Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Dez escolas participam da campanha “Uso e reuso consciente da água”

13 abril 2018 - 10h18Prefeitura de Corumbá

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação do Meio Ambiente do Pantanal – Núcleo de Educação Ambiental, Secretaria Municipal de Educação e da VETORIAL Mineração, lançaram no Dia Mundial da Água, 22 de março, a Campanha “Uso e Reuso Consciente da Água”. A ação acontece através de um concurso entre as escolas da Rede Municipal de Ensino (REME), no qual as unidades de ensino confeccionam um vídeo, com a participação dos alunos,  apresentando idéias e ações que representem o uso e reuso consciente da água.

As escolas participantes têm até o dia 16 de abril de 2018 para entregar os vídeos para a seleção. A premiação ocorrerá no dia 22 de abril – Dia da Terra, e será ofertada pela VETORIAL Mineração que doará um bebedouro refrigerado instalado para a escola vencedora. O vídeo vencedor será divulgado em toda a Rede de Ensino Municipal e a Fundação do Meio Ambiente do Pantanal utilizará o mesmo na divulgação de projetos relacionados com o tema no ano de 2018.

O objetivo da campanha é estimular a comunidade escolar a refletir sobre a importância da água em nosso dia a dia e os danos causados pelo mau uso da mesma. O público alvo da campanha será alunos do 6º ao 9º anos da Rede Municipal de Ensino. Os pais dos alunos participantes deverão assinar a autorização para participação e utilização de imagens dos seus filhos. Cada escola poderá concorrer com até dois (02) vídeos.

A Comissão julgadora será composta por 06 membros: 02 da REME, 02 da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal e 02 da VETORIAL Mineração. As escolas que aderiram à Campanha da Água foram:

Escola Municipal Ângela Maria Perez, Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros, Escola Municipal Izabel Correa de Oliveira, Escola Municipal Cássio Leite de Barros, Escola Municipal Almirante Tamandaré, Escola Municipal Djalma Sampaio Brasil, Escola Municipal Luiz Feitosa Rodrigues, Escola Municipal Cyriaco Felix de Toledo, Escola Municipal Rural Paiolzinho, Escola Municipal Rural Luiz de Albuquerque

São itens obrigatórios para os vídeos: Ligação com o tema proposto na campanha; Atendimento ao tempo máximo do vídeo de 15 segundos; Participação da comunidade escolar no vídeo; Atendimento ao prazo limite para entrega do vídeo (dia 16 de abril de 2018); O formato de gravação do vídeo deverá ser “.avi” ou “.mp4”.

Critérios de pontuação são: Relevância do conteúdo apresentado (2,5 pontos); Domínio do conteúdo apresentado (2,5 pontos); Envolvimento da comunidade escolar (3,0 pontos); e Criatividade (2,0 pontos). A nota final será a média das pontuações oriundas as avaliações dos jurados, com o critério “Relevância do Conteúdo Apresentado” sendo utilizado como nota de desempate em caso de necessidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Mudanças nas bandeiras do Prosseguir podem alterar atividades nos municípios de MS
GERAL
Câmara aprova inclusão de medidas protetivas de mulheres em banco de dados policial
VACINAÇÃO
Vereador solicita que trabalhadores de limpeza pública também sejam imunizados contra a Covid
PATRIMÔNIO HISTÓRICO
Na Câmara, vereador pede informações sobre restauração de prédios históricos
DETRAN
Detran lança e-book e hotsite com todas mudanças do Código de Trânsito Brasileiro
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
EDUCAÇÃO
Terminam hoje inscrições para o Sisu do primeiro semestre
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
GERAL
Obras de acesso à ponte que interliga os pantanais da Nhecolândia e Paiaguás estão adiantadas

Mais Lidas

CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
SAÚDE
Corumbá inicia imunização contra a Covid-19 da população ribeirinha do baixo Pantanal