Menu
quinta, 15 de abril de 2021
Ambiental MS Pantanal - Aegea
Andorinha Fevereiro
Geral

Aplicativo de celular pode ser importante ferramenta do turismo local

26 junho 2018 - 09h10Câmara de Corumbá

Um aplicativo para orientar turistas e a própria população corumbaense, está sendo sugerido pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Evander Vendramini, por meio de um requerimento endereçado ao diretor-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Rufo Vinagre.

A ideia é que o Município disponibilize um aplicativo para telefones celulares, disponível nos sistemas iOS, da Apple, e Android, com dicas de pontos turísticos para visitar, onde comer e fazer compras, dicas de baladas e acomodações, informações de turismo na natureza, informações sobre a história da cidade, além de atender também quem reside em Corumbá.

“Corumbá necessita de uma ferramenta como essa que, sem dúvida, será importante para fomentar o turismo local. Por meio desse aplicativo, os turistas e até mesmo quem reside na cidade, contará com serviços e informações importantes, além de visualizar empreendimentos como restaurantes, pousadas, propriedades do agro turismo e outros serviços disponíveis nessa nova tecnologia”, ressaltou.

Segundo Evander, “o aplicativo para celular vai inclusive aproximar o cidadão ainda mais da prefeitura, como também permitir exposição das promoções dos nossos empreendedores”, concluiu.

Poluição visual

Por outro lado, o vereador está solicitando à diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Ana Cláudia Moreira Boabaid, a realização de estudos, visando implantar uma Lei Municipal que assegura penalização de pessoas que colocam cartazes em locais públicos, causando poluição visual.

“Colar cartazes em postes não é permitido por lei. Isso causa poluição visual e prejudica a beleza da cidade que fica com um aspecto de local sujo. Sendo assim, para que a população seja consciente, é preciso criar ferramentas legais para penalizar quem pratica atos como esses, além de disponibilizar uma campanha de educação para evitar fatos como este”, completou.

Também à Fundação de Turismo, e atendendo pedido dos moradores, o vereador solicitou fiscalização na região da via férrea, dos níveis de decibéis dos trens que circulam entre o período das 22 horas às 6 horas, desrespeitando a Lei do Silêncio, que determina o nível de barulho conforme zoneamento e horários.

“Os moradores reclamam que o som é ensurdecedor e contínuo, causando desconforto das pessoas que residem nas imediações”, explicou. Evander aproveitou também para solicitar à Prefeitura, a instalação de cancelas nas passagens de nível da região urbana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RODOVIA
Vereador reivindica melhorias na BR 262, entrada para o Morro do Urucum
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Vale Universidade divulga lista de pré-habilitados e convoca para nova etapa
GERAL
Azambuja diz que MS cumpre papel no combate à Covid e não tem medo de CPI
Dia da Conservação do Solo
Sistemas agroflorestais biodiversos conservam e melhoram a qualidade do solo
Ação solidária contra a Covid-19:
Primeiro lote de medicamentos para intubação chega hoje ao Brasil
ATROPELAMENTO
Idoso é atropelado na Porto Carreiro e fica ferido
GERAL
Mulher fica ferida após cair da moto no Maria Leite
GERAL
Garagem Lanchonete inaugura filial em Ladário e traz variedades no cardápio
GERAL
PGE integrará o Observatório Estadual da Nova Lei de Licitações
ESPORTE
Prefeitura cria grupo de trabalho para preservar memória esportiva de Corumbá

Mais Lidas

CAPTURA DE ANIMAL
Jibóia é encontrada dentro da sala de residência em Corumbá
POLICIAL
PF prende três pessoas por tráfico de drogas e apreende 245kg de maconha em MS
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Colisão de carro e moto deixa jovem ferido no Dom Bosco
SAÚDE
Corumbá inicia imunização contra a Covid-19 da população ribeirinha do baixo Pantanal