Menu
quinta, 25 de julho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Cana-de-açúcar: moagem alcança 45 milhões de toneladas em MS

Com a pandemia, usinas desaceleraram produção de etanol e redirecionaram a matéria-prima para produção de açúcar

13 janeiro 2021 - 09h39Da Redação

A safra de cana-de-açúcar 2020/2021 acumula 45 milhões de toneladas processadas em Mato Grosso do Sul. A quantidade, contabilizada até 31 de dezembro de 2020, ultrapassa a última temporada que somou 44,2 milhões de toneladas no mesmo período (+1,8%). Os dados são da Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul).

A menor ocorrência de chuvas nas áreas de lavouras nas últimas quinzenas, segundo o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, contribuíram para o avanço na colheita. “Apesar do período de entressafra, o favorecimento do clima permitiu que as unidades em operação progredissem na colheita com mais velocidade no campo, alcançando em termos de quantidade a safra passada”, afirma.

Outro destaque da temporada é a melhora da qualidade da matéria-prima que atingiu 142,39 kg por tonelada de cana no período acumulado da safra, aumento de 3,7% na concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR/TC).

Etanol e Açúcar

Até a segunda quinzena de dezembro a produção de etanol somou 2,7 bilhões de litros, volume 13% menor comparado ao ciclo anterior. Desse total, 2 bilhões de litros correspondem a etanol hidratado (-18%) e 667 milhões de litros de anidro (-4%).

A produção de açúcar alcançou 1,73 milhão de toneladas, quantidade 140% maior com relação à safra passada e que se aproxima do recorde de produção do alimento no Estado registrado em 2017, quando atingiu 1,74 milhão de toneladas de açúcar.

Os números de produção são refletidos no mix das indústrias que indicou aumento de 127% da matéria-prima para a produção de açúcar.

Com a chegada da pandemia, as usinas desaceleraram produção de etanol e mais que dobraram quantidade de matéria-prima para produção de açúcar que saltou de 12% para 28% no comparativo com a safra passada. Ainda assim, o percentual para a produção de etanol é de 72%, dentro da média esperada para o Estado, que é o quarto maior produtor do biocombustível no País.

O presidente da Biosul explica que Mato Grosso do Sul vem de duas safras extremamente alcooleiras “favorecidas pelas condições de mercado, com uma melhor remuneração para o etanol e a consolidação do RenovaBio que fizeram com que o mix de produção do biocombustível chegasse a 90%”.

Segundo Hollanda, esse cenário mudou no último ano com a chegada da pandemia, fazendo com que as unidades readaptassem esse mix por conta, principalmente, da redução no consumo de combustível, redirecionando a matéria-prima para a produção de açúcar. “Para complementar tivemos a valorização do dólar, com alta de 30% com relação a 2019, e as cotações do adoçante que também se comportaram em alta, tornando o mercado internacional novamente atraente para o açúcar”, explica.

Mercado

As mudanças no perfil de produção sucroenergética do Estado contribuíram para o saldo positivo da balança comercial do Estado. A exportação de açúcar, de janeiro a dezembro de 2020, atingiu receita de US$ 299 milhões. O número é do sistema Comex Stat do Ministério da Economia e indica aumento de 346% com relação às vendas externas no mesmo período do ano passado, quando registrou ganho de US$ 67 milhões.

Em quantidade, 1,1 milhão de toneladas do adoçante foram embarcadas pelo Estado em 2020, um aumento de 371% com relação a 2019.

Com os resultados acima, a participação do açúcar na balança comercial do Estado correspondeu a 5%. Canadá, Argélia e China foram os principais mercados de destino do açúcar sul-mato-grossense.

Biosul

A Biosul – Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul - é a entidade que representa a indústria sucroenergética do Estado. Foi criada em 2009, com perfil voltado para o associativismo, fruto do interesse setorial em comum do Sindal-MS, Sindaçúcar-MS e Sinergia-MS (Sindicatos das Indústrias de Fabricantes de Álcool, de Açúcar e de Geração de Energia Elétrica de Pequeno e Médio Porte). Atualmente, todas as usinas em operação em Mato Grosso do Sul estão associadas à Biosul.

Mais informações: www.biosulms.com.br 

Fotos: Divulgação

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Permeando a Capoira
Corumbá vai receber projeto de valorização da capoeira em MS
Olimpíadas 2024
Grandes nomes do esporte buscam o Olimpo nos Jogos de Paris
Economia Nacional
Prévia da inflação em julho fica abaixo da taxa de junho, aponta IBGE
Aposta
Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 65 milhões
Difícil acesso
Incêndio na Nhecolândia teve inicio em caminhão atolado
Boletim Diário
Altas temperaturas e rajadas de até 43 km/h aumentam os focos de incêndio em MS
Tempo
Previsão é de calor para esta quinta-feira em todo o Mato Grosso do Sul
Corumbá segue com máxima de 35°C
Ação Conjunta
Carro furtado em Ladário é recuperado horas depois na Bolívia
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia
Incentivo
Corumbá tem 40 vagas em capacitação com bolsa de R$ 600 para mulheres em vulnerabilidade social

Mais Lidas

Data confirmada
Convenção do PSB em Corumbá será dia 31 de julho
Na Apa Baía Negra
Brigada voluntária interrompe churrasco em fogo de chão e alerta para risco de incêndio
Maconha e cocaína
Duas pessoas são presas em flagrante por tráfico de drogas em Corumbá
Casa Verde
Furto de fiação elétrica deixa Central de Regulação em Saúde de Corumbá sem energia