Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Azambuja assina decreto de concurso da PM e do Corpo de Bombeiros

28 março 2018 - 08h19Midiamax

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou o decreto do concurso para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar. Serão 650 vagas para nível médio e superior, sendo 450 vagas para a polícia e 200 para os bombeiros militares.

O planejamento do governo estadual é realizar concurso para as carreiras militares todo ano e, com isso, anualmente, 500 militares deverão entrar no quadro.

“É um governo que trabalha com planejamento, trabalha com resultado. Depois de ouvir os comandantes chegamos ao acordo da quantidade de policiais que precisariam ser repostos, e vamos a esse concurso”, informou o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, por meio de nota.

Polícia Militar

Para a PM, foram disponibilizadas 388 vagas para o cargo de Soldado, 50 para Oficial Combatente e 12 para Médico. A exigência é de Nível Médio para Soldado e de Ensino Superior em Direito para Oficial Combatente.

Bombeiro Militar

Para o Corpo de Bombeiros Militar, são 153 vagas para os soldados, sendo exigido Nível Médio. Para Oficiais Combatentes são 23 vagas. Eles são preparados para assumir o comando da corporação.

Haverá a abertura de 12 vagas para o cargo de especialistas de diversas profissões, para a área administrativa, como Engenheiro Civil, Arquiteto, Engenheiro Mecânico, Pedagogo, Assistente Social, profissionais de TI e bacharel na área de Direito. Também serão abertas 12 vagas para médicos.

Confira os requisitos

O governo do Estado já havia antecipado os requisitos para quem vai se inscrever no concurso.

Com relação a escolaridade, tanto para PM como para Bombeiro será exigida da seguinte forma: Para Soldados: Ensino Médio Completo; Para Oficiais Combatentes: Curso de Graduação de Nível Superior em Direito; Para Oficiais Médicos: Curso de Graduação de Nível Superior, com especialização na área exigida pela Corporação (constará no Edital), com registro no Conselho de Fiscalização Profissional e para Oficiais Especialistas: Curso de Graduação de Nível Superior na área exigida pela Corporação (constará no Edital).

Para as duas  instituições os concursos terão as seguintes fases: Fase 1 – Prova Escrita de Conhecimentos, de caráter classificatório e eliminatório; Fase 2 –  Exame de Aptidão Mental (Exame Psicotécnico), de caráter eliminatório; Fase 3 – Exame de Saúde, de caráter eliminatório; Fase 4 – Exame de Capacidade Física, de caráter eliminatório; Fase 5 –  Investigação Social, que abrangerá, também, a investigação da vida pregressa social, civil e criminal, de caráter eliminatório e Fase 6 – Prova de Títulos, exclusivamente nos concursos para ingresso nos Quadros de Oficiais de Saúde e de Oficiais Especialistas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RODOVIA
Vereador reivindica melhorias na BR 262, entrada para o Morro do Urucum
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Vale Universidade divulga lista de pré-habilitados e convoca para nova etapa
GERAL
Azambuja diz que MS cumpre papel no combate à Covid e não tem medo de CPI
Dia da Conservação do Solo
Sistemas agroflorestais biodiversos conservam e melhoram a qualidade do solo
Ação solidária contra a Covid-19:
Primeiro lote de medicamentos para intubação chega hoje ao Brasil
ATROPELAMENTO
Idoso é atropelado na Porto Carreiro e fica ferido
GERAL
Mulher fica ferida após cair da moto no Maria Leite
GERAL
Garagem Lanchonete inaugura filial em Ladário e traz variedades no cardápio
GERAL
PGE integrará o Observatório Estadual da Nova Lei de Licitações
ESPORTE
Prefeitura cria grupo de trabalho para preservar memória esportiva de Corumbá

Mais Lidas

CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
SAÚDE
Corumbá inicia imunização contra a Covid-19 da população ribeirinha do baixo Pantanal