Menu
sexta, 14 de maio de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Colesterol alto atinge mais de 14% da população de MS, mas pode ser revertido

29 agosto 2018 - 09h46Campo Grande News

O colesterol alto é o mal do século e segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) atinge cerca de 250 mil adultos em Mato Grosso do Sul, um percentual de 14% da população. No Centro-Oeste, são mais de um milhão de pessoas com colesterol alto.

Entre diversos fatores, o colesterol ruim está associado a maus hábitos alimentares e é uma das principais enfermidades crônicas não transmissíveis que causam doenças cardíacas.

Conforme o IBGE, aproximadamente 250 mil adultos tem o problema no Estado e a farmacêutica Marianne Marks da Silva, superintendente da Rede São Bento, pontua algumas medidas a serem tomadas para evitar as consequências do colesterol elevado.

“Especialistas orientam atividade física, reeducação alimentar e se necessário um encaminhamento ao médico”, disse.

No dia 8 de agosto foi comemorado o "Dia Nacional de Controle do Colesterol", apontado como um dos principais causadores das 17,5 milhões de mortes por doenças cardiovasculares no mundo. Além disso, a doença pode causar infartos, acidentes vasculares cerebrais e aneurismas, doença arterial periférica que podem levar o indivíduo a sequelas importantes ou morte, entre outras complicações.

São dois os grandes vilões no aumento do índice de LDL, que é considerado o colesterol prejudicial: a alimentação incorreta, representada pelo excesso de gordura animal e gorduras trans, e o fator genético, ou seja, de origem familiar. A prevenção, alimentação saudável e a prática regular de exercícios físicos são as melhores formas de controlar o colesterol maléfico à saúde.

Programa - Marianne afirma que a rede São Bento promove ações específicas para quem tem esse problema. O programa inicia no mesmo momento em que o paciente chega ao balcão da farmácia.

“Em 30 dias do início do Programa Colesterol em Dia já são oito pacientes acompanhados por uma nutricionista. Depois de oferecer o serviço no balcão, posteriormente, o paciente é encaminhado ao consultório farmacêutico para execução dos serviços, com a missão de fornecer informações claras e orientações precisas em relação aos medicamentos”, explica a farmacêutica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Marinha do Brasil resgata jovem que caiu do cavalo na Fazenda São Francisco
CULTURA
Prefeitura abre edital para festeiros de São João registrarem suas trajetórias
MEIO AMBIENTE
IHP realiza plantio e manutenção de mudas na nascente do Rio Miranda
GERAL
Para prevenção aos focos de incêndio no Pantanal, IHP e Sindicato Rural alinham atuação
EDUCAÇÃO
Uniderp abre seleção para mestrado e doutorado em Odontologia
Candidatos podem escolher entre duas áreas de concentração
SEGURANÇA PÚBLICA
Vereadora reivindica aumento do efetivo de policiais civis e militares na região
ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA
Município reforça enfrentamentos às violações de direitos de crianças e adolescentes
GERAL
Consórcio Brasil Central autoriza assinatura de contrato para importação da vacina Sputnik V
VACINAÇÃO
Poliesportivo está aberto para repescagem e aplicação de segunda dose da vacina da Covid-19
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial

Mais Lidas

POLICIAL
PF prende quatro pessoas e apreende 180 kg de cocaína em MS
POLICIAL
PM apreende droga, plantas de maconha e prende autor de tráfico
POLICIAL
PM evita suicídio de homem, e o prende após violência doméstica
POLÍTICA
Iunes aceita convite do Podemos