Menu
terça, 21 de maio de 2024
Câmara de Corumbá - Maio Laranja 2024
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Conselho de Ética recebe defesa prévia de Delcídio

24 fevereiro 2016 - 12h36Gilmar Lisboa
O relator do processo de Delcídio do Amaral (PT-MS) no Conselho de Ética do Senado, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), informou nesta terça-feira (23) que recebeu a defesa prévia do ex-líder do governo na Casa. Ao G1, Ataídes contou que, após o recebimento da defesa prévia, ele terá até cinco dias úteis, a contar desta quarta (24), para apresentar o relatório preliminar pela continuidade, ou não, do processo que analisa se Delcídio quebrou o decoro parlamentar. Delcídio esteve preso preventivamente desde novembro de 2015, acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Na sexta-feira passada, o STF decidiu revogar a prisão do senador, que ficou quase três meses afastado do Senado. O G1 ressalta que após a apresentação do relatório preliminar, o colegiado terá outros cinco dias úteis para apreciar o parecer do relator. Depois da prisão de Delcídio, Rede e PPS apresentaram, em dezembro, representação no Conselho de Ética contra ele, que pode resultar em punições que vão de censura à cassação do mandato, ressalta o G1. Ataídes de Oliveira também disse, segundo o site carioca, que foi notificado da representação da defesa de Delcídio que pede a impugnação da sua permanência da relatoria do processo. Na semana passada, quando os advogados do ex-líder do governo no Senado protocolaram a defesa prévia, também foi solicitada a substituição do relator Ataídes de Oliveira. A defesa alega que, por ser do PSDB -- um partido de oposição --, Ataídes não teria isenção suficiente para permanecer no cargo, assinala o site. O presidente do Conselho de Ética, senador João Alberto (PMDB-MA), convocou para esta quarta-feira (24) uma reunião para que o colegiado decida se aceita ou não o pedido de impugnação de Ataídes. Caso o plenário do Conselho decida por deferir a solicitação, será necessário fazer um novo sorteio para escolha do relator do processo.   Delcídio A assessoria de imprensa do senador Delcídio do Amaral disse que ele está fazendo uma bateria de exames de saúde e que, só após a conclusão dos testes, o senador retornará às atividades parlamentares, o que não deve acontecer nesta semana. Ainda de acordo com o assessor de imprensa de Delcídio, o senador não pensa em tirar uma licença das atividades. Colegas de Delcídio, os senadores Acir Gurgacz (PDT-RO) e Álvaro Dias (PV-PR), já manifestaram que o ideal para o ex-líder do governo seria o afastamento das atividades, uma vez que a volta do senador, que está suspenso do PT, causaria "constrangimento" entre os demais parlamentares, relata o G1.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Destaque
Músico sul-mato-grossense é selecionado para intercâmbio na Orquestra Sinfônica Brasileira
Em pauta
Piso salarial e jornada de trabalho dos profissionais da enfermagem são discutidos na Câmara
Desdobramentos
Presidente da Federação é preso após quase 28 anos no comando do futebol em MS
Educação
Apresentações culturais e palestra marcam abertura da Semana do Brincar em Corumbá
Desdobramentos
Sobe para 161 número de mortes por chuvas no Rio Grande do Sul
Desdobramentos
Fornecedora de uniforme de times de MS está entre alvos em operação do Gaeco
Centro da Cidade
Vereador pede providências para recuperação da iluminação do Jardim da Independência
Gaeco
Operação apura desvio de R$ 6 milhões e 1.200 saques para driblar fiscalização no Futebol
Investigação
Padre de MS é denunciado por relacionar bruxaria e satanismo à tragédia no RS

Mais Lidas

Ia para São Paulo
Passageiro é preso no aeroporto de Corumbá com 125 cápsulas de cocaína no estômago
Manifestação
Setor de transporte protesta por falta de combustível e ameaça fechar a fronteira
Assistência Social
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2
Oportunidade
MS abre semana com 4,1 mil vagas de emprego em diferentes setores