Menu
quinta, 17 de junho de 2021
Andorinha - Maio
Andorinha - Maio
Geral

Caravana da Saúde supera 140 mil atendimentos em 12 municípios

14 maio 2016 - 12h11Redação
Depois de percorrer 62 municípios, a Caravana da Saúde deverá bater recorde de atendimento em Campo Grande, que concentra a 11ª edição do maior programa de atenção às pessoas já realizado no Estado. A coordenação da ação governamental estima que perto de meio milhão de procedimentos médicos e de outros serviços gratuitos serão realizados até o seu encerramento, que deve se prolongar até setembro. Na passagem da Caravana pelas dez microrregiões, que concentram 57% da população de Mato Grosso do Sul, foram atendidas 140 mil pessoas com 380 mil procedimentos e um total de 28 mil cirurgias, das quais 23,8 mil de catarata. Com base no fluxo de milhares de pessoas ao Centro de Convenções Albano Franco de 17 municípios da microrregião de Campo Grande, a Caravana superará sua meta na última edição. “Vamos chegar perto de meio milhão de procedimentos”, projetou o coordenador do programa, médico Marcelo Henrique de Mello, lembrando que novas especialidades foram incluídas nesta etapa da ação com a participação de novos parceiros, como a Cies Global. A partir do dia 20 serão oferecidos exames de colonoscopia, endoscopia, eletroneuromiografia, ultrassonografia e cirurgia de varizes. O agendamento de consultas teve início no dia 10 e já somam 6.191 atendimentos somente na área oftalmológica até esta sexta-feira. As cirurgias de catarata, que iniciaram no dia 12, registram 1.236 pacientes operados. Em quatro dias – de terça a sexta-feira – o número de procedimentos chegou a 25 mil, informou o coordenador. A expectativa do governo estadual é encerrar o programa com 45 mil cirurgias gerais realizadas nas 11 microrregiões, meta anunciada pelo governador Reinaldo Azambuja ao anunciar que a megaestrutura será mantida na Capital até que a última pessoa agendada seja atendida. Estão previstas 35 mil consultas oftalmológicas e 12 mil cirurgias de catarata, que seguem até junho. Mobilização O restante estimado é de consultas em ortopedia, neurologia, psiquiatria, endocrinologia, reumatologia, dermatologia, urologia, angiologia otorrinolaringologia, cardiologia e pediatria (10,8 mil procedimentos); cirurgias eletivas em hospitais da rede credenciada (quatro mil procedimentos) e exames de ressonância, ultrassonografia, tomografia, endoscopia, eletroencefalografia, eletrocardiograma, ultrassonografia com Doppler, endoscopia e eletroneuromiografia (11 mil procedimentos). Os dias de mobilização geral (Dias D) serão realizados em três finais de semana do mês, iniciando-se neste sábado com a presença do governador Reinaldo Azambuja no complexo instalado no Albano Franco. Exclusivamente nessas datas, pacientes terão acesso aos exames de colonoscopia, endoscopia, letroneuromiografia, ultrassonografia e cirurgia de varizes.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Autor de atropelamento na Rio Branco é comissionado da Prefeitura de Corumbá
SAÚDE
Corumbá leva vacina contra a Covid-19 para a região do Taquari
POLICIAL
PMA apreende 1.289 kg de droga com adolescente paraguaio
TURISMO
Turismo de MS participa de webinar nesta quarta-feira e se aproxima do mercado irlandês
PROTESTO
Ciclistas fazem protesto após morte de empresária na Rio Branco
ECONOMIA
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial
SAÚDE
Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V
CIDADE
Prefeitura de Corumbá determina abertura de comércio
CORONAVÍRUS
Com 25 mil casos em 15 dias, junho pode bater recorde de infectados por covid em MS
GERAL
Homem sofre queda de telhado e fica ferido

Mais Lidas

GERAL
Autor de atropelamento na Rio Branco é comissionado da Prefeitura de Corumbá
POLICIAL
Mulher é presa por descumprimento de medida protetiva
POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Parque do Mangueiral em Ladário
GERAL
Homem é esfaqueado pelo filho no Sassida