Menu
terça, 21 de setembro de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Geral

Após desistência argentina, seleção feminina terá jogos com Equador

18 novembro 2020 - 15h09Agencia Brasil

A seleção brasileira de futebol feminino tem um novo adversário para os amistosos marcados para os dias 27 de novembro e 1º de dezembro - ambos em São Paulo. Após a desistência da Argentina, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira (18) que as duas partidas serão contra o Equador. O primeiro duelo será na Neo Química Arena e o segundo no Morumbi. Os confrontos ainda não têm horário definido.

 

O time equatoriano é dirigido pela brasileira Emily Lima desde o fim do ano passado. A paulistana de 40 anos foi primeira mulher a comandar a seleção feminina do Brasil, assumindo após a Olimpíada do Rio de Janeiro, no lugar de Vadão. Ela ficou no cargo por 10 meses, entre novembro de 2016 e setembro de 2017. Após seis vitórias consecutivas, emendou uma sequência de resultados negativos - argumento que lhe custou o emprego, sendo substituída justamente por Vadão. Depois da passagem pela Seleção, Emily trabalhou no Santos entre 2018 e 2019, onde foi campeã paulista e vice da Libertadores na primeira temporada junto das Sereias da Vila.

 

Inicialmente adversária do Brasil nos amistosos marcados para São Paulo, a Argentina pediu que os jogos fossem adiados devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na Europa. A nota oficial divulgada pela federação de futebol do país (AFA) diz que a maioria das atletas convocadas para os compromissos atuam no Velho Continente e que não haveria garantias sobre o estado de saúde delas no retorno aos clubes de origem.

 

A seleção brasileira de futebol feminino tem um novo adversário para os amistosos marcados para os dias 27 de novembro e 1º de dezembro - ambos em São Paulo. Após a desistência da Argentina, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira (18) que as duas partidas serão contra o Equador. O primeiro duelo será na Neo Química Arena e o segundo no Morumbi. Os confrontos ainda não têm horário definido.

 

O time equatoriano é dirigido pela brasileira Emily Lima desde o fim do ano passado. A paulistana de 40 anos foi primeira mulher a comandar a seleção feminina do Brasil, assumindo após a Olimpíada do Rio de Janeiro, no lugar de Vadão. Ela ficou no cargo por 10 meses, entre novembro de 2016 e setembro de 2017. Após seis vitórias consecutivas, emendou uma sequência de resultados negativos - argumento que lhe custou o emprego, sendo substituída justamente por Vadão. Depois da passagem pela Seleção, Emily trabalhou no Santos entre 2018 e 2019, onde foi campeã paulista e vice da Libertadores na primeira temporada junto das Sereias da Vila.

 

Inicialmente adversária do Brasil nos amistosos marcados para São Paulo, a Argentina pediu que os jogos fossem adiados devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na Europa. A nota oficial divulgada pela federação de futebol do país (AFA) diz que a maioria das atletas convocadas para os compromissos atuam no Velho Continente e que não haveria garantias sobre o estado de saúde delas no retorno aos clubes de origem.

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Brasil quer atrair mais investimentos privados, diz presidente na ONU
21 de setembro
Incêndios continuam e Corumbá não tem motivo para celebrar o dia da árvore
Mudança no prazo
Saúde mantém vacinação para adolescentes em MS
Dados Estatísticos
Índices de criminalidade apresentam queda em Mato Grosso do Sul
Limpeza
Nos dias 22 e 23 tem ação de combate à dengue no bairro Cravo Vermelho
Evento Virtual
Semana Temática do Empreendedorismo acontece nos dias 28, 29 e 30 de setembro
Crime
Concen pede ação da Polícia Civil no combate ao furto de fios de energia em MS
Maratona
Prorrogadas inscrições para o Hackathon IFMS
Naviraí
Casal preso por tráfico de aves silvestres recebe multa de R$ 2,5 milhões da PMA
243 anos
Corumbá celebra aniversário com retomada de desenvolvimento

Mais Lidas

Denúncia
Bar é fechado e proprietário é multado em R$ 5 mil por poluição sonora
Fronteira
Mulher presa com "cinturão de cocaína" receberia R$ 1.500 pela travessia
Oportunidade
Senac Corumbá abre inscrições para cursos na área da saúde
Tempo
Primavera terá La Niña de fraca intensidade, chuvas abaixo da média e muito calor