Menu
segunda, 17 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

BR-163/MS se destaca entre as 5 rodovias federais com melhor desempenho ambiental

21 outubro 2022 - 09h27Assessoria

A BR-163/MS conquistou a terceira colocação entre as 5 concessionárias de rodovias federais mais bem avaliadas no Índice de Desempenho Ambiental (IDA), pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Por meio de uma série de avaliações de indicadores de desempenho socioambiental, a Concessionária ganhou reconhecimento por suas boas práticas de desenvolvimento sustentável dentro do setor de infraestrutura no Brasil.

O IDA acompanha e fomenta as concessionárias a executar ações sustentáveis que visam o desenvolvimento de empreendimentos, com o objetivo de avaliar, estimular e divulgar sua responsabilidade perante o meio ambiente e a sociedade. Além disso, auxilia a ANTT e os demais órgãos públicos na tomada de decisões para formulação de políticas e implantação de programas socioambientais.

De acordo com o gerente de operações da empresa que administra a via, CCR MSVia, Luiz Fernando De Donno, os processos e práticas adotados pela Concessionária contribuem com os compromissos e valores de sustentabilidade em Mato Grosso do Sul. “A inclusão da empresa neste ranking é fruto de um amplo trabalho de gestão e inovação. Envolvemos todos os nossos colaboradores nas ações e isso permite a prévia identificação e gerenciamento de riscos socioambientais de forma mais eficaz”, avalia.

A implantação do IDA pela ANTT está inserida na Agenda Socioambiental e Territorial do Ministério da Infraestrutura (Minfra), para o período 2020/2022, que tem como uma das diretrizes aprimorar a inserção das variáveis socioambiental e territorial nas fases de planejamento, projeto, implantação e operação dos projetos de infraestrutura em todo o País.

Foram avaliados pela ANTT parâmetros como: Política Ambiental Institucional; Certificações Ambientais; Preservação da Biodiversidade; Ações Sociais e Educacionais; Comunidade afetada em áreas sensíveis; Mobilidade e Acessibilidade; Gerenciamento e Redução de Ruídos e Emissões Atmosféricas; Uso da Água; Gerenciamento e Redução de Efluentes; Gerenciamento e Redução de Resíduos Sólidos; Eficiência Energética; Infraestrutura Resiliente e fomento para o desenvolvimento tecnológico na área socioambiental.

O ranking completo pode ser conferido através deste link

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Geral
MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul
Geral
Projeto de protocolo cardiológico de Mato Grosso do Sul é destaque no Conass
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Destaque
Boletim Epidemiológico: MS registra 11.550 casos confirmados de dengue
Geral
Com apoio do Governo, Expotrês apresenta novas tecnologias do agro e leva entretenimento ao público
Geral
No ar boletim Detran Mais Perto, Mais Eficiente da semana de 10 a 14 de junho
Clima
Corumbá amanhece com 25 graus
A máxima neste sábado pode chegar a 36 graus

Mais Lidas

Provisório
Sanesul passa a atender na rua 15 de novembro a partir de segunda (17)
Sítio Pioval
Bombeiros resgatam família ribeirinha cercada pelo fogo
Geral
Diálogo avança e 122 servidores do Detran de MS são promovidos por antiguidade
Esporte
Atletas indígenas são destaque em Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul