Menu
sexta, 22 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Detran-MS tenta derrubar na Justiça exigência de exame toxicológico para motoristas

05 março 2016 - 14h14Gesiane Medeiros
Desde a última quarta-feira (2) os motoristas de transporte de carga e passageiros estão obrigados a fazer exame toxicológico, por determinação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que comprove a não utilização de drogas. O procedimento acusa o uso, nos últimos 90 dias, de entorpecentes como maconha, cocaína, crack, anfetaminas e metanfetaminas. O Detran de MS se posicionou contra a obrigatoriedade e entrou com ação judicial federal para derrubar a exigência, que determina a realização do exame no ato da contratação ou demissão do profissional. Segundo o Campo Grande News, outros estados do país, como São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Pernambuco e Tocantins já obtiveram ganho de causa, e a justificativa apresentada foi de que nenhum outro lugar no mundo utiliza uma ação de saúde pública como esta, porém todas enfatizam que o motorista não pode conduzir nenhum tipo de veículo sob o efeito de qualquer substância psicoativa. A assessoria de imprensa do órgão estadual declarou ao jornal da capital que, “O Detran-MS espera nos próximos dias a obtenção de decisão favorável da Justiça para a suspensão da exigência do exame toxicológico, para que assim possa continuar atendendo o seu usuário de forma satisfatória”. A norma do Contran exige o exame toxicológico para renovação ou obtenção da carteira nacional de habilitação (CNH) nas categorias C, D e E, e o Conselho Federal de Medicina compartilha da opinião do Detran, juntamente com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego Abramet (Abramet). Segundo a Agência Brasil o exame custa R$ 350 e apenas seis laboratórios foram credenciados no Brasil.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trânsito
Vereador pede informações ao DNIT, sobre radares na rodovia BR 262
Tráfico de Drogas
Operação conjunta apreende mais de 5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Dado Positivo
MS é um dos quatro estados sem registro de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Preço Mais Justo
Agepan estuda viabilidade para reduzir taxa de abastecimento de água e esgoto em MS
Denúncia
Vereador quer saber se empresas estão cumprindo cotas para pessoas com deficiência
Serviço
Projeto de Lei propõe desconto por dia de interrupção de serviços de telefonia e internet
Retomada
TRE-MS retoma trabalho presencial no dia 3 de novembro
Imunização
Ribeiros do Taquari recebem vacina contra Covid nos dias 26 e 27
Prisão
Evadido é capturado em rondas no bairro Dom Bosco
Relatório Parcial
Operação de prevenção à incêndios completa sete meses com mais R$ 33 milhões em multas

Mais Lidas

Corumbá
Casal é levado para delegacia após bebedeira e briga
Colônia do Bracinho
Pantaneiro denuncia construção de barragem no Rio Taquari
Dois brasileiros foram presos
Denunciado por participação no roubo de aeronaves em Aquidauana é preso na Bolívia
Recurso
Vereador questiona uso do duodécimo do legislativo repassado para Santa Casa em 2020