
DEFESA CIVIL
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana

Mais Lidas

COVID-19
Boletim Covid-19 deste sábado registra óbitos em 12 municípios
DEFESA CIVIL
Sala de Situação do Imasul alerta para risco de transbordamento dos rios Miranda e Aquidauana
EDUCAÇÃO
O que é preciso saber para o segundo dia do Enem
GERAL
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 22 milhões