Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Aumento de casos coloca Puerto Quijarro em estado de alto risco de contaminação

20 junho 2020 - 09h16Gesiane Sousa com informações do Ercel Puerto Quijarro

A vice-presidente do Conselho Municipal de Puerto Quijarro (BO), Elda Mercado, afirmou que o município estará sob alto risco de infestação a partir de segunda-feira (22). Uma brigada de médicos chegará à cidade com medicamentos para combater a Covid-19. Segunda líder comunitária, a estratégia deve ser de encapsulamento da região, que não tem estrutura para atender a demanda de casos que só aumenta.

Elda exemplificou que o prefeito e outras autoridades municipais também estão em quarentena. “Peço ao governo nacional atenção ao nosso município, pois os casos foram aumentados”, disse a representante. O comitê determinou que o desastre sanitário municipal é declarado pelo Conselho, e estado de alto risco deve ser aprovado por lei municipal nesta segunda-feira.

Em entrevista cedida a Ercel, através de transmissão ao vivo pelo Facebook, Elda suplica pela atenção das autoridades nacionais à região de fronteira. Elda relata que vizinhos e conhecidos morrem diariamente sem chance de lutar pela própria vida, porque não há recursos médicos disponíveis. A situação é de desastre sanitário. 

A situação sanitária precária na fronteira, sempre foi uma preocupação, não apenas para Bolívia, mas também para Corumbá, que faz divisa territórial e fica exposta a transmissão de doenças. A fronteira seca entre os dois países facilita a travessia e a disseminação de enfermidades.

O site Capital do Pantanal conversou com universitários brasileiros de medicina  na Bolívia. Por serem bolsistas, pediram para não serem identificados. Eles estão profundamente apreensivos com a sitação de incerteza. As aulas que já estão suspensas, ocorrendo apenas pela internet, agora estão cada vez mais distânte da possibilidade de retorno, devido ao aumento acelerado de casos na região. Alguns deles, já estão no último período e temem terem que adiar a conclusão do curso devido a calamidade em Puerto Quijarro. 

Matéria atualizada às 12h20 de 20 de junho de 2020.

 

 

 

 

 

 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor