Menu
segunda, 25 de outubro de 2021
Andorinha - Setembro e Outubro
Andorinha - Outubro e Novembro - MOBILE
Geral

Carnaval Cultural encanta foliões na última noite de festa

10 fevereiro 2016 - 11h44Gesiane Medeiros
A última noite de folia na cidade foi marcada pela grande presença popular, todos com a animação de quem não queria encerrar a festa. O carnaval cultural de Corumbá é democrático e sempre arrasta multidão para a passarela do samba, este ano não foi diferente, milhares de pessoas foram conferir o carnaval dos velhos tempos. A corte de Momo juntamente com a sempre convidada Maria Quitéria abriram o desfile que foi seguido dos bonecões, desfile de corsos (carros da década de 50 a 70) e fuscas. As pastorinhas esbanjaram jovialidade com belos vestidos inspirados na época medieval; a ala dos marinheiros misturavam homens e mulheres que homenageiam os militares; o bloco do Frevo não deixou o desanimo chegar, o grupo composto por bailarinos atravessou a avenida apresentando passos de tirar o fôlego; os cordões Cinelândia, Cravo Vermelho, Flor de Corumbá e Paraíso dos Foliões se divertiram cantando as tradicionais marchinhas que fazem sucesso até hoje. O bloco dos palhaços coloriu a passarela com uma grande brincadeira entre amigos e famílias inteiras, as pessoas se encontram cedo para fazer a maquiagem. Pintar o rosto para brincar o carnaval é uma tradição que se fortalece cada ano em Corumbá. O palhaço é a representação mais pura da alegria e nesse bloco não tem idade para se divertir, os Arlequins, Pierrôs e Colombinas podem ser crianças, adultos ou até mesmo os idosos, basta ter animação. Este ano o bloco contou inclusive com a participação do prefeito Paulo Duarte entre seus foliões.Durante uma semana os corumbaenses deixaram a tão falada crise econômica de lado e se preocuparam apenas com a  diversão, como diz o ditado popular: o ano parece só começar depois do carnaval. Para o prefeito Paulo Duarte a expectativa foi superada, "muitos foram os boatos espalhados nas redes sociais, mas o povo não se deixou levar e saiu as ruas para se divertir, eu mesmo percorri o circuito da passarela e conversei com as pessoas, todos se mostraram muito satisfeitos", diz o prefeito. Ainda esta semana, a Fundação de Turismo deve divulgar as pesquisas realizadas pelo seu observatório,  sobre o impacto do carnaval na economia da cidade. O Carnaval Cultural de Corumbá é uma realização da Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura, e envolve diversos órgãos da administração corumbaense como a Fundação de Turismo, Coordenadoria de Segurança, Agetrat, secretarias de Saúde, de Assistência Social e Cidadania, de Indústria e Comércio, de Infraestrutura, de Fazenda e Planejamento, de Governo, de Educação, da Fundação de Meio Ambiente, além da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, DOF e a parceria do Governo do Estado. O evento este ano contou com o patrocínio da Cervejaria Burguesa, da Viação Cidade Corumbá e do Dolce Café.   [gallery columns="4" ids="511186,511187,511188,511189,511190,511191,511193"]

Deixe seu Comentário

Leia Também

Flagrante
Dois turistas são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória no rio Miranda
Alerta
Últimos dias para inscrições em editais da Funarte
Imunização
Quem pode se vacinar contra Covid neste fim de semana
1 hora a menos
Agepan defende o retorno do horário de verão para economia de energia em MS
74 vagas
Concurso público da Sanesul recebe inscrições até 11 de novembro
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19
Orientação
O que fazer para prevenir problemas durante e após temporais
CNH MS Social
Programa de habilitação gratuita já tramita na Assembleia Legislativa
Tempo
Chuva ganha força a partir deste sábado e pode trazer nova tempestade para MS
Precaução
Tradicional Procissão Fluvial é cancelada devido previsão de mal tempo

Mais Lidas

Causa não definida
Motorista de ônibus fretado com 42 passageiros perde o controle e colide na mureta da ponte
Dom Bosco
Homem baleado pede socorro em escola, mas não resiste e morre
Desdobramento
Embarcação que naufragou e fez sete vítimas no rio Paraguai não era de transporte turístico
Boletim Epidemiológico
MS volta a registrar mortes por Covid-19