Menu
terça, 21 de maio de 2024
Câmara de Corumbá - Maio Laranja 2024
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Cinto de segurança e celular lideram ranking de multas em Corumbá

03 maio 2016 - 09h43Gesiane Medeiros
No mês em que a comunidade mundial incentiva e participa da campanha nacional de conscientização pela segurança no trânsito, a campanha Maio Amarelo, vale a pena ressaltar as infrações mais cometidas em Corumbá, as irregularidades são as portas de entrada para a ocorrência de graves acidentes. Em 2015 a Agência Municipal de Trânsito (Agetrat) contabilizou 4.103 multas emitidas e somente nos quatro primeiros meses deste ano, já foram 1.348 notificações. O ranking de multas do ano de 2015 é liderado pela falta do uso de cinto de segurança, total de 472 notificações. A displicência é considerada uma das grandes causadoras de morte em acidentes de trânsito em todo o país. O uso indevido do celular ocupa o segundo lugar com 445 multas emitidas, segundo Alexandre Taques, diretor-presidente da Agetrat, “os condutores não estão se limitando apenas em falar ao celular enquanto dirigem, mas também a digitar mensagens, isso é um risco incalculável para segurança”. O Cinto de segurança e o celular também são os maiores causadores de infrações no trânsito de 2016, estatísticas contabilizadas que até o final do mês de abril, os dois ficaram praticamente empatados, 192 multas foram emitidas por conta do uso indevido do celular e 190 pelo não uso do cinto de segurança.Alexandre faz ainda um alerta aos condutores de motocicleta da cidade, o diretor da Agetrat aponta o veículo como o mais frágil no trânsito, e Corumbá teve um grande aumento no número de motos nos últimos anos, "em 2014 eram 10 mil motos aproximadamente e em 2015 já somavam 12 mil, a Agetrat intensifica as blitz educativas e repressivas a irregularidades no trânsito com o objetivo de coibir as infrações, diminuir as multas e em consequência os acidentes de trânsito. Atualmente, existe uma facilidade maior das pessoas adquirirem veículos duas rodas, porém nas fiscalizações que fazemos, observamos que boa parcela destes condutores não são habilitados, e isso significa que eles não passaram por nenhuma formação adequada até mesmo para sua própria segurança, pois entre os veículos elas são as mais frágeis”. Três ruas de intenso movimento da região central, foram as campeãs em multas no ano passado, Treze de Junho com 680 notificações, Frei Mariano com 422 e Porto Carreiro com 375 multas emitidas. A Agetrat vai promover durante todo o mês de maio ações de conscientização por conta da campanha Maio Amarelo. A previsão é que o lançamento oficial da campanha aconteça ainda esta semana. “Laços amarelos serão colocados nos semáforos, adesivos serão distribuídos e diversas blitz educativas serão realizadas em escolas e nas principais vias da cidade”, explica Alexandre.   Ranking de multas em 2015 (números da Agetrat) 1° Cinto de segurança: 472 2° Celular: 445 3° Uso de calçado indevido: 286 4° Documento vencido: 282 5° Dirigir sem habilitação: 252 6° Estacionar em local proibido: 252 7° Ultrapassar sinal vermelho: 246 8° Transitar em local proibido (caminhões e carretas): 232 9° Desobediência: 225 10° Estacionar ou parar em Fila Dupla: 148   Ranking de multas em 2016 (de janeiro a abril / números da Agetrat) 1° Celular: 192 2° Cinto de segurança: 190 3° Transitar em local proibido (caminhões e carretas): 138 4° Uso de calçado indevido: 131 5° Ultrapassar sinal vermelho: 129 6° Desobediência: 109 7° Dirigir sem habilitação: 109 8° Documento vencido: 99 9° Estacionar em local proibido: 84 10° Estacionar ou parar em Fila Dupla: 62   maio amrelo Sobre a Campanha Maio Amarelo  O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas. A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas. São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país. Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020. O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, precedido por Índia, China, EUA e Rússia e seguido por Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito. Juntas, essas dez nações são responsáveis por 62% das mortes por acidente no trânsito. (informações do site maioamarelo.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Destaque
Músico sul-mato-grossense é selecionado para intercâmbio na Orquestra Sinfônica Brasileira
Em pauta
Piso salarial e jornada de trabalho dos profissionais da enfermagem são discutidos na Câmara
Desdobramentos
Presidente da Federação é preso após quase 28 anos no comando do futebol em MS
Educação
Apresentações culturais e palestra marcam abertura da Semana do Brincar em Corumbá
Desdobramentos
Sobe para 161 número de mortes por chuvas no Rio Grande do Sul
Desdobramentos
Fornecedora de uniforme de times de MS está entre alvos em operação do Gaeco
Centro da Cidade
Vereador pede providências para recuperação da iluminação do Jardim da Independência
Gaeco
Operação apura desvio de R$ 6 milhões e 1.200 saques para driblar fiscalização no Futebol
Investigação
Padre de MS é denunciado por relacionar bruxaria e satanismo à tragédia no RS

Mais Lidas

Ia para São Paulo
Passageiro é preso no aeroporto de Corumbá com 125 cápsulas de cocaína no estômago
Manifestação
Setor de transporte protesta por falta de combustível e ameaça fechar a fronteira
Assistência Social
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2
Oportunidade
MS abre semana com 4,1 mil vagas de emprego em diferentes setores