Menu
quinta, 20 de junho de 2024
Câmara - Queimadas 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

‘Buxexa’ tem até hoje para se defender da acusação de propaganda eleitoral antecipada

24 setembro 2020 - 09h39Redação Capital do Pantanal

De acordo com o calendário das Eleições Municipais 2020, divulgado pelo Tribunal de Justiça Eleitoral (TSE), somente a partir de 27 de setembro, os candidatos à prefeito e vereador podem iniciar suas campanhas políticas. Porém, segundo representação do Ministério Público (MP), assinada pelo promotor eleitoral Luciano Bordignon Conte, da 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá, o ex-vereador Augusto do Amaral, mais conhecido como ‘Buxexa Amaral’, desrespeitou as determinações e pediu voto para sua candidatura dentro do órgão público, mencionando seu número verbalmente no dia 17 deste mês. O ex-vereador foi notificado nesta terça-feira (22) e deve apresentar defesa até o final da tarde de hoje, quinta-feira (24), quando se encerra o prazo de 48 horas.

Segundo informações da representação do MP, ‘Buxexa’, que ainda não aparece no site de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do TSE como candidato no município, teria mencionado o número de sua candidatura por duas vezes ao encontrar o chefe do Cartório Eleitoral da 7ª Zona Eleitoral, Anselmo Nina Júnior, dentro do prédio do Ministério Público, localizado na rua América, 1880, região central de Corumbá. Anselmo ainda teria o perguntado se ele tinha certeza de que iria pedir voto dentro do órgão público, e ‘Buxexa’ teria respondido que sim. Além do chefe do cartório eleitoral, outros três eleitores servidores públicos teriam ouvido a divulgação irregular de ‘Buxexa’.

O pré-candidato desmente que tenha realizado tal ato, afirma que foi ao local para obter senha de um processo que move contra o promotor e que está sendo alvo de perseguição. Afirmou ainda que vai apresentar sua defesa e representar contra o promotor eleitoral Luciano Bordignon no Conselho Nacional do Ministério Público. O promotor, disse está tranquilo quanto a sua representação.

Candidatos devem ficar atentos e respeitarem o período determinado para campanha política, propaganda eleitoral antecipada é crime e pode gerar multa de até R$ 10 mil ou equivalente ao custo do anúncio, se este for maior.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evento
Corumbá recebe etapa Pantanal do Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Ações Climáticas
Destaque
Corumbá debate o Paradesporto em Festival da Inclusão na Apae
No Pantanal
Vereador pede instalação de hidrante para combate a incêndios em Forte Coimbra
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá
50% + que 2023
Governo de MS libera R$ 72 milhões das emendas parlamentares de 2024
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Economia
Conselho aprova 86 cartas consulta que pleiteiam R$ 175 milhões em financiamentos pelo FCO
Meio Ambiente
ONGs destacam importância do trabalho conjunto no combate à incêndios no Pantanal
Tempo
Quinta-feira tem chance de chuva em parte do estado, mas em Corumbá o calor continua
Meio Ambiente
Falta de navegabilidade já impacta atuação de combate ao fogo no Pantanal

Mais Lidas

Queimadas
Fogo destrói ponte de madeira na Estrada Parque
Ladário
Incêndio atinge região da Apa Baía Negra
Queimada
Fogo cresce na região do Bracinho e brigada da Apa Baía Negra fica sob alerta
Fronteira
Operação conjunta apreende 2 toneladas de mercadorias irregulares, Ilhamas empalhadas e cocaína