Menu
segunda, 22 de abril de 2024
Governo - Fazer Bem Feito - Abril 24
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Consórcio Guaicurus acusa MP de ‘alardear’ informações públicas

26 agosto 2020 - 10h06Gabriel Maymone do Mídiamax com alterações de Gesiane Sousa

Em ação civil pública que tramita sem sigilo na justiça estadual, o Consórcio Guaicurus acusa o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) de “alardear” informações que são públicas.

O Consórcio Guaicurus é formadopor quatro empresas detentoras de concessão para operar o transporte público em Campo Grande, portanto, tema de interesse do cidadão, usuário do transporte coletivo. O Consórcio apresentou manifestação para “informar que o MP já alardeou amplamente junto à imprensa a existência deste recurso”, consta no processo.

Na semana passada, o MPMS entrou com um recurso na ação pedindo que o Consórcio Guaicurus cumpra todas as medidas de segurança contra o coronavírus. “É notório que, diante dessas irregularidades, o funcionamento do conjunto de serviços do Transporte Coletivo Urbano Municipal não atende às mínimas orientações e normas de prevenção, controle e contenção de riscos de disseminação da COVID-19, potencializando ainda mais o risco à saúde pública”, diz trecho do recurso.

As diversas irregularidades apontadas pelo MPMS são tratadas como “pontuais” pela defesa do Consórcio Guaicurus, apesar de constantemente usuários do transporte encaminharem denúncias para a imprensa, com fotos e vídeos, sobre a situação.

À Justiça, o MPMS alertou que se o transporte coletivo continuar sem cumprir as medidas de biossegurança, os riscos são iminentes. “Não se pode conceber que os usuários suportem agravos às suas saúdes e até mesmo risco às suas vidas”.
O processo segue em trâmite em 2ª instância e será julgado pela 1ª Câmara Cível.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em táxi
Brasileiro é preso com 16 kg de maconha na fronteira
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual
Segurança Pública
4ª Fase da Operação Mute avança com telamento de presídios em MS
Trânsito
Motorista atropela casal em moto e foge sem prestar socorro
Ministério Público
Empresa alega que "poeira de minério" tem causado morte de animais na zona rural de Corumbá
MPMS instaurou inquérito para apurar a denúncia apresentada por empresa proprietária de Fazenda na região de Maria Coelho
Campeonato
Torneio Centro-Oeste de Natação atrai 470 atletas para Campo Grande
Calendário
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4
Em Jardim
Ação conjunta apreende 12 toneladas de maconha; a maior do ano
Plantão
Acidentes de trânsito fazem quatro vítimas nas últimas 24 horas

Mais Lidas

Em táxi
Brasileiro é preso com 16 kg de maconha na fronteira
Expedição
"Juizados em Ação" suspende em navio da Marinha para atender comunidades indígenas
Obrigatório
Aposentados e pensionistas por invalidez têm até julho para perícia médica bianual