Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Andorinha - campanha dezembro
Andorinha - Dezembro
Geral

Azambuja entrega nesta terça-feira projeto de lei que reduz alíquota do diesel

05 junho 2018 - 08h23Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Acompanhado de representantes de entidades produtivas, o governador Reinaldo Azambuja entrega à Assembleia Legislativa nesta terça-feira (5.6), às 8h30, o projeto que reduz a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do diesel de 17% para 12%.

“Mato Grosso do Sul já tem a menor alíquota do País em relação à gasolina e passa ter agora em relação ao diesel. Entendemos como legítimas as reivindicações dos caminhoneiros. É um setor essencial para o País e trabalhamos incansavelmente para construir essa solução e garantir o direito de ir e vir do cidadão, que é uma cláusula pétrea da Constituição”, disse.

O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi, explicou que a proposta será votada no mesmo dia, em duas votações. “O projeto vai entrar na sessão de amanhã [5.6]. Vamos votar em primeira e abrir uma sessão extraordinária para aprovar em segunda. É uma proposta que afeta a vida de todos e que conta com o apoio dos deputados. Vai tornar o preço do diesel mais competitivo e aumentar a renda do comércio”, disse.

Para o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes, o governador Reinaldo Azambuja tomou uma atitude ousada, ao abrir mão de uma receita importante. “O Sinpetro considera como uma atitude corajosa por parte do governador a redução da alíquota do ICMS do diesel. Enquanto as contas dos estados estão com dificuldades, mesmo assim Reinaldo Azambuja teve a coragem de reduzir o imposto”, declarou o gerente executivo, Edson Lazarotto.

Reinaldo Azambuja em reunião com representantes de diversos segmentos para definição da redução da alíquota do ICMS. Foto: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul.

A solução para o problema foi construída por meio do diálogo com diversos setores. O presidente da Associação Sul-mato-grossense de Supermercados (Amas), Edmilson Verati, afirmou que um prolongamento da greve dos caminhoneiros poderia deixar a população impaciente e resultar em saques no comércio. “O governador Reinaldo Azambuja soube ter sensibilidade de entender a crise e ao baixar a alíquota do diesel ajuda outros estados a fazer a parte deles também”.

Para o caminhoneiro Giuliano Roberto de Souza, a redução da alíquota vai tornar a cobrança mais justa. “Vamos ter a mesma alíquota que São Paulo e Paraná e os postos serão fiscalizados para que essa redução chegue para nós”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Eldorado Brasil oferece mais de 800 vagas para início imediato
Em Mato Grosso do Sul, são ofertadas novas posições para atuar nas unidades de Água Clara, Inocência e Selvíria
Coronavírus
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid-19 e 13 mortes
CONCURSO DA PF
Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas
POLICIAL
Com facada no coração, rapaz é deixado em frente padaria em cidade MS
SERVIÇOS
Em período chuvoso, saiba como receber alertas da Defesa Civil por SMS
PROCESSO SELETIVO
Sebrae abre processos seletivos com vagas na Capital e interior
São dois editais, sendo um para Pessoas com Deficiência. Salários chegam a R$ 4.802,92
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Povo das Águas atende ribeirinhos da parte alta do rio Paraguai a partir do dia 19
TURISMO
Turismo de MS espera vacinação e já planeja duas campanhas para fomentar o setor
SAÚDE
Decreto reabre crédito de R$ 1,6 bi para aquisição de vacinas
CONCURSO PÚBLICO
Edição extra do Diário Oficial traz editais do processo seletivo para contratação de médico

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por violência doméstica no Bairro Cristo Redentor
POLICIAL
Jovem com mandado de prisão em aberto é preso no Loteamento Pantanal
CAMPANHA SAÚDE MENTAL
Janeiro Branco: Profissionais falam da importância de cuidar da saúde mental
GERAL
Energisa inicia Projeto de Eficiência Energética na Base Fluvial em Ladário