Menu
quarta, 29 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Desceu o nível na política

28 dezembro 2015 - 09h24
A última sessão legislativa do ano de 2015 da Câmara Municipal de Campo Grande, no último dia 22 de dezembro, não poderia ser diferente. Marcada por polêmicas com o prefeito Alcides Bernal, que foi reconduzido ao cargo em agosto de 2015, depois de ser cassado pelos próprios vereadores. A Câmara encerrou o ano com vários vereadores investigados pelo Ministério Público Estadual (Gaeco) por crimes de Corrupção Passiva, Ativa e Associação Criminosa. O promotor de justiça Marcos Alex que comandou as investigações da compra de votos  para cassar o prefeito Bernal, concluiu recentemente em relatório com mais de 200 páginas que houve realmente uma armação entre empresários, políticos, e até pessoas ligadas a imprensa, para cassar o mandato do prefeito ocorrido em março de 2014. Relatório do Gaeco Segundo o relatório do Gaeco os vereadores indiciados são: Mario Cesar (PMDB), Flávio César (PTdoB), Airton Saraiva ( DEM), Paulo Siufi (PMDB), Edil Albuquerque (PMDB), Jamal Salém (PR), Gilmar da Cruz (PRB), Edson Shimabukuro (PTB), Eduardo Romero (Rede), Chocolate (PP), Carlão (PSB), Otávio Trad (PTdoB) e até o atual presidente do Legislativo, João Rocha (PSDB). Todos estes ainda exercem mandatos. O promotor indicou ainda a participação do ex-vereador Alceu Bueno ( PSL). Xingamentos A convivência dos vereadores com o prefeito Alcides Bernal nunca foi fácil, desde quando Bernal assumiu o cargo em janeiro de 2012, e o ano de 2016 também não anuncia nenhuma facilidade. Na última sessão do ano da Câmara, ocorrido no dia 22 de dezembro, o vereador SARAIVA passou a “xingar” o prefeito Alcides Bernal das mais diversas ofensas. SARAIVA é um dos investigados pelo Ministério Público Estadual por suspeita de compra de votos e foi apontado no relatório final do Gaeco. SARAIVA questionou o Decreto de Emergência do prefeito quanto ao combate a epidemia de dengue, “xingou” o chefe do executivo com palavras de baixo calão, chamando o prefeito de “malandro”, “falsificador documentos”, “cretino”, “dono de um  passado perverso”, “esse cara nasceu malandro”, “ele quer assaltar às escondidas”, “maracutais”, “carta branca para assaltar”, “embolsar o dinheiro”, “malandro é malandro”. Imunidade de opiniões, palavras e votos O vereador no exercício do mandato tem a garantia da imunidade penal no que concerne as “opiniões, palavras e votos” ( art. 29, VIII CF-1988), e desde que a fala do vereador tenha pertinência e relação à atividade da fiscalização ou legislativa. Não pode exceder para ofender qualquer pessoa por vontade pessoal de ofender a honra, em situações desconexas com o exercício da vereança, conforme consulta realizada a professores da área penal e constitucional.      

Deixe seu Comentário

Leia Também

Embrapa
Campanha Anual de Promoção do Alimento Orgânico chega a sua 20ª edição no Pantanal
Atrativo Turístico
Vereador pede revitalização do Eco Parque Cacimba da Saúde
Bolsistas
IFMS prorroga inscrições para bolsas do Mulheres Mil
Serviço Necessário
Vereador pede atenção especial para recuperar sistema de energia no Taquaral
Solidariedade
Sistema Fiems envia carretas de eletrotécnica e marcenaria para atender desabrigados no RS
Vagas para MS
Divulgado gabarito preliminar do concurso da Caixa
Operação Cartão Vermelho
Cezário pede licença do cargo de presidente da federação
Pavimentação
Obras de infraestrutura avançam em ruas do bairro Jardim dos Estados
Recurso Federal
Luciano Costa busca emenda para atender programas sociais do Moinho Cultural
Obrigatório
Prazo para implantação de QR Code para identificação de táxis termina dia 21 de junho

Mais Lidas

Educação
Inscrições no IFMS para qualificação profissional a distância vão até domingo, 2 de junho
Esporte
Primeira etapa do Circuito Funec de Corrida Rua reúne mais de 400 participantes
+ de 7 quilos
Bolivianas são presas transportando pasta base para São Paulo
Na Câmara
Aprovado Projeto que institui 30 horas de jornada a profissionais de enfermagem em Corumbá