Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Pantanal Tec - UEMS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Cia. de Dança do Pantanal se apresenta em Belo Horizonte e Rio de Janeiro

14 julho 2022 - 08h52Assessoria

A Cia de Dança do Pantanal, do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, se apresenta em Belo Horizonte (MG) nos dias 14 e 16 de julho, e no Rio de Janeiro dia 19. Serão duas apresentações diferentes, um deles “Fernão Capelo Gaivota”, um clássico da literatura mundial que ganha adaptação unindo música, literatura e dança, sendo espetáculo em conjunto com a Orquestra Ouro Preto e projeto Vale Música, bem como apresentação da coreografia Migrantes, compondo a programação do Dança em Trânsito. 

A Cia. De Dança do Pantanal completou, em 2022, cinco anos de existência e se propõe a explorar e focar em seus trabalhos contemporâneos um dos biomas mais preciosos da Humanidade, o Pantanal, que se estende pelo Brasil, Bolívia e Paraguai, países que têm o estado de Mato Grosso do Sul como adjacente e é considerada a maior área inundável do planeta. 

Fernão Capelo e Gaivota 

A mistura potente da arte de diferentes cantos do país se tornou realidade em uma elogiada produção audiovisual, que agora ganha os palcos com a primeira parada em Belo Horizonte. Cantata cênica para coro infantil, balé e orquestra, a montagem rompe as fronteiras geográficas conectando a formação mineira a jovens artistas do Programa Vale Música, projeto autoral do Instituto Cultural Vale. 

“Fernão Capelo Gaivota”, best-seller escrito por Richard Bach, narra a história de uma gaivota para a qual voar não seria simplesmente um ato para se locomover. Voar é uma arte e, como tal, deve ser treinada, praticada e compartilhada com os demais, gerando grandes transformações. Uma história sobre a liberdade, a aprendizagem e o amor, que recebe as notas orquestradas nessa adaptação assinada pelo maestro Rodrigo Toffolo e que conta ainda com nomes de peso como Tim Rescala, autor da música original, e a narração conduzida pela doce voz da atriz Nina Vogel. 

A estreia do espetáculo acontece no dia 14 de julho, no Grande Teatro do Sesc Palladium, às 20h. No dia 19 de julho, os artistas voltam ao palco, desta vez no Teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro, às 20h. 

Para Márcia Rolon, coordenadora do Instituto Moinho Cultural Sul- Americano (MS), projeto que deu origem à Cia. de Dança do Pantanal, esse trabalho foi desafiador, mas promete um resultado esplêndido. “Essa busca pela perfeição, presente em Fernão Capelo Gaivota, é algo que nós, bailarinos, perseguimos constantemente, por isso também nos identificamos tanto com esse trabalho. A música é leve, é suave, é alegre, é infantil e ao mesmo tempo muito profunda. Ela fala de diversidade e traz todos os pontos da história do livro de uma maneira muito concreta, é uma leitura musical”.   

 
Festival Dança em Trânsito - Migrantes 

A Cia. de Dança do Pantanal apresenta no dia 16 de julho no Festival Dança em Trânsito o espetáculo Migrantes. O coreógrafo da Cia de Dança do Pantanal, Wellington Julio, explica que o espetáculo se trata do vai e vem e das dores e alegrias causadas por este movimento feito por migrantes e imigrantes. 

cia de dança_1O espetáculo "Migrantes" foi criado a partir de depoimentos colhidos no processo de criança, tanto migrantes quanto de imigrantes. Foto: Divulgação

“Migrantes é um trabalho que conta um pouco sobre a realidades do que vêm e vão. Várias vezes, essas pessoas são esquecidas. E a apresentação fala um pouco dos amores que a gente deixa para trás quando saímos de um lugar em busca de algo novo. Fala também sobre a felicidade e sobre ser acolhido. Muitas vezes, a gente quer cantar, falar, ser ouvido e, às vezes, a gente não consegue. Dependendo do tom da sua pele, do formato do seu rosto ou do seu corpo. Dependendo de quem lhe puxa para trás e para frente também”, afirma. 

O espetáculo foi criado a partir de depoimentos colhidos no processo de criança, tanto de migrantes quanto de imigrantes. Os depoimentos se tornaram movimentos que, agora, são apresentados pelos bailarinos da companhia. 

A apresentação será em Belo Horizonte, no dia 16 de julho, às 10h, na Praça da Liberdade. 

Sobre a Cia de Dança do Pantanal 

A Cia de Dança do Pantanal foi criada em 2017, na cidade de Corumbá/MS, fronteira com a Bolívia, sendo uma das ações integradas do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, que já tem 18 anos. O intuito desde o início do grupo é de proporcionar acesso e oportunidade de profissionalização de bailarinos oriundos de projetos sociais sul-americanos, bem como representar o território pantaneiro, divulgando a dança com repertórios que incluem peças neoclássicas e contemporâneas, criadas por coreógrafos nacionais e internacionais. 

Serviço: Cia de Dança do Pantanal tem duas apresentações diferentes este mês nas cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro:   

BELO HORIZONTE 

  • 14 de julho – Fernão Capelo Gaivota no Grande Teatro do Sesc Palladium - 20h 
  • 16 de julho – Dança em Trânsito/Migrantes – na Praça da Liberdade – 10h 

  

RIO DE JANEIRO 

  • 19 de julho – Fernão Capelo Gaivota no Teatro Riachuelo – 20h 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá