Menu
segunda, 24 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Com todos os temas livres, candidatos ao Governo de MS sobem o tom durante debate

26 setembro 2022 - 13h00Midiamax

Os oito candidatos ao Governo do Estado de  participaram nesta segunda-feira (26) de mais um debate no auditório da Universidade Insted e acabaram subindo o tom nos ataques diretos, com tema livre em três dos cinco blocos. O primeiro e o último foram usados para apresentação e despedida, respectivamente.

Estiveram presentes os candidatos Giselle Marques (PT), Rose Modesto (União Brasil), André Puccinelli (MDB), Eduardo Riedel (PSDB), Adonis Marcos (Psol), Magno Souza (PCO), Marquinhos Trad (PSD) e Capitão Contar (PRTB).

Debate com ataques

Já na apresentação, Adonis Marcos pediu a 'benção do criador, apesar de termos aqui um monte de candidatos cara de pau'. No segundo bloco, chamou Capitão Contar de ‘Capitão Melancia’, dizendo que o candidato era verde por fora, mas vermelho por dentro.

O candidato do Psol questionou Contar por apoiar Bolsonaro, quando seu partido, o PRTB, estaria apoiando o petista Lula. Contar lamentou a fala de Adonis e se defendeu dizendo que não é ‘bolsonarista de foto’. Contou que faz parte do Exército Brasileiro e que sempre apoiou o atual presidente Jair Messias Bolsonaro (PL).

Contar, por sua vez, disse que o PSDB em Mato Grosso do Sul era o 'PT de gravata', em referência à coligação que o partido faz com o PSB, de Geraldo Alckmin, vice de Lula na chapa à presidência do Brasil. Marquinhos Trad também usou o fato para atacar o candidato Eduardo Riedel. "Meu partido é Mato Grosso do Sul. Alguns se falam bolsonaristas, mas têm parceria com o PSB de Ackmin, do Lula".

André destacou ter construído 1.605 casas em áreas indígenas e aumentado a cesta alimentar de 22kgs para 27 kgs, entregado patrulha mecanizada parta agricultura alimentar e sementes. Como ex-governador, foi alvo de questionamentos sobre a sua gestão em relação a entrega de ônibus escolares e aparelhos de radioterapia, denúncias feitas à época pelo Jornal Midiamax.

 

Giselle Marques perguntou sobre a adesivagem dos ônibus, entregues com recursos federais. "O processo correu. Não tirei [os adesivos], mas coloquei o meu. Foi um ressarcimento. Os 350 ônibus era um direito de Mato Grosso do Sul".

À época, a ex-presidente  (PT) veio ao Estado fazer a entrega dos ônibus após descobrir que o adesivo do Governo Federal foi encoberto pelo estadual.

Sobre a radioterapia, a candidata perguntou porque a gestão de Puccinelli não instalou os cinco aparelhos de radioterapia que recebeu. André explicou que recebeu os aparelhos já no final da gestão e que conseguiu entregar apenas o do Hospital Universitário.

 

À época, o Ministério Público apurou que os outros lugares se recusaram a receber os aparelhos por falta estrutura para instalação. A Justiça obrigou o HU a instalar o aparelho que recebeu.

Marquinhos Trad defendeu ter entregue mais de 200 mil cestas básicas na rede municipal de ensino, sem aumento de impostos e com geração de empregos em Campo Grande. Aproveitou a pergunta de Magno Souza sobre a questão indígena para atacar Puccinelli sobre a fala de que 'caruncho é proteína', feita durante o Debate Midiamax.

"Tem candidato que quer cesta básica com caruncho e ainda diz que isso é proteína. Com certeza em casa ele não tem isso". Puccinelli rebateu dizendo que quem entregou cestas com caruncho foi a Funai na época da gestão dele e que ele mesmo denunciou o caso junto com a ex-secretária Tânia Garib ao Ministério Público.

Magno Souza porpôs salário mínimo de R$ 8 mil e redução da carga de trabalho de 40 para 35 horas semanais. Ressaltou a questão indígena, lembrando que as aldeias estão desassistidas. "Está chovendo mais dentro do nosso barraco do que fora. A água está a cinco quilômetros de onde a gente mora, e para cozinhar é água barrenta. Tendo uma caixa d'água gigante da Sanesul por perto, que não funciona", disse. Também pediu armas para os indígenas e Contar disse que prefere a paz no campo.

Neste quesito, foi rebatido por Giselle Marques. "Então indígena não é considerado cidadão de bem para você, candidato? Só os fazendeiros são? Os brancos? Os empresários?". Contar pediu direito e resposta para responder a questão, mas o pedido foi negado.

Eduardo Riedel disse que é preciso fazer um programa robusto de educação e cidadania, com um conjunto de transferência de renda para dar dignidade para a população. "Temos que passar o Mais Social de R$ 300 para R$ 450, ampliar a faixa de consumo de energia".

Para Rose Modesto, é possível dobrar o valor do Mais Social para R$ 600 , investindo em um programa de renda para a mulher e outros de assistência social com cerca de R$ 1 bilhão destinados para essa finalidade. Riedel lembra que Mato Grosso do Sul terá R$ 1,4 bilhão a menos na arrecadação em 2023 por causa da queda na arrecadação dos combustíveis com a mudança no ICMS. Rose rebateu, dizendo que basta deixar de lado 'licitações desnecessárias' na administração.

O debate foi mediado por Alexandre Giachetto, editor-chefe e apresentador da Rit TV, e o debate foi promovido pelo TopMidia News e pelo SBT.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
Brigadistas atuam na divisa com a Bolívia para fogo não chegar à Serra do Amolar
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal
Público-alvo
Com doses próximas do vencimento, Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue
18 km de distância
Bombeiros monitoram incêndio na divisa com Mato Grosso
Destaque
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul renova selo de Hospital Amigo da Criança
2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Em Aquidauana
Pantanal Tech MS promove painéis empresariais sobre mercado da carne e nutrição animal
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tempo
Com previsão de tempo quente e seco, sábado tem sol e variação de nebulosidade em MS
Corumbá deve atingir a máxima de 34°C

Mais Lidas

2ª noite
Concurso de Quadrilhas Juninas é atração deste sábado no Banho de São João
Trabalho que emociona
"Bombeiros são anjos", diz idoso resgatado das chamas na região do Bracinho
Tradição
Concurso premia 10 andores na primeira noite do Arraial do Banho de São João
Reforço
Mais três aeronaves chegam neste sábado para fortalecer combate à incêndios no Pantanal