Menu
segunda, 27 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Alunos de MS são premiados em terceiro lugar em desafio internacional de programação

13 abril 2024 - 11h15Assessoria, Senac

Quatro estudantes do Senac MS ficaram em terceiro lugar em um desafio internacional de programação que reuniu pessoas do mundo inteiro, o Code Challenge, uma plataforma gratuita para competições mantida pela organização Reply. Os jovens são matriculados no Técnico em Desenvolvimento de Sistemas no Senac Hub Academy e estão na última oferta do curso, ou seja, quase prontos para se formarem. A disputa teve duração de quatro horas, aconteceu no dia 21 de março, mas a confirmação da colocação de terceiro lugar aconteceu na terça-feira desta semana (09).

O ‘Code Challange’ é uma competição online e gratuita de codificação baseada em equipes, em que é possível escolher entre duas programações diferentes: ‘Standard Edition’, pensada para universitários e profissionais e a ‘Teen Edition’, que consiste em cinco problemas baseados em algoritmos projetados para alunos de 14 a 19 anos – da qual participaram os estudantes do Senac MS.

Ao todo 2,3 mil times e 8,7 mil pessoas foram desafiados. A equipe do Senac MS, intitulada como ‘OS BRASILEIROS' ficou em 130º lugar na classificação geral, resultado que receberam já do dia 21 de março. Porém, as apurações mais detalhadas demoraram um pouco mais e o resultado surpreendeu: “Conquistamos o terceiro lugar na ‘IA League’, que é a categoria que avalia os melhores usos de IA dentro do torneio. Sem dúvidas conquistar esse prêmio foi um ânimo bem grande para a nossa vida como estudante”, contou Pedro. Os jovens conquistaram a premiação de 600 euros, além de reconhecimento.

"Ter a oportunidade de competir no Code Challenge, meu primeiro evento internacional, e conquistar o terceiro lugar foi uma experiência marcante que ficará gravada em minha memória para sempre. Encaro essa conquista como o primeiro degrau em direção ao sucesso que almejamos. Mal posso esperar para me envolver em eventos de maior magnitude e expandir ainda mais os meus conhecimentos a cada oportunidade", comemorou o participante Arthur Simões.

Por meio do projeto Fábrica de Software, que acontece dentro do Senac MS, integrando as turmas em projetos de programação, o docente Ederson Roberto da Costa conta que recebeu dos alunos a ideia de se inscreverem. “Aqui no Senac nós temos várias maratonas, então já é um tipo de atividade que eles têm familiaridade. Esse desafio em específico foram os alunos que localizaram e nos comunicaram a vontade de participação. Viabilizamos o era preciso, verificamos os requisitos, disponibilizamos uma sala para eles e, no dia eles enviaram os códigos sozinhos”, explica.

Dinâmica da competição:

O ‘Code Challange’ acontece on-line, as equipes se reúnem em locais específicos com seus computadores e ficam à disposição da organização do evento. Na hora marcada eles recebem um link para ter acesso à plataforma. “São cinco problemas, divididos por categorias, e cada um vale mil pontos. A gente concluiu o primeiro e estávamos quase finalizando o segundo, mas não deu tempo por conta da complexidade. Disputamos com o mundo inteiro e éramos os únicos brasileiros”, conta um dos alunos, Pedro Diniz.

Ainda de acordo com os jovens Pedro, Leandro Cavalcante, Arthur Simões e Gleison Moraes ter garantido o terceiro lugar foi inesperado, considerando que durante a atividade fica difícil acompanhar o placar da concorrência porque precisam se concentrar em resolver os códigos. “Realmente a gente não estava esperando. Achamos que tínhamos ficado apenas na 130ª colocação, o que já foi ótimo, e depois veio essa notícia do terceiro lugar. Achamos que era golpe, fomos falar com nosso professor, mas depois vimos que era verdade e ficou todo mundo comemorando”, relembrou Gleison.

Para Leandro Cavalcante, a participação foi reveladora no que se diz ao aprendizado e dedicação aos estudos. “Já participei de algumas outras maratonas anteriormente, mas sem dúvidas essa se mostrou brilhante, não só em relação ao tamanho do evento em si, mas principalmente pelo nível técnico e lógico dos desafios que fizeram nosso time realmente colocar a mente para pensar. Foram quatro horas de esforço e cooperação constante do nosso time, ponto muito relevante durante esse tipo de competição. Agradeço muito ao Senac Hub Academy por ter nos dado a oportunidade de participar de um evento grande como o Code Challenge”.

Já para o docente Ederson a conquista é uma demonstração do potencial do ensino do Senac MS, preparando os jovens para o mercado de trabalho. “A ideia da maratona é muito boa porque ativa o pensamento rápido, pensamento computacional e raciocínio lógico. Isso prova que eles estão muito preparados para a profissão”, finaliza.

Receba as notícias no seu Whatsapp. Clique aqui para seguir o Canal do Capital do Pantanal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Deputado Luiz Ovando destina recursos para atender a APAE de Corumbá
Geral
Prefeitura de Corumbá terá ponto facultativo na sexta-feira, 31 de maio
Tempo
Segunda-feira de frio em Corumbá
Corumbá amanhece com 14 graus nesta segunda
Meio Ambiente
Relatório da ONU sobre o clima responsabiliza a humanidade por aumento de fenômenos extremos
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix
Variedades
Cassinos Online: Sorte e estratégia na era digital
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Meio Ambiente
Juiz mantém proibido o desmate no Parque dos Poderes
Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Crime
Na delegacia, assassino "confesso" diz que conheceu corretora em aplicativo
Educação
UEMS e Fundect investem R$ 4 mi para fortalecer ensino superior em Mato Grosso do Sul
Reitoria
Colégio Eleitoral da UFMS mantém Camila Ítavo em primeiro lugar na lista tríplice
Facilidade
Mais de R$ 1,8 milhão em taxas judiciárias já foram pagos via Pix