Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Governo - O Estado que cresce - Maio
Geral

Saúde de Ladário realiza ação de prevenção contra Aedes aegypti no Alta Floresta I e II

27 janeiro 2016 - 12h08Gesiane Medeiros
Terminou nesta semana, ação de prevenção e limpeza nos Bairros Alta Floresta I e II, realizada pelo município, por meio da Secretaria de Saúde em parceria com o Projeto Rondon, que teve como objetivo orientar os moradores dessa região, sobre os riscos de doenças causadas pelo mosquito transmissor das doenças, Dengue, Febre Chikungunya e Zica Vírus. A ação teve dois dias de duração, começando na última sexta-feira (22). De acordo com a Coordenadora de Vetores da Secretaria de Saúde da Talita Piovezan, os trabalhos de prevenção foram feitos nessa região, pelo fato dos Bairros apresentarem maior risco, com Índice de Infestação em 7,5%, o que representa risco alto das doenças. “Toda ajuda é bem-vinda, e nessa etapa contamos com o apoio dos rondonistas, que não mediram esforços e percorreram com nossas equipes as casas localizadas nessas regiões. Na oportunidade foram realizadas o recolhimento de recipientes que acumulam água, verificação da existência de larvas nas caixas d’água e depósitos fixos, bem como orientamos os moradores sobre os riscos da doença e também alertamos em relação a notificações aos mesmos, caso persistam em não colaborar em manter a sua casa limpa, acabando de vez com os focos do mosquito”, falou Talita. Ainda conforme elas, na ação também foram registrados endereços de imóveis abandonados e terrenos baldios nos bairros, que servem como possíveis criadouros do Aedes Aegypti, além de endereços de pessoas que possuem focos do mosquito. “Todos esses dados já foram coletados e serão encaminhados ao Código de Postura e Vigilância Sanitária, tomando desta maneira, as providências cabíveis, podendo até gerar notificações e multas”, alertou a coordenadora de vetores que ainda adianta que a ação deverá chegar ao Bairro Almirante Tamandaré (COHAB) que também registra maior Índice de Infestação de 7.4%. Durante a ação foram visitados 905 imóveis. Só nas duas primeiras semanas de 2016, Ladário já registrou 27 notificações da doença até dia 23 de janeiro, os resultados do Levantamento  de Índice Rápido de Infestação Predial de Ladário, o que equivale ao LIRAA do município, aponta que a cidade está com o Índice de Infestação em 2.0%, o que indica Médio Risco, ou seja, Ladário deve estar em alerta, já que o índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde é de 1%.       Texto da assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Ladário

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS recebe 50,5 mil doses da Astrazeneca do Ministério da Saúde
GERAL
PMA de Corumbá recebe doação de viatura da Vale para uso na fiscalização no Pantanal
SAÚDE
Prefeitura leva atendimento médico de rotina para o Porto Esperança
POLICIAL
Jovem é preso com 483 unidades de maconha no Cristo Redentor
POLICIAL
PMA apreende mais três tigres d'água em chácara
COVID-19
Vereador reforça necessidade de imunizar trabalhadores do CAC contra a Covid
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial
POLICIAL
PRF apreende mais de 1,5 tonelada de maconha em MS
CIDADE
Vereador solicita informações sobre estágio de projeto de reforma do antigo mercadão
SEMANA NACIONAL DAS COMUNICAÇÕES
Wi-Fi Brasil leva internet a mais de 13 mil pontos remotos do país

Mais Lidas

POLICIAL
Assaltante é preso em flagrante no bairro Popular Velha
CONTRABANDO
PRF apreende carga com prata na BR 262 avaliada em 2 milhões de reais
EDUCAÇÃO
Senac oferece desconto de 30% em cursos EAD em diversas áreas
APOIO A SAÚDE
Vale inicia nova parceria na região com o projeto Ciclo de Saúde Pantanal