Menu
domingo, 03 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Delegação paraguaia apresenta opções de negócios a empresários de MS

06 março 2018 - 08h16Redação

Interessados na internacionalização dos negócios, empresários de diversos setores lotaram, nesta terça-feira (05/03), o auditório da Escola Senai da Construção, em Campo Grande (MS), para conhecer oportunidades de negócios durante o evento “Encontro de Negócios MS-Paraguai”, promovido pelo CIN (Centro Internacional de Negócios) do IEL, Governo do Estado e Sebrae/MS. Uma delegação do Paraguai apresentou o cenário econômico e atrativos do país vizinho para empresários interessados em investir do outro lado da fronteira e, depois, puderam tirar dúvidas sobre como inserir a empresa e iniciar operações de comércio exterior.

Mais cedo, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, recepcionou a delegação paraguaia no Edifício Casa da Indústria e avaliou como proveitosas as ações realizadas nos últimos meses no Paraguai com relação às oportunidades aos empresários. “Entendemos cada vez mais que esse entrosamento entre empresários paraguaios e empresários brasileiros é salutar para todos nós. O porto de Concepción já é uma realidade e essa é a primeira visita deles do ano. Tenho certeza de que as visitas que serão realizadas às empresas brasileiras trarão novas oportunidades aos nossos empresários”, afirmou.

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, destacou que o encontro tem como objetivo dar continuidade às negociações com o Paraguai. “Nós no ano passado fomos desafiados a fazer um evento no Paraguai e fizemos um evento envolvendo Governo do Estado, Sebrae e Fiems bastante intenso e agora o retorno. Acredito que a gente criou uma sistemática permanente de negociação com o Paraguai. Esse é mais um encontro para discutir as questões de desenvolvimento, mas, principalmente, criando uma relação entre os empresários”, ressaltou.

Encontro

Ao realizar a abertura do evento na Escola Senai da Construção, o superintendente do IEL, José Fernando do Amaral, destacou aos presentes a proximidade logística e cultural de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. “O Paraguai é um país intimamente ligado ao nosso estado, com o tereré que tomamos diariamente e outros itens da nossa cultura, o que já nos torna naturalmente próximos. O intercâmbio de negócios vem crescendo e gerando oportunidades tanto para o Brasil quanto para o Paraguai, por meio de mecanismos como a Lei de Maquila, e hoje mostramos esta fantástica oportunidade aos empresários que vieram participar”, avaliou.

Em sua palestra, o diretor de Promoção de Investimentos da Rediex (Rede de Investimentos e Exportações do Paraguai), Carlos Paredes, apresentou as oportunidades para os empresários no país, que, segundo ele, oferece um ambiente mais propício para os negócios. “O Paraguai hoje é o segundo país com melhor retorno dos investimentos, na casa do 22%. Para se ter uma ideia, enquanto uma mercadoria demora cerca de 120 dias para sair de um país asiático e chegar ao Brasil, do Paraguai leva, em média dez dias”, elencou Paredes ao citar os atrativos do Paraguai, falando, ainda, sobre a mão de obra abundante, energia elétrica mais barata, burocracia e carga tributária reduzidas em relação ao Brasil.

O secretário-executivo do Conselho Nacional das Indústrias Maquiladoras, Ernesto Paredes, demonstrou como funcionam os mecanismos da chamada “Lei de Maquila”, regime especial em que a empresa mantém as atividades em seu país de origem e produz parte dos bens e serviços com uma pauta fiscal diferenciada no Paraguai. “Somente nos últimos quatro anos 107 novas empresas se instalaram no Paraguai por meio da Lei Maquila e 85% delas são brasileiras, dos setores metalúrgico, automobilístico e de brinquedos. E, diante do crescimento exponencial do Paraguai, esperamos que o número de empresas cresça ainda mais”, disse.

Empresários

Proprietário de uma empresa do segmento de refrigeração em Três Lagoas, Antonio Carlos Orlandi se interessou pela possibilidade de manter parte das atividades no Paraguai e, por isso, participou do encontro. “Vi nas palestras e na programação uma oportunidade de entender mais sobre como funciona o Paraguai. Ficou claro que nosso país vizinho não se resume somente a compras e importados baratos, mas é um país que vem crescendo, inclusive mais do que o Brasil, e é um alívio para o empresário saber que existe uma alternativa sustentável e tão próxima de nós”, considerou.

Para a gerente de logística de uma empresa do segmento da alimentação de Campo Grande, Luciana de Farias, a Lei de Maquila se mostrou um mecanismo interessante. “É muito importante para nós entender como funciona a legislação, porque ouvimos falar o tempo todo, mas sempre surgem uma série de questionamentos, e hoje, além de ouvir a explicação de quem está lá dentro, ainda tivemos a chance de sanar as dúvidas que ficaram”, salientou.

A programação do “Encontro de Negócios MS-Paraguai” segue nesta terça-feira (06/03), a partir das 8h30, na sede do Sebrae/MS em Campo Grande, quando será realizado o seminário “Indústria Sem Fronteiras”, com o superintendente de Indústria, Comércio e Turismo da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Bruno Bastos. Em seguida, ainda no Sebrae, será realizada uma rodada de negócios, a partir das 10h30.

Na parte da tarde, a partir das 14h30, a delegação paraguaia fará uma visita técnica ao Polo Industrial de Campo Grande. Também integram a delegação Paraguai o vice-ministro de Micro e Pequenas Empresas do Paraguai, Victor Bernal, o vice-presidente da Câmara de Comércio Paraguai-Brasil, Junio Dantas, o embaixador do Brasil em Assunção, Carlos Alberto Simas Magalhães, e empresários paraguaios.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Devido a obra
Travessia de caminhões cegonha na ponte do rio Paraguai ocorre com horários programados