Menu
quinta, 22 de abril de 2021
Andorinha Abril
Andorinha Abril
Geral

Dia D: Corumbá e Ladário envolvem mais de mil militares na guerra contra o Aedes

13 fevereiro 2016 - 20h52Gesiane Medeiros
Corumbá e Ladário também participaram da “Ação Nacional de Mobilização para Combate ao Mosquito Aedes Aegypti”, uma verdadeira operação de guerra iniciada na manhã deste sábado, 13, em 353 municípios brasileiros, simultaneamente. Na região pantaneira, os trabalhos estão envolvendo militares do Exército, da Marinha e da Força Aérea Brasileira, além de agentes e outros servidores das prefeituras. A mobilização deste sábado se encerra às 18 horas e tem por objetivo conscientizar toda a população quanto à gravidade do problema e o grau de responsabilidade de todos os cidadãos no combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Em Corumbá, especificamente, a operação conta com 600 militares do Exército e da Aeronáutica, além de agentes de endemias e outros técnicos da Secretaria de Saúde da Prefeitura, distribuídos em 86 equipes, que estão fazendo um pente fino em toda a cidade. Quinze viaturas operacionais estão apoiando os trabalhos. Os militares e os agentes de endemias estão visitando todos os imóveis localizados nos bairros Aeroporto, Popular Nova, Jardim dos Estados, Nova Corumbá, Guaicurus, Guatós, Cristo Redentor, Nossa Senhora de Fátima, Popular Velha, Centro América e Centro, orientando a população sobre os meios de prevenção ao mosquito Aedes Aegypti, com distribuição de folhetos informativos. Em Ladário, 600 militares, 50 agentes comunitário de saúde e endemias, 150 servidores municipais, trabalharam juntos desde às 7h da manhã quando se reuniram em frente ao Pórtico de entrada da Marinha. A ação está sendo coordenada pelas Forças Militares e, logo cedo, todos participaram de um ato no 17º Batalhão de Fronteira, oportunidade em que o comandante, tenente-coronel Miller André de Campo, ressaltou que essa força tarefa de combate ao mosquito precisa do envolvimento de todos. “Essa é uma verdadeira missão de guerra, onde o Exercito está junto com a população, conscientizando a todos. Estamos também com 30 homens que foram capacitados para entrar nas casas e realizar as vistorias, utilizando quando necessários, os larvicidas e inseticidas, quando encontrada a larva do mosquito. E só terminaremos hoje quando os 37.000 imóveis de Corumbá forem visitados”, disse Niller.O secretário do Desenvolvimento Territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Humberto Oliveira, representante do Governo Federal, lembrou que essa ação acontece em mais de 350 municípios, com mais de 220 mil homens das Forças Armadas, numa verdadeira operação de guerra contra o Aedes. “Nós esperamos fazer essa mobilização nacional, que deverá ter continuidade. Essa é a primeira de quatro que serão realizadas até o final de junho ou julho. Queremos aproveitar esse período quente e úmido, época de maior disseminação do mosquito. Enquanto isso, o Governo também está tomando outras providências, como avançar nas pesquisas da vacina contra zika. Para isso o Ministério da Saúde já anunciou parceria com institutos de pesquisas internacionais importantes”, revelou. “A ideia é que não só a Marinha, Exercito e Aeronáutica possam atuar, mas que a população também possa se envolver. Queremos fazer uma grande mobilização cidadã. Nós precisamos vencer esse mosquito, pois já estamos numa situação de epidemia no país e a melhor forma de fazer esse combate é não deixar o mosquito nascer. Dois terço desses mosquitos estão guardados dentro de nossos domicílios e nós precisamos ter clareza disso”, explicou Humberto lembrando que “os brasileiros se unem em torno de um projeto, nós somos um povo vencedor”. O secretário de Governo, Márcio Cavasana, lembrou que Corumbá já vem trabalhando com uma legislação que dá direito à Prefeitura de contratar chaveiro para que os agentes possam entrar em imóveis fechados. “Muito mais do que entrar no imóvel, temos que fazer a conscientização do cidadão de que isso não é uma responsabilidade e uma preocupação só das autoridades, é de todos nós, principalmente do cidadão que é dono do imóvel e que vive em conjunto com toda a comunidade. Somente assim vamos acabar com esse problema no nosso país e na nossa cidade”, destacou. Um dos imóveis visitados na manhã de hoje foi de dona Lurdes Lima, no centro da cidade, onde foram encontrados setes focos com larvas do mosquito. Segundo Grace Bastos, chefe da Coordenação de Controle de Vetores (CCV), no caso dessa senhora por ela ser uma aposentada e apresentar certa dificuldade, a notificação será encaminhada ao responsável legal por ela. “Nós iremos voltar aqui na terça-feira com uma equipe da Assistência Social, para tentar ajudá-la. Afinal não é possível que deixem uma senhora viver numa situação dessas. Encontramos sete focos e pelo visto. Quando voltarmos vamos tentar fazer uma limpeza no local e jogar um pouco dessas garrafas pets e vasilhas que ela empilha em frente de casa”, explicou. Grace também lembrou que os imóveis que notificados agora, serão visitados novamente e, se nada foi feito, os proprietários podem receber uma multa que varia de R$ 700 a R$ 5.000. Já na casa do seu Natanael Amarilha de Freitas, morador do bairro Dom Bosco, as equipes se depararam com um exemplo a ser seguido. “Eu me preocupo em deixar tudo limpo, deixar as vasilhas e garrafas de cabeça pra baixo evitando assim acumular água. Acredito que essa ação que está sendo realizada, é muito bom, pois eles sempre acabam nos ensinando algo, e nos lembrando que devemos manter tudo sempre limpo”.       Texto com base no da assessoria de comunicação da Prefeitura municipal de Corumbá   

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Coudet salva campeonato do Celta de Vigo e ganha destaque como treinador
JUSTIÇA
181 é ferramenta para denuncia anônima em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Reforma de escolas municipais é solicitada por vereador durante sessão da Câmara
ESPORTE
Vereador sugere transformar o Marina Gattass em espaço para esportes radicais
LÍNGUA DE SINAIS
Projeto de Lei obriga instituições a disponibilizar intérpretes de Libras na cidade
ECONOMIA
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto
COVID-19
Polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina
CIDADE
Prefeito decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de Dom Martinez
POLICIAL
PM de Corumbá prende foragido da justiça e apreende arma branca
POLICIAL
Homem é preso por porte de drogas no bairro Popular Nova

Mais Lidas

POLÍTICA
Câmara aprova projeto de lei que torna escolas serviços essenciais
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
GERAL
Vereador solicita recuperação da 21 de Setembro, após intervenções da Sanesul
SEGURANÇA
Tiradentes: no dia do patrono das polícias, Governo destaca investimentos na segurança