Menu
sexta, 26 de fevereiro de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

“Corumbá é um destino consolidado, mas precisa diversificar o turismo”, diz Nelson Cintra

17 março 2016 - 14h23Gesiane Medeiros
Uma das discussões mais fervorosas nas rodas de conversa da sala de governo e também nas palestras relacionadas ao tema, era a diversificação do turismo em Corumbá, principalmente quando se tratava da modalidade de pesca. Há anos Corumbá oferece pacotes turísticos com passeios pelo Rio Paraguai, onde os visitante ficam até cinco noites nos grandes barcos hotéis, totalmente estruturados para plena acomodação e pesca, ponto chave das discussões entre os empresários do setor e o governo do Estado, através da Fundtur (Fundação de Turismo). Segundo o diretor-presidente da Fundtur, Nelson Cintra, um dos pedidos de Reinaldo Azambuja, quando o convidou para assumir a pasta, foi justamente de desenvolver o potencial turístico do Estado, explorando outro visual e rotas diversificadas, pois, ainda segundo Cintra, observa-se ao longo dos anos que o quantitativo de turistas de pesca e também o pescado vem diminuindo. Cintra cedeu entrevista ao Capital do Pantanal e afirmou que é necessário sair da zona de conforto e buscar novas rotas para expandir o turismo do Estado e consequentemente o de Corumbá.   Turismo de Pesca “A pesca é a essência do turismo de Mato Grosso do Sul, tudo começou com ela, através da estruturação dos barcos hotéis e pousadas, mas agora o pescado está diminuindo e precisamos buscar alternativas, como no caso da Argentina que incentivou a prática do pesque e pague e hoje tem cidades que são o maior sucesso. Respeitamos muito o empresário que se estruturou para tal tipo de turismo, mas percebemos que eles também já estão sentindo a necessidade de mudança. O assunto tem que ser debatido entre todas as partes interessadas, mas o primeiro passo é dos empresários, porque são eles que sentem o drama da diminuição da vinda do turista".   Diversificação do Turismo "A beleza do rio Paraguai é explorada através dos passeios de barcos hotéis e pousadas estruturadas para pescaria há anos, e esse é um modelo de negócio já acomodado. Com a redução do pescado, somos obrigados a diversificar, para isso, nos reunimos com o setor, discutimos e precismos reorganizar a casa. O governo fomenta e dá apoio através de capacitações, preparos e cursos em parceria com o Senai. A licença de operação para a usina de ferro-ligas, por exemplo, já é uma alternativa de rota turística, grupos de visitação na cidade podem passar pela ferro-ligas, pelo frigorífico de Jacaré a até mesmo a Marinha. Corumbá é rica em história, possui museus belíssimos que merecem estar numa rota de visitação. Nossa intenção é ajudar a desenvolver ainda mais Corumbá, porque a cidade já é um destino consolidado".      

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Vale anuncia doação de 50 milhões de seringas para combate à Covid-19
Ação faz parte de novo pacote de ajuda humanitária ao país, que prevê ainda doação de oxigênio e EPIs
ESPORTE
Governo assina convênio de apoio aos clubes para a disputa do Estadual
SAÚDE
Após suspensão, voo comercial traz brasileiros que vivem em Portugal
POLICIAL
Homem é preso no Centro de Corumbá por ameaçar mulher com uma foice
SAÚDE
Sábado e Domingo haverá drive para vacinar idosos acima de 80 anos contra a Covid-19
CIDADE
Projeto sobre identificação de ruas e sinalização de trânsito pode se tornar lei na cidade
Geral
Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano
POLICIAL
PRF recupera dois veículos em Mato Grosso do Sul
EDUCAÇÃO
Governo de MS decide pela retomada das atividades da REE de forma remota
POLICIAL
PM de Corumbá prende dupla por furto em praça pública no Nova Corumbá

Mais Lidas

GERAL
Na final do Brasileirão, GFI interdita Avenida General Rondon
GERAL
Homem é alvejado por disparos de arma de fogo na Codrasa
CAPACITAÇÃO
Cassems realiza curso para implantação de UTI em Corumbá
POLICIAL
Passageira de ônibus é presa com mais de 80 mil reais em Corumbá