Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Cezário pede licença do cargo de presidente da federação

28 maio 2024 - 10h13Anahi Zurutuza, CG News

Quase uma semana depois de ir para a cadeira, o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário de Oliveira, de 77 anos, quebrou o silêncio. “Lenda” do futebol sul-grossense, pela perenidade no comando da entidade, o dirigente diz ser inocente das acusações de desvios milionários da verba para fomentar o esporte e pediu afastamento das funções.

Em nota, assinada por ele às 11h45 desta segunda-feira (27) e enviada à reportagem por seu advogado, André Borges, Cezário diz que permanecerá “obediente ao ordenamento legal e às determinações judiciais, enquanto aguarda providências estatutárias para seu formal licenciamento das funções de presidente da FFMS, que honradamente foram confiadas pela família e companheiros do futebol estadual”.

O objetivo do afastamento, segundo Cezário, é “preservar a FFMS, seus filiados e campeonatos”.

O investigado na Operação Cartão Vermelho, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) abre a nota de esclarecimento falando da “repercussão e boatos” sobre o fato de ter sido alvo da força-tarefa. “A verdade dos fatos será demonstrada no curso das investigações e processos”.

Diz ainda que provará “a total legalidade dos atos praticados” por ele como presidente da FFMS. 

E o tribunal?

Presidente do TJD-MS, Patrick Hernands Santana Ribeiro afirma que não recebeu o pedido de licença formalmente ainda. Por isso, por enquanto, não há efeito prático, embora o afastamento não precisa da chancela do tribunal. "O problema será sobre a nomeação do substituto", adiantou.

Patrick prevê imbróglio na escolha do novo comando, já que o artigo 32, inciso XV, do Estatuto da FFMS estabelece que o próprio presidente nomeie o substituto.

"O Estatuto da FFMS fala que o presidente escolherá entre seus vices o seu substituto por motivo de viagem ou de força maior. Mas certamente irão questionar a validade do ato dele, na situação que ele se encontra", diz Patrick Hernands. 

Trecho do Estatuto da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul que fala sobre a subtituição por "motivo de força maior" (Foto: Reprodução) 

Cartão Vermelho

Na terça-feira (21), o Gaeco levou Francisco Cezário de Oliveira para a cadeia, por suspeita de comandar esquema para desviar milhões da FFMS. A casa do presidente – imóvel de alto padrão, localizado na Vila Taveirópolis, na Capital – foi vasculhada e no local, agentes apreenderam mais de R$ 800 mil em espécie.

Contra Cezário há mandado de prisão preventiva (por tempo indeterminado). Como ele é advogado com registro ativo, o trabalho foi acompanhado por representantes da Comissão de Defesa e Assistência das Prerrogativas dos Advogados de Seccionais da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e ele foi levado para cela especial no Presídio Militar Estadual.

André Borges, responsável pela defesa de Cezário, afirmou que a quantia encontrada na casa tem origem lícita. “Não é crime manter dinheiro em casa. Tem origem lícita, que no momento oportuno será declarada”. 

Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui para seguir o Canal do Capital do Pantanal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá