Menu
terça, 22 de setembro de 2020
Andorinha - Linha em Operação
Andorinha - Linha em Operação
Geral

Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas visita Operação Ágata XII

16 setembro 2020 - 13h45Redação com informações da Ascom MB

Nesta terça-feira (15), o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, acompanhando de comitiva, visitou às ações da Operação Ágata XII, em Corumbá, na fronteira Oeste de Mato Grosso do Sul (MS).

As ações tiveram início no Navio Transporte Fluvial Almirante Leverger, subordinado ao Comando da Flotilha de Mato Grosso (Comflot), com a apresentação das ações fluviais realizadas pela Força Naval Componente da Operação ao longo do Rio Paraguai e embarque na Lancha de Operações Ribeirinhas Excalibur II.

Em seguida, a comitiva deslocou-se à área de operação da Força Terrestre Componente, no Posto Lampião Aceso, localizado na BR262. No local, foram apresentadas as atividades realizadas nos Postos de Bloqueio de Controle de Estrada distribuídos nas regiões de Corumbá, Ladário, Porto Murtinho, ao longo da faixa de fronteira de Mato Grosso do Sul.

Estiveram presentes na visita, também, o Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas; Comandante de Operações Terrestres, General de Exército José Luiz Dias Freitas; Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Alipio Jorge Rodrigues da Silva; Comandante Militar do Oeste (CMO), General de Exército Fernando José Sant’ana Soares e Silva; Chefe de Operações Conjuntas do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar; Comandante do 6º Distrito Naval, ContraAlmirante Sergio Gago Guida; Comandante da ALA 5, Brigadeiro Luiz Cláudio Macedo Santos; entre outros militares.

Aproximadamente 800 militares participam da 12º operação Ágata em combate a crimes transfronteiriços. Foto: Divulgação MB

A Operação, cuja principal característica é envolver diversas agências nas esferas Federal e Estadual, teve início no dia 14 de setembro e conta com o emprego de cerca de 800 militares, meios navais, aéreos e terrestres da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro, além de integrantes da Força Nacional de Segurança Pública, Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – MS, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e Polícia Civil.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia Local
Abaixo do esperado, dia das crianças deve movimentar R$ 6,39 mi na região
Atualização Covid
Corumbá registra baixo número de positivos nas últimas 24 horas
Socorro Urgente
Famílias são resgatadas de incêdio gigantesco no Pantanal
Economia
Comerciantes paraguaios protestam pela abertura da fronteira com o Brasil
Meio Ambiente
Força-tarefa investiga número de animais mortos no Pantanal
Economia
Indústria de MS recupera mesmo patamar de produção anterior à Covid-19
Oportunidade
IFMS abre inscrições para 13 vagas na graduação em Corumbá
Ronda Ostensiva
Perseguição policial prende suspeito de tráfico de drogas
Cerimônia Ecumêmnica
Líderes religiosos homenageiam vítimas da Covid e clamam por chuva para o Pantanal
Corumbá
Moto é recuperada em patrulhamento no Guatós

Mais Lidas

Comoção
Assassino da professora Nádia Sol vai a júri popular em outubro
Atualização Covid-19
MS inicia semana com registro de 7 óbitos e 185 novos casos de Covid
242 anos
Ato cívico celebra aniversário da cidade e homenageia vítimas da Covid-19
Meteorologia
Previsão de chuva em 77 dos 79 municípios do Estado nesta segunda-feira