Menu
quinta, 26 de maio de 2022
Festival da Carne
Andorinha Institucional
Geral

Circula Dançurbana mostrou para professores que dança vai além de passos coreografados

13 maio 2022 - 14h56Ascom PMC

Alunos e professores da Rede Municipal de Ensino de Corumbá (Reme) foram contemplados com a terceira edição do projeto “Circula Dançurbana” que acontece entre ontem e hoje, dias 12 e 13 de maio. A companhia de dança radicada em Campo Grande trouxe para os corumbaenses um trabalho desenvolvido para a expressão corporal na infância. Foram apresentações em escolas e oficina para arte-educadores que evidenciaram que a dança vai além de passos marcados por coreografias. 

Na oficina voltada para arte-educadores e professores da Reme, os profissionais foram convidados a redescobrirem os movimentos com o olhar e sensações das crianças. Percepções trazidas do jeito que os pequenos mais gostam: a brincadeira. 

“Muito interessante, nada de coreografia, a criança é que cria a própria coreografia de acordo com a criatividade dela. Dessa forma lúdica, as crianças brincam e dançam sem perceber que estão dançando, se expressando”, disse Sheila da Costa Machado de Queiroz, professora da escola municipal Delcídio do Amaral. 

“Estou achando a aula de hoje maravilhosa pro nosso aprendizado. O conteúdo que a gente está aprendendo, hoje, para o ensino da dança das crianças é muito bom. Muito rico o conteúdo, são coisas que a gente não vê no nosso dia-a-dia”, avaliou a professora que leciona para crianças da pré-escola ao 5º ano do Ensino Fundamental. 

A presença do Cia Dançurbana no ambiente escolar veio num momento propício, quando a Reme está intensificando ações nas áreas do esporte e dança, conforme comentou a supervisora do Ensino Fundamental II da Reme, Laura Helena dos Santos Amaral. 

Markinhos Mattos, diretor da Cia Dançaurbana, explica que a oficina vem suprir necessidades surgidas no cotidiano dos professores e arte-educadores a partir do momento que traz conceitos que precisam ganhar uma um olhar mais aprimorado pelos profissionais da Educação. 

“A experiência que os arte-educadores têm na universidade é muito pequena porque como as matérias são gigantescas, eles acabam não tendo muito contato com a expressividade do corpo”, disse. 

Ele explicou que o Circula Dançurbana é a continuidade do trabalho que a companhia vem desenvolvendo em seus 20 anos de atuação, que é um diálogo constante e permanente com a comunidade em que o grupo faz parte: “Há muitos anos desenvolvemos trabalhos com as escolas públicas e a comunidade e, fomentamos a formação de arte-educadores e professores”. 

Espetáculos 

Com espetáculos voltados para dois tipos de público, diferenciados por faixas etárias, a Cia Dança Urbana foi até duas escolas municipais de Corumbá. Na quinta-feira, 11 de maio, o espetáculo ´K-ZUU’ fez com que os estudantes da Cemei Parteira Laida Menacho, que funciona das dependências da escola Escola Municipal Almirante Tamandaré, no bairro Cravo Vermelho III, tivessem uma tarde de diversão. 

Na oficina voltada para arte-educadores e professores da Reme, os profissionais foram convidados a redescobrirem os movimentos com o olhar e sensações das crianças. Alunos da Reme ficaram encantados com o espetáculo. Foto: Divulgação/PMC 

Os pequenos ficaram encantados com a história da transformação de uma lagarta em borboleta, imagem que inspirou o espetáculo que faz uma analogia com o próprio ciclo da criança: o desenvolvimento do ser, unidade onde o que é físico, anímico e espiritual se misturam. 

Olhos vidrados nos bailarinos e atenção na história até que eles, os estudantes, foram convidados a dançar como os animais do Pantanal. 

Já na sexta-feira, 13 de maio, os bailarinos foram para uma região diferente da cidade, na área portuária, na escola municipal Tilma Fernandes Veiga, onde foi a vez de apresentar a espetáculo espetáculo ´R.U.I.A – Realidade Ultrassônica de Invasão Aleatória´, às 09 horas, na Escola Municipal Tilma Fernandes Veiga. 

Além de Corumbá, mais 10 cidades recebem as ações do projeto “III Edição – Circula Dançurbana”. Ao todo, durante o projeto, serão realizadas 37 apresentações de espetáculos infantis, 10 oficinas e 10 encontros de mediação artística. O Circula Dançurbana é patrocinado pela MSGÁS e realizado pela Cia Dançurbana, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal com as parcerias da Central Única das Favelas de Campo Grande-MS e da Casa de Ensaio. Mais informações em www.dancurbana.com.br/Fanpage ou pelo Instagram

 

Maio Laranja_MPE-MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Lista Publicada
IFMS convoca candidatos para heteroidentificação
Novos Brigadistas
Prevenção a incêndios no Pantanal gera economia de gastos e preservação
Fiscalização
Casal é preso com 70,1 Kg de cocaína e 3,5 Kg de skunk na BR 262
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Economia
Adesão ao REFIS pode ser feita até 11 de julho; pagamento em cota única tem 100% de desconto
No Centro
Vereador pede recuperação de pavimento da Cabral para melhorar tráfego de veículos
Fiscalização
MPF aponta irregularidades nas pesquisas do Instituto Ranking em MS
Kadwéus
Dupla é presa com simulacro e celular roubado
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá

Mais Lidas

Informe Publicitário
Com cortes nobres e muito sabor, Festival da Carne de MS integra programação do Fasp
Aguardando Licitação
Até concluir licitação, estudantes do IFMS de Corumbá recebem merenda que não precisa de cozimento
Ação Conjunta
Corpo do homem que caiu no Rio é encontrado 10 m de distância do local do acidente
Segurança Pública
Polícia Civil anuncia Unidade da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário para Corumbá