Menu
terça, 30 de novembro de 2021
Cassems - Rede Amo
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Depois de impasse, empreiteira receberá R$ 8,6 milhões para duplicar MS-080

29 dezembro 2015 - 10h36Correio do Estado
Depois de impasse envolvendo análise de propostas de empreiteiras, o Governo do Estado divulgou nesta terça-feira (29) que a Anfer Construções e Comércio venceu licitação para duplicação da MS-080. A empreiteira receberá R$ 8,6 milhões pelo trabalho. O valor é referente somente ao lote 1 da licitação, que compreende a duplicação da Avenida Euler de Azevedo no trecho entre a Avenida Presidente Vargas e o anel rodoviário de Campo Grande, na saída para Rochedo. Ao todo, o Governo espera gastar mais de R$ 15,3 milhões com toda a obra. Ainda não há prazo definido para o início dos trabalhos. IMPASSE A licitação foi lançada pelo Governo do Estado em julho deste ano e houve atrasos em razão de análise que precisou ser feita pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) na proposta que primeiramente foi declarada como vencedora, da Weiller Construção Civil, do Paraná. Depois dessa desclassificação, as empreiteiras Anfer e Construtora Industrial São Luiz S/A voltaram novamente à concorrência depois de terem recorrido. A análise das duas propostas demorou e, por isso, o resultado de um dos lotes só saiu hoje. OBRAS A duplicação da avenida, que dá início à MS-080, é em trecho de 4,5 Km entre o cruzamento da avenida Presidente Vargas até a obra de continuidade do anel viário de Campo Grande. Conforme edital da licitação, o orçamento para a intervençÃo é de R$ 15,3 milhões. Isso porque segundo a Agesul, trecho de dois quilômetros entre a entrada da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) até o anel rodoviário, foi orçado em R$ 6,1 milhões pela São Luiz e os outros 2,5 quilômetros, entre a Presidente Vargas até o macroanel, deve sair por R$ 8,6 milhões. Segundo o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), a obra de duplicação é necessária tanto devido o aumento do fluxo de veículos pela avenida com a instalação da UEMS ali - desde agosto deste ano -, quanto com a finalização do anel viário (apesar de não haver nenhuma data para entrega da intervenção). Nenhum imóvel deve ser desapropriado para as obras, conforme a Agesul.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Briga de casal termina com marido ferido por faca
Política
Paulo Duarte toma posse dia 03 com transmissão ao vivo
Transporte Coletivo
Vereador pede mais ônibus circulando para reduzir espera e evitar superlotação
Além de mais veículos circulando, a reivindicação incluiu a instalação de cobertura e banco no ponto de ônibus da Firmo de Matos
Sem festa
Depois de cancelar o Carnaval, Trad diz que Capital também não terá festa de Réveillon
Farsa
Bolivianos são presos ao tentavam ir para a Europa com documentos paraguaios
Doe Vida
Nesta terça e quarta Corumbá realiza campanha de doação de sangue
Economia Local
Servidores municipais recebem salário de novembro hoje e 13º no dia 15 de dezembro
Transporte Aéreo
Voo ligando Corumbá a Campo Grande é solicitado durante sessão da Câmara
Vigilância
Nota técnica alerta população para doença mão-pé-boca
Direito Trabalhista
Primeira parcela do décimo terceiro deve ser paga até hoje

Mais Lidas

Oportunidade
IFMS abre 482 vagas em cursos de graduação gratuitos
No Pantanal
Estrada que liga ponte do Naitaca a rodovia tem previsão de entrega antecipada para janeiro de 2022
Corumbá
Bombeiros evitam explosão de gás de cozinha em casa do centro
Corumbá
Motorista abandona condutor de moto ferido após colisão