Menu
sábado, 18 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Dia Internacional do Idoso sensibiliza a sociedade para as questões do envelhecimento

01 outubro 2020 - 11h09Cristiano Caveião e Fabiana da Silva

Em 1991, por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), foi criado em 1º de outubro, o Dia Internacional do Idoso. Essa data tem como objetivo reconhecer o desenvolvimento inclusivo, equitativo e igualitário, sensibilizar a sociedade mundial para as questões do envelhecimento, destacando a necessidade de proteção e de cuidados para com essa população.

Essa data é uma oportunidade de reflexão e discussão sobre os direitos da pessoa idosa, sobre o caminho que estamos seguindo rumo a uma população de idosos, se estamos ou não preparados para este evento que é inevitável, quais são as mudanças que precisam ocorrer para garantir o progresso da população e a qualidade de vida acima dos 60 anos.

A atenção se volta para a implementação de políticas públicas de saúde nos âmbitos nacionais, estaduais e municipais, objetivando garantir o bem-estar e a dignidade à essa população. Bem como profissionais preparados na área da gerontologia, com a compressão da pessoa idosa como um todo, não só no que se refere às necessidades de cuidados com a saúde, mas com a combinação de cuidados que visem suas necessidades biológicas, sociais, psicológicas, espirituais e demais aspectos que englobam o envelhecimento normal ou senescência e o envelhecimento patológico ou senilidade.

Com o crescimento da população idosa, prolificam-se os desafios, como discriminação; acesso à educação; longevidade; boa saúde física e mental; participação na sociedade; combate a negligência, desrespeito, abuso, maus tratos e violência contra o idoso.

Também é uma oportunidade para que as pessoas lembrem que a idade chega para todos, e que o impacto de uma população envelhecida também afeta a todos.

A data então conscientiza a todas as populações sobre a real importância das mudanças de atitudes com a pessoa idosa, sobre a forma de enxergar o envelhecimento humano e de buscar estratégias que concretizem essas necessidades e atendam a essas demandas. Fazer com que as pessoas possam envelhecer com segurança e dignidade colaborando com a vida econômica, política e social do seu país até seus últimos anos de vida.

Os idosos não podem ser vislumbrados uma população a parte, todos envelhecemos diariamente e isso requer aprender a conviver com os outros e com nós mesmos em todos os ciclos de vida.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tentativa de Homicídio
Adolescente é socorrido com perfuração de bala na coxa
Auditoria
Brechas favorecem corrupção em mais de 90% das organizações públicas de MS, revela TCU
Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
Limpeza
Centro e Aeroporto recebem mutirão da dengue
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Imunização
Veja quem pode se vacinar nesta sexta (17) em Corumbá
PMA
Usina é multada em quase R$ 2 milhões por incêndio em áreas protegidas por lei
Cursos Grátis
Confira programação das carretas do Cidade Empreendedora em Corumbá
Repasses
MEC lança Painel de Investimentos em Educação Básica

Mais Lidas

Espancamento
Rapaz vítima de agressão é socorrido inconsciente no bairro Camalote
Trânsito
Motociclista é socorrido com fratura na perna
23 vagas
Inscrição para o processo seletivo da Saúde de Corumbá termina às 17h de hoje
Homenagem
Praça Palestina em Corumbá completa dois anos de criação