Menu
quinta, 13 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Com votação expressiva Bia Cavassa desponta como liderança em Corumbá

08 outubro 2018 - 20h28Sylma Lima
Pelo número de votos Bia sabe que cada abraço e cada apeto de mão foi sincero. Foto: Capital do Pantanal

Primeiro ela foi cotada disputar uma cadeira na Assembléia legislativa, e estava com a campanha em pleno vapor, quando lhe ‘sugeriram’ que lançasse o nome a deputada federal. Tarefa espinhosa para quem tinha nas mãos a sina de uma ‘façanha’ que não se repete desde a época de Elíseo Curvo e Manoel Vitório, sendo que este ultimo, só ocupou a cadeira porque o colega petista Bem Hur Ferreira assumiu uma secretaria no governo Zeca do PT. Apesar de ter mais de 80 mil eleitores entre Corumbá e Ladário esse é um desafio que ninguém consegue vencer. Na prática, os próprios lideres políticos locais apoiam candidatos de fora em troca de favorecimentos pessoais.

Mas, Bia Cavassa atravessava o pior momento de sua vida. Recém tinha perdido o marido, Ruiter Cunha, até então prefeito da cidade, e amargava o luto acompanhada dos filhos , ainda perdidos na dor e angústia  provocada por uma morte tão precoce e desavisada. Afinal, ‘para morrer basta estar vivo’. E do choque, ainda não refeito, a campanha veio como um bálsamo para aplacar a solidão e o desespero de recomeçar a vida sozinha.

Passado o pleito Bia encontra forças nos filhos Rodrigo e Rafaela.

Ela acabou aceitando este desafio, pois não tinha o que fazer, “remediado estava” . Entretanto, o apoio que esperava não veio. Travestido de simpatia e acordos mirabolantes a traição se desnudou num cenário confuso e sombrio. Apesar de todos os conflitos ela foi para rua. Subiu e desceu morro, e olha que já não é mais uma menininha. Foi abraçada, acolhida pela população corumbaense que lhe deu quase 19 mil votos. Foi à candidata mais votada da cidade, mas não se elegeu por muito pouco. Por exemplo: A atual deputada Mara Caseiro não figura entre os eleitos, mas ainda pode ocupar uma das 24 cadeiras, já que com seus 23,813 votos, 1,86% do total, ela ocupa a posição de primeira suplente na chapa composta por PSDB, PROS e DEM.

Dione Hashioka, ex-deputada estadual alcançou 21,745 votos, 1,70% do total, e ocupa a posição de segunda suplente da mesma chapa e também pode eventualmente compor o parlamento estadual. Bia Cavassa podia ser a primeira suplente se conseguisse mais uns sete mil votos , e  se as pessoas que lhe prometeram ajuda tivessem mantido a palavra.

De qualquer forma , que esta votação expressiva,  sirva de lição para quem a ‘jogou na fogueira’, pois o deputado estadual eleito por Corumbá  conseguiu uma vaga graças ao coeficiente eleitoral, ao ser puxado pelo Capitão Contar (mais de 74 mil votos), e do Coronel Davi (46 mil votos) ambos apoiados pelo candidato a presidência da república Jair Bolsonaro.

O que eles chamam de nova ‘liderança’ eu chamo de ‘sorte’. Líder , na lógica, ainda é aquele que possui o maior número de seguidores.

Bia sabe que todos estes meses lhe deram bagagem e aprendizado. É hora de recomeçar

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
GERAL
Em Corumbá condutor tem veículo removido por transporte clandestino
GERAL
Detentas bolivianas em Corumbá recebem assistência de Consulado
ESPORTE
Curso de "Treinamento Esportivo no Contexto Escolar" vai ser realizado de 28 a 30 de maio
EDUCAÇÃO
Inep define cronograma do Censo Escolar da Educação Básica 2021
ESPORTE
Bia Cavassa visita Secretaria Nacional do Esporte e busca apoio para MS
GERAL
Bia Cavassa e vereadores visitam sede da Sudeco
POLICIAL
Polícia Militar recupera objetos de furto no bairro Ceac em Ladário
SAÚDE
Idosos e professores já podem se vacinar contra H1N1
EDUCAÇÃO
Bolsas do Prouni: prazo para entrega de documentos termina hoje

Mais Lidas

OPERAÇÃO PRAÇA DA INDEPENDÊNCIA
PF cumpre mandado de prisão em empresários e funcionários da prefeitura de Corumbá
INCÊNDIO
Bombeiros combatem incêndio em residência no Cristo Redentor
GERAL
Homem fica ferido após colisão de motos
OPERAÇÃO INDEPENDÊNCIA
Operação Independência apreende arma de fogo e uma pessoa é presa