Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Bombeiros e Brigadistas combatem incêndios no Pantanal de Nabileque

13 agosto 2020 - 08h59Silvio Andrade da Subcom

Bombeiros de Corumbá se deslocaram nesta quarta-feira (12) para combater um grande incêndio que avança há três dias pelos campos da Fazenda Brasil Fronteira, na região do Nabileque, Pantanal ao Sul de Corumbá. Os proprietários pediram socorro ao 3º Grupamento do CB, que enviou uma viatura e cinco bombeiros para debelar as chamas.

Sem experiência, peões da fazenda não conseguiram controlar o fogo. Foto: Divulgação 

“Tentamos apagar, mas o fogo se alastrava e danificou alguns equipamentos que estavam sendo usados no combate pelos peões”, informou o dono da fazenda, Geraldo Pinheiro. Ele disse que os peões estão manejando o gado, mas como a região enfrenta rigorosa seca e a vegetação muito alta favorecem ao fogo. “Os bombeiros são a nossa última esperança”, completou.

Os bombeiros se deslocaram para a região, de difícil acesso, no final da manhã de ontem, chegando à fazenda após 9h de viagem por estradas boiadeiras. A ação conta com o reforço de uma equipe de cinco brigadistas do PrevFogo. A fazenda fica localizada abaixo do Forte Coimbra, onde o Rio Paraguai sinaliza a fronteira seca entre Brasil e Paraguai.

Dono da fazenda não sabe a origem dos incêndios, que ameaçam cercar seu rebanho. Foto: Divulgação

Fogo no entorno de Corumbá

O Corpo de Bombeiro mantém as ações de combate aos focos de calor no entorno da cidade de Corumbá. Na terça-feira (11), uma equipe realizou o combate direto com abafadores e bombas costais na Baía do Tamengo, próximo à fronteira com a Bolívia. O deslocamento dos bombeiros foi feito por embarcação da Marinha.

Houve também ação para controle de um incêndio no Bairro Alta Floresta, entre Corumbá e Ladário. Na quarta-feira pela manhã, uma equipe de bombeiros deslocou-se ao assentamento Paiolzinho para vistoria da região. O comando das operações monitora a situação na fronteira com a Bolívia: o fogo ameaça atingir os portos do vizinhos país, onde estão atracadas embarcações com combustível.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Palestras
3ª edição da Semana da Saúde do Sesc tem foco nos reflexos da pandemia
SCT 2021
IFMS abre inscrições para Semana de Ciência e Tecnologia
Javaporco
PMA flagra criação ilegal de javalis em propriedade de Dourados
Alerta
De agendamentos a esquemas de 'pirâmides', entenda os maiores golpes do Pix em MS
Retomada
Fundtur recebe inscrições no Programa "Incentiva+MS Turismo" até 5 de outubro
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Balanço
Mais de 50% das drogas apreendidas na Operação Fronteiras e Divisas I são de MS
Economia
Comércio deve facilitar pagamento e ser cauteloso para o Dia das Crianças

Mais Lidas

Denúncia
Homem morre e família acusa médica da UPA de negligência
Imunização
Veja quem pode se vacinar neste fim de semana em Corumbá
Desenvolvimento
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
Bonito
Mulher é multada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida