Menu
sábado, 06 de março de 2021
Andorinha Fevereiro
Andorinha Fevereiro
Geral

Apreensões de drogas pelo DOF em 2016 já atingem 11 toneladas

13 fevereiro 2016 - 13h41Gilmar Lisboa
Balanço divulgado nesta semana pelo DOF revela que em apenas 40 dias o Departamento de Operações de Fronteira já tirou de circulação na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e a Bolívia quase 11 toneladas de drogas. As apreensões expressam o melhor começo de ano do DOF em seus 28 anos de história. As apreensões de drogas realizadas neste início de 2016 representam 95% mais que no mesmo período de 2015 e mais de 750% se comparado ao mesmo período de 2014. A maconha continua saindo de forma mais “pesada” da região Sul do estado, principalmente das cidades de Pedro Juan Cabalero, Ponta Porã, Capitan Bado e Coronel Sapucaia. As maiores apreensões foram registradas na região de Maracaju e Caarapó, com mais de 6 toneladas da droga. O DOF registrou ainda um aumento expressivo de ocorrências do “trafico formiguinha”, aquele em que pessoas tentam passar a droga em ônibus e veículos de passeio, principalmente na BR-463 entre Ponta Porã e Dourados e na BR-262 na região de Corumbá. As apreensões de cocaína e de pasta base de cocaína também aumentaram nesse início de 2016. Ao todo foram 80 quilos de cocaína, mais de 1.000% se comparado ao mesmo período de 2015. Já os mais de 19 quilos de pasta base de cocaína tiradas de circulação, representam 250% de aumento em comparação com o mesmo período do ano passado. Passa de 40 o número de pessoas presas por de tráfico de drogas. Outros 6 abordados estavam com mandados de prisão em aberto e foram presos. O DOF também apreendeu, nesses 40 dias, 17 mil pacotes de cigarro contrabandeados do Paraguai, avaliados em R$ 750 mil; 286 pneus, que no mercado custariam mais de R$ 50 mil; e ainda 8 armas de fogo e269 munições; e recuperou ainda 23 veículos furtados ou roubados. Todas as apreensões realizadas pelo DOF são resultado do estudo sazonal do tráfico e do crime na fronteira, bem como do planejamento operacional pré-carnaval e dos mais de 1.400 bloqueios viários, que resultaram na abordagem de mais de 14 mil  veículos e de 20 mil pessoas. “O trabalho de planejamento operacional, com estudo específico do setor de inteligência do DOF, analisando a oferta e a procura da droga, principalmente a maconha, com a finalidade de atender os grandes centros do Brasil no período de carnaval, nos motivou a antecipar nossas operações na fronteira, onde havia um volume de droga represado por conta das chuvas do começo do ano”, explica o coronel Ary Carlos Barbosa, diretor do DOF.        

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol
OPORTUNIDADE
Receita Federal abre vagas de estágio em Corumbá
CULTURA
Eleitos os representantes não governamentais para o Conselho de Cultura do município
SEGURANÇA PÚBLICA
Em MS, Senad defende proposta de agilizar leilões de bens do crime organizado
POLICIAL
Bandidos armados usam carro oficial do Governo de MS para roubar casal na Afonso Pena
GERAL
Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS
ESPORTE
Estadual de Futebol 2021 prossegue com mais quatro partidas neste fim de semana
SAÚDE
Redução de testa: Dermatologista de MS explica sobre melhores formas de tratamento
GERAL
Mulher tem bebê em casa e bombeiros prestam atendimentos
SAÚDE
Endometriose pode afetar 10% das mulheres brasileiras

Mais Lidas

POLICIAL
Homem é preso por roubo na forma tentada no bairro Maria Leite
POLICIAL
Em Corumbá três são presos com mandado de prisão em aberto
INCÊNDIO
Consultório Odontológico pega fogo no Maria Leite
POLICIAL
Polícia Militar de Corumbá prende homem por violência doméstica no Dom Bosco