Menu
quarta, 03 de março de 2021
Governo do Estado - Campanha de Março
Geral

Comarca de Corumbá tem primeiros juízes promovidos de sua história

06 dezembro 2018 - 16h10TJ/MS
Davis e Maurício seguem carreira. Próxima promoção : Desembargador. Foto: Divulgação TJ/MS

Após a elevação da comarca de Corumbá para a categoria de “entrância especial” (equiparando-se, para fins judiciários, a Campo Grande e Dourados, e acompanhando a elevação de Três Lagoas), os juízes Maurício Cleber Miglioranzi Santos e Deyvis Ecco são os primeiros a serem promovidos na carreira da justiça sul-mato-grossense, consolidando sua permanência na Comarca. O Dr. Deyvis Ecco muda da 2ª Vara Criminal para a 2ª Vara Cível, já o Dr. Maurício prosseguirá jurisdicionando junto à 1ª Vara Cível.

A medida é um dos grandes reflexos da elevação da Comarca, o que traz benefícios para os advogados e os cidadãos que utilizam os serviços do Fórum local.

Corumbá foi elevada para a Entrância Especial em setembro de 2016, ficando no mesmo patamar da capital, Campo Grande. Mas, mesmo com a mudança, os juízes que estavam na cidade pantaneira, não mudaram o cargo, automaticamente. E foi isto que aconteceu agora.

Os dois juízes decidiram concorrer à promoção e continuarem em Corumbá. Segundo eles, para manterem o serviço prestado e laços já estreitados com a comunidade local. “Com isto evitamos a rotatividade de juízes na comarca de Corumbá, viabilizando a expansão dos projetos já iniciados e estreitando cada vez mais a relação próxima que temos com comunidade”, disse o juiz Maurício Miglioranzi.

O magistrado chegou a comarca em agosto de 2014 (dois anos antes da Elevação de Entrância) e, além da implantação da mediação na solução dos conflitos familiares, também contribuiu para ampliação do Projeto Padrinho (que atende crianças e adolescentes afastados de suas famílias por medida de proteção) e auxiliou a formar o Grupo de Apoio a Adoção do Pantanal (GAAP), que ajuda os pretendentes à adoção a conhecerem os aspectos e os desafios de adotar.

“A população corumbaense e ladarense pode contar com o nosso trabalho, nossa interação social e com o fortalecimento da Rede de Proteção da Infância e Juventude. Tudo isto mostra a perenidade desta convivência frutífera que criamos nestes anos com a sociedade desta Comarca”, garantiu o Dr. Maurício Miglioranzi que destacou a proximidade não só com a comunidade jurídica, como também com a população em geral, “o que contribui para a preservação dos interesses de crianças e adolescentes”.

Continuar diminuindo o acervo processual é o objetivo que o juiz Deyvis Ecco quer imprimir na 2ª Vara Cível. Ele esteve à frente da 2ª Vara Criminal de Corumbá desde março de 2014 e conseguiu reduzir à metade o número de processos que tramitavam na sua responsabilidade.

“Desde que cheguei em Corumbá imprimi um trabalho de gestão, de modo que conseguimos reduzir os 6 mil processos que tramitavam em 2014, para 3 mil que estou entregando agora”, disse o magistrado.

A partir de agora, o Dr. Deyvis Ecco busca com a mudança de ramo no Direito, novos desafios na mesma Comarca. “Pretendo ter o mesmo empenho que tive na área Criminal agora na parte Cível. Gosto bastante de morar em Corumbá e continuar aqui me permite criar projetos a longo prazo”, finaliza.

A magistratura de Corumbá fica fortalecida na prestação dos serviços jurídicos para a população, “por contar com excelentes magistrados”, disse o Diretor do Foro, juiz Emerson Ricardo Fernandes. Para ele os colegas têm muito a contribuir para a justiça. “Eu vejo uma oportunidade, para cidade de Corumbá, continuar contando com Dr. Maurício e com o Dr. Deyvis. Os dois demonstram ter grande empatia e carinho pela Comarca de Corumbá e por isso acredito que decidiram por aqui ficar”, finaliza.

A decisão de ficar em Corumbá agradou, ainda, a comunidade dos advogados de Corumbá e Ladário, segundo o presidente da Subseção da OAB em Corumbá, o advogado Roberto Ajala Lins.

“Para nós é uma data marcante para a comarca de Corumbá, uma satisfação com esta nova tendência de magistrados se fixarem nesta Terra, algo que não acontecia”, explicou o advogado.

Segundo ele, vive-se um momento muito especial em Corumbá, o que demonstra uma política muito louvável por parte do Poder Judiciário de MS.

“O Dr. Maurício é ótimo na área do Direito de Família, atuando em grandes projetos da infância e juventude. Também, o Dr. Deyvis tem um trabalho de excelência à frente da 2ª Vara Criminal, tendo atuado brilhantemente em casos de grande repercussão. Podemos dizer com satisfação que, o que nós advogados e os jurisdicionados de Corumbá, podemos esperar destes nobres magistrados é continuarem exercendo a jurisdição com o mesmo excesso de zelo e dedicação com os processos, que nada mais são a vida das pessoas”, disse o Dr Roberto Lins que ressaltou o fortalecimento da Entrância Especial na Comarca de Corumbá.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO
Jornalista Jucyllene Castilho morre aos 35 anos em Campo Grande
SAÚDE
Idosos de 77 anos já podem se vacinar contra a Covid-19
SAÚDE
Anvisa diz que vacinas usadas no Brasil são seguras
POLÍTICA
André e Rose lideram 1ª pesquisa para o Governo em eleição 2022
COVID-19
Vereador propõe penalidades para quem não cumprir a ordem de vacinação dos grupos prioritários
CONCURSO PÚBLICO
Técnicos de Enfermagem são convocados em processos seletivos da Funsau
GERAL
PMA realiza trabalhos de orientação sobre minhocas em casas de iscas no MS
INFRAÇÃO ADMINISTRATIVA
PMA autua morador de Corumbá por transporte ilegal de pescado
BANDA LARGA
Vereador pede relatório da OI sobre período de interrupção do sinal de Internet na cidade
DESAPARECIMENTO
Continuam buscas por homem desaparecido na região do Paiaguás

Mais Lidas

OPORTUNIDADE
IEL oferece vagas de estágio para Corumbá e mais 5 cidades do Estado
POLICIAL
PM prende irmãs após briga no Popular Nova
POLICIAL
Após briga mulheres são presas no bairro Aeroporto
EDUCAÇÃO
Vereadores aprovam projeto do Executivo que atende professor temporário na Reme