Menu
quarta, 29 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Apreensões de drogas pelo DOF em 2016 já atingem 11 toneladas

13 fevereiro 2016 - 13h41Gilmar Lisboa
Balanço divulgado nesta semana pelo DOF revela que em apenas 40 dias o Departamento de Operações de Fronteira já tirou de circulação na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e a Bolívia quase 11 toneladas de drogas. As apreensões expressam o melhor começo de ano do DOF em seus 28 anos de história. As apreensões de drogas realizadas neste início de 2016 representam 95% mais que no mesmo período de 2015 e mais de 750% se comparado ao mesmo período de 2014. A maconha continua saindo de forma mais “pesada” da região Sul do estado, principalmente das cidades de Pedro Juan Cabalero, Ponta Porã, Capitan Bado e Coronel Sapucaia. As maiores apreensões foram registradas na região de Maracaju e Caarapó, com mais de 6 toneladas da droga. O DOF registrou ainda um aumento expressivo de ocorrências do “trafico formiguinha”, aquele em que pessoas tentam passar a droga em ônibus e veículos de passeio, principalmente na BR-463 entre Ponta Porã e Dourados e na BR-262 na região de Corumbá. As apreensões de cocaína e de pasta base de cocaína também aumentaram nesse início de 2016. Ao todo foram 80 quilos de cocaína, mais de 1.000% se comparado ao mesmo período de 2015. Já os mais de 19 quilos de pasta base de cocaína tiradas de circulação, representam 250% de aumento em comparação com o mesmo período do ano passado. Passa de 40 o número de pessoas presas por de tráfico de drogas. Outros 6 abordados estavam com mandados de prisão em aberto e foram presos. O DOF também apreendeu, nesses 40 dias, 17 mil pacotes de cigarro contrabandeados do Paraguai, avaliados em R$ 750 mil; 286 pneus, que no mercado custariam mais de R$ 50 mil; e ainda 8 armas de fogo e269 munições; e recuperou ainda 23 veículos furtados ou roubados. Todas as apreensões realizadas pelo DOF são resultado do estudo sazonal do tráfico e do crime na fronteira, bem como do planejamento operacional pré-carnaval e dos mais de 1.400 bloqueios viários, que resultaram na abordagem de mais de 14 mil  veículos e de 20 mil pessoas. “O trabalho de planejamento operacional, com estudo específico do setor de inteligência do DOF, analisando a oferta e a procura da droga, principalmente a maconha, com a finalidade de atender os grandes centros do Brasil no período de carnaval, nos motivou a antecipar nossas operações na fronteira, onde havia um volume de droga represado por conta das chuvas do começo do ano”, explica o coronel Ary Carlos Barbosa, diretor do DOF.        

Deixe seu Comentário

Leia Também

Embrapa
Campanha Anual de Promoção do Alimento Orgânico chega a sua 20ª edição no Pantanal
Atrativo Turístico
Vereador pede revitalização do Eco Parque Cacimba da Saúde
Bolsistas
IFMS prorroga inscrições para bolsas do Mulheres Mil
Serviço Necessário
Vereador pede atenção especial para recuperar sistema de energia no Taquaral
Solidariedade
Sistema Fiems envia carretas de eletrotécnica e marcenaria para atender desabrigados no RS
Vagas para MS
Divulgado gabarito preliminar do concurso da Caixa
Operação Cartão Vermelho
Cezário pede licença do cargo de presidente da federação
Pavimentação
Obras de infraestrutura avançam em ruas do bairro Jardim dos Estados
Recurso Federal
Luciano Costa busca emenda para atender programas sociais do Moinho Cultural
Obrigatório
Prazo para implantação de QR Code para identificação de táxis termina dia 21 de junho

Mais Lidas

Educação
Inscrições no IFMS para qualificação profissional a distância vão até domingo, 2 de junho
Esporte
Primeira etapa do Circuito Funec de Corrida Rua reúne mais de 400 participantes
+ de 7 quilos
Bolivianas são presas transportando pasta base para São Paulo
Na Câmara
Aprovado Projeto que institui 30 horas de jornada a profissionais de enfermagem em Corumbá