Menu
sábado, 04 de julho de 2020
Andorinha - Medidas Preventivas Coronavírus
Andorinha - medidas preventivas
Geral

Carteira Verde e Amarela atenderá 30 milhões do auxílio emergencial

30 junho 2020 - 14h30Midia Max

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (30) que o programa para geração de empregos formais, com a retomada do projeto Carteira Verde e Amarela, vai atender cerca de 30 milhões de trabalhadores que estão recebendo o auxílio emergencial de R$ 600, por parcela, pago em razão da pandemia da covid-19. A afirmação foi feita em audiência pública virtual, promovida pela Comissão do Congresso que acompanha a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao novo coronavírus (covid-19).Carteira Verde e Amarela atenderá 30 milhões do auxílio emergencial

Segundo o ministro, com o pagamento do auxílio emergencial o governo descobriu “38 milhões de invisíveis no Brasil”. “Simplesmente não há registro. Isso vai desde a pessoa humilde, do faxineiro, do vendedor de balas nos sinais de trânsito que a gente encontra – ou encontrava – todo dia”, disse.

“Entre esses invisíveis, 8, 9, 10 milhões são realmente muito pobres. Já os outros 25 a 30 milhões são empreendedores, são trabalhadores por conta própria, é gente que está por aí se virando, ganhando a vida, e que vai ser objeto de um próximo programa nosso, que vai ser o Verde e Amarelo, para darmos dignidade a essas pessoas que lutam em defesa da própria vida, da vida das suas famílias e que estão completamente desassistidas pelo estado”, disse, na audiência virtual.

No dia 9 deste mês, Guedes havia informado que haverá a unificação de vários programas sociais para a criação do programa Renda Brasil, que deve incluir os beneficiários do auxílio emergencial.

Já com o programa Carteira Verde e Amarela, umas das bandeiras de campanha de Bolsonaro, o governo pretende flexibilizar direitos trabalhistas como forma de facilitar novas contratações.

Em novembro de 2019, o governo editou a Medida Provisória nº 905, que criou o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, para facilitar a contratação de jovens entre 18 a 29 anos, mas ela perdeu a validade antes de ser aprovada pelo Congresso, em abril deste ano.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19
Corumbá registra 390 casos positivos de COVID-19 nesta sexta
Cidade
Centro de Especialidades Médicas é entregue e materializa sonho da população Corumbaense
Covid-19
Grávida infectada pelo coronavírus faz cesária de emergência e morre em hospital de MS
Política
Governo ainda estuda recriar Ministério da Segurança, diz Mendonça
INSS
INSS cria alternativa para obter documentos durante pandemia
Covid-19
Após anular compra, Porto Murtinho reabre pregão para raio-x com verba da Covid-19
Turismo
Com 10 novos casos de coronavírus e reabertura de turismo, Bonito faz apelo para moradores
Policial
Motorista diz que está levando soja, mas polícia acha R$ 3,7 milhões em cigarro
Educação
MEC anuncia repasse de R$ 200 milhões para universidades e institutos
Covid-19
Nove terminais de Campo Grande recebem desinfecção nesta sexta-feira

Mais Lidas

Covid-19
Corumbá registra 390 casos positivos de COVID-19 nesta sexta
Recorde
Corumbá registra mais 42 infectados; maior aumento diário desde o inicio do isolamento na cidade
PRF
Jeep furtado é impedido de atravessar para Bolívia pela segunda vez em um ano
Covid-19
Grávida infectada pelo coronavírus faz cesária de emergência e morre em hospital de MS