Menu
domingo, 03 de março de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Cano estourado ha cinco dias alaga alameda no Popular Nova

03 outubro 2018 - 09h46Sylma Lima
Alameda alagada. Foto: Victor Viegas

Moradores da Alameda Augusto Amaral,entre as ruas São Paulo e Minas Gerais, no bairro Popular Nova, parte alta da cidade, não tem mais a quem recorrer para a empresa de saneamento  (Sanesul) atenda o pedido dos moradores e conserte um cano que estourou há cinco dias e ninguém toma providencias.

 A alameda, apesar de lajotada, já se transformou numa piscina. E moradores alegam que foram até a empresa pedir, “ já ligamos e tomamos todas as providencias, mas eles não retornam”, disse Maria Creonice dos Santos. Segundo vizinhos ninguém sabe o porque do rompimento do encanamento, mas pode ser devido a passagem de caminhões pesados uma vez que há uma obra na localidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dia D
Municípios de MS participam de mobilização nacional em combate à Dengue
Ecoa Pantanal
Relatório alerta sobre o efeito cumulativo das barragens no Pantanal
Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em obras
Seilog garante que travesseia na ponte do rio Paraguai é segura
10 horas no trajeto
Criança é resgatada no Pantanal com miçanga no nariz
Em 5 cidades
Classificados para 3ª fase do Voucher Desenvolvedor participam de vivência no Senac
Campanha Nacional
Dia D contra a dengue convoca população a eliminar focos do mosquito
Atrasado
MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni
Aposta
Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado
Destaque
Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

Mais Lidas

Plantão
Passageira sofre fratura exposta e é abandonada por motociclista
Em ônibus fretado
Três bolivianos são flagrados com 3,1 kg de cocaína nos calçados
Benefício
Prefeito assina decreto que regulamenta aumento no plantão de profissionais da saúde
Necessário
Recadastramento em programa do Governo que paga a conta de luz segue até 10 de maio