Menu
sexta, 14 de junho de 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Bicentenário da Independência é marcado por desfile cívico-militar em Corumbá

07 setembro 2022 - 12h18Da Redação

Os 200 anos da Independência do Brasil foram celebrados na manhã desta quarta-feira, 07 de setembro, com o hasteamento da Bandeira Nacional, na praça da Independência, seguido pelo tradicional desfile cívico-militar na avenida General Rondon. A solenidade de hasteamento da bandeira reuniu autoridades civis e militares e população. Os hinos Nacional e da Independência foram executados, em conjunto, pelas bandas do 6º Distrito Naval, da 18ª Brigada de Infantaria de Pantanal e do município Manoel Florêncio.

Na cerimônia na praça, o general-de-brigada Marcelo Zanon Harnisch, comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Pantanal, afirmou ser “um momento de muito orgulho para a 18ª Brigada participar com a população corumbaense das comemorações da Independência do Brasil”. O vice-almirante Paulo Cesar Bittencourt Ferreira, comandante do 6º Distrito Naval, destacou que a comemoração cívico-militar celebram “ a liberdade” e “aqueles que conquistaram nossa independência”. Presidente da Câmara Municipal, vereador Roberto Façanha, ressaltou que celebrar o bicentenário da Independência do Brasil é “muito especial para Corumbá” que reorça a importância de reverenciar “nossos símbolos nacionais”.

Após hastear o pavilhão nacional, o vice-prefeito Dirceu Miguéis Pinto, disse que o 7 de Setembro é “uma data importante para toda a nação”. Representando o prefeito Marcelo Iunes na cerimônia, o vice-prefeito ressaltou que o Brasil “é um país unido por uma mesma língua, apesar da dimensão territorial gigantesca. Somos um país onde a tolerância religiosa, onde o racismo e o preconceito estão sendo extirpados de nossos meios. Um país lindo, livre até de fenômenos naturais (…) Um país que respeita as diferenças e referências de cada um”.

Desfile

Após a cerimônia de hasteamento da bandeira nacional teve início o desfile cívico-militar na avenida General Rondon. Dividido em duas partes, o desfile teve duração aproximada de 40 minutos. Na primeira delas, desfilaram as Forças Armadas e Forças Auxiliares. A apresentação militar contou com a Guarda das Bandeiras Históricas com os pavilhões adotados pelo Brasil desde a chegada portuguesa, em 1500, até a proclamação da República, em 1889. A passagem dos militares contou com representações da Marinha; Exército; Força Aérea; Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Municipal. Os militares ainda apresentaram as viaturas táticas utilizadas no cotidiano das ações de defesa dos rios e território pantaneiro e garantia da segurança pública dos moradores de Corumbá e Ladário.

Na apresentação civil desfilaram representações do Instituto Novo Olhar e das escolas municipais José de Souza Damy; Barão do Rio Branco; Clio Proença; Luiz Feitosa Rodrigues e, encerrando, a Banda Municipal Manoel Florêncio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Capacitação
Qualifica Ladário está com inscrições abertas até 20 de junho
Novidade
Sorveteria de Caio Castro inaugura loja nesta sexta em Corumbá
Evento
Sábado tem Festival de Pipa em Ladário
Em até 9X
Ladário: prazo para incluir taxa do lixo na fatura de água encerra dia 14
Economia
Reunião aprovou prioridades e novas áreas de financiamento do FCO para 2025
Cidadania LGBTQIA+
Certidão de nascimento garante cidadania, direitos e renascimento de novas histórias
Viva a São João
Estão abertas as inscrições para concursos de Andores, Miniandores e Quadrilhas Juninas
Praça da Independência
Cerimônia cívico-militar comemora os 157 da Retomada de Corumbá
Edital
Sindicato convoca trabalhadores da J&F Mineração para Assembleia Geral
Economia
Em novo recorde para o mês, Junta Comercial registrou abertura de 960 empresas em maio

Mais Lidas

Edital
Sindicato convoca trabalhadores da J&F Mineração para Assembleia Geral
Infraestrutura
Moradores falam de melhor qualidade de vida após lajotamento de vias no Cravo Vermelho
24 horas
Colisão entre carro e bicicleta faz duas vítimas na manhã desta quinta
Meio Ambiente
Estudo alerta para escassez hídrica e aumento de mais de 1000% em incêndios no Pantanal