Menu
quarta, 22 de maio de 2024
Câmara de Corumbá - Maio Amarelo 2024
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Chamada que busca soluções para o turismo em áreas naturais no Brasil encerra inscrições neste domingo (16)

15 agosto 2020 - 08h33Ascom Fundação O Boticário

Depois de mais de quatro meses de distanciamento social, aos poucos, as atividades turísticas são retomadas no Brasil. Destinos em áreas naturais deverão estar entre os mais procurados por turistas no pós-pandemia. Com o intuito de alavancar esse setor no país, está em andamento um processo de cocriação de soluções. As melhores propostas apresentadas à teia de soluções serão conectadas e os melhores projetos receberão apoio financeiro da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza para serem viabilizados. As inscrições seguem até o próximo domingo (16 de agosto) e podem ser feitas pelo site. 

“Existe uma forte expectativa de que o turismo nacional ganhe mais força no pós-pandemia, principalmente o de natureza. A tendência é de que o público opte por viagens curtas, mais baratas, que possam ser feitas de carro, com a família e amigos, evitando aglomerações. No Brasil, temos uma diversidade de paisagens muito grande no litoral e dentro de áreas protegidas. São destinos seguros, ao ar livre, que atendem às novas expectativas dos viajantes”, afirma o coordenador de Projetos Ambientais da Fundação Grupo Boticário, Emerson Antonio de Oliveira.

A teia de soluções foi lançada neste ano com o objetivo de envolver e conectar diferentes atores da sociedade em busca de soluções para quatro grandes demandas mapeadas. Os desafios envolvem soluções para observar animais e plantas, novos modelos de negócios que tenham o turismo de natureza no planejamento, inovações que melhorem a experiência do turista e mecanismos que contribuam com o engajamento do visitante a favor da proteção do meio ambiente.

As melhores soluções serão desenvolvidas com acompanhamento online de consultores voluntários e especialistas da Fundação para que se tornem economicamente viáveis e replicáveis em grande escala. Ao final desse processo, serão destinados até R$ 2 milhões para que os melhores projetos sejam viabilizados e escalonados.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Começa amanhã consulta a maior lote de restituição do IR da história
Economia
Quase 50 mil pessoas buscam negociar dívidas em MS
Saúde
Projeto que institui vacinação nas escolas vai à sanção presidencial
Na Zona Rural
Vereador quer equipes da Assistência Social, atendendo assentamentos de Corumbá
Segurança
Táxis de Corumbá tem até 21 de junho para implantar QR Code de identificação
Transporte
Corumbá abre credenciamento para 30 autorizações de mototáxi
Marinha e Bombeiros
Idosa vítima de AVC é resgatada por aeronave em fazenda do Taquari
Incentivo
Agricultores familiares de Corumbá entregam 3 toneladas de alimentos no lançamento do PPA
Infraestrutura
Interditada: ponte sobre o rio Paraguai recebe 3ª concretagem neste no fim de semana
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski

Mais Lidas

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Na Câmara
Projeto de Lei Municipal torna laudos de TEA permanentes
Investigação
Padre de MS é denunciado por relacionar bruxaria e satanismo à tragédia no RS
Segurança
Denúncia de moradora recupera moto furtada no bairro Vila Mamona