Menu
segunda, 19 de abril de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Complexo do SISFRON será construído em área do Exército, na parte alta da cidade

14 fevereiro 2019 - 11h48Câmara Municipal de Corumbá

O complexo que abrigará o SISFRON (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras), será construído em uma área localizada na parte alta da cidade, pertencente ao próprio Exército Brasileiro, na região entre os bairros Cristo Redentor e Previsul, passando pelos conjuntos Vitória Régia e Camalote.

A informação é do vereador Tadeu Vieira e foi confirmada pelo comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, General-de-Brigada Ricardo Piai Carmona, durante recente encontro que contou com as presenças do presidente do Poder Legislativo, Roberto Façanha, e do deputado estadual Evander Vendramini. Na oportunidade, Carmona recebeu o título de Cidadão Corumbaense.

“A construção de um complexo do Exército naquela área é uma luta iniciada logo no meu primeiro mandato como vereador em 1997. Continuei firme, persistindo nesse objetivo. Hoje, comemoramos um grande sonho e temos que agradecer ao General Carmona por isso”, comentou.

Tadeu lembrou que a notícia “é importante para todos nós e para os moradores da região. “Queremos agradecer de público esta decisão do General Carmona, que nos confirmou a decisão de construir o complexo do SISFRON naquele local, o que será importante para os moradores daquela localidade, bem como para toda a região pantaneira”, completou.

Reunião na Câmara de vereadores de Corumbá. Foto: Assessoria de imprensa

Desde que assumiu o comando da Brigada, em 2018, o General Carmona tem tido uma atuação constante visando a construção do prédio que abrigará o SISFRON, permitindo assim, ampliar as ações integradas com os órgãos públicos de segurança no combate aos delitos transfronteiriços.

Duas outras áreas foram pensadas, a primeira na região do Bairro Guató, ao lado do anel viário, e a segunda no Bairro Padre Ernesto Sassida, entre o residencial e malha ferroviária.

Esta é a segunda fase da implantação do SISFRON na área da 18ª Brigada, que tem por finalidade fortalecer a presença do Estado na faixa de fronteira, como parte de uma estratégia por meio do monitoramento/controle, mobilidade e presença.

Em um encontro com os vereadores, no ano passado, o general argumentou que a 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira está capacitada para cumprir sua missão constitucional de defesa da Pátria na fronteira oeste do país, e em condições de colaborar no combate aos crimes transfronteiriços em apoio e coordenação com os órgãos de segurança pública e fiscalização, permitindo que toda fronteira do Mato Grosso do Sul com a Bolívia e Paraguai, esteja plenamente monitorada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

KIT INTUBAÇÃO
Cooperativa médica adota medidas emergenciais para otimizar uso de medicamentos em falta no mercado
GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
SAÚDE
Dia Mundial da Hemofilia: condição genética dificulta coagulação
UEMS
UEMS oferta 78 bolsas no valor de R$ 400 para Projetos de Ensino
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19
GERAL
Dupla-Sena da Páscoa sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado
GERAL
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa
ECONOMIA
Prorrogação de imposto alivia orçamento de bares e restaurantes, avalia Abrasel
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
GERAL
Servidores da Agepen recebem primeira dose da vacina contra Covid-19

Mais Lidas

GERAL
Presos brigam em cela e um acaba morto em presídio de MS
PANTANAL
Com mais de 50 programas, apresentador divulga belezas do Pantanal na TV
CORONAVÍRUS
Coronavírus: variante P1 já é predominante em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Com mais um drive thru na Praça CEU, Prefeitura retoma vacinação contra a Covid-19