Menu
terça, 26 de janeiro de 2021
Andorinha Janeiro/Fevereiro
Andorinha Janeiro/Fevereiro Mobile
Geral

Agosto começa com mudanças no clima

01 agosto 2019 - 09h30Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

O calor deve dar uma trégua logo nos primeiros dias do mês de agosto. O avanço de uma grande e forte massa de ar frio de origem polar deve derrubar as temperaturas em diversas regiões do país, e inclui Mato Grosso do Sul.

Nesta quinta-feira (1.8) o tempo ainda deve permanecer estável, com predomínio de sol em grande parte do Estado. O clima fresco deve ser sentido somente durante a madrugada e noite, que pode registrar mínimas entre 15°C e 16° na região norte, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

Ainda que a meteorologia indique a chegada de uma frente fria, o dia será marcado pelas altas temperaturas, que podem chegar aos 37°C em Porto Murtinho e Coxim. Porém de quinta para sexta-feira (2.8), os termômetros podem registrar temperaturas de 6° e há previsão de chuva para região sudoeste. 

O destaque para o primeiro fim de semana do mês será a baixa umidade do ar, com índices na casa dos 20%, considerado preocupante pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que aponta que o ideal deve estar entre 50% e 80%.

O tempo seco é uma característica muito presente durante o inverno. Em Mato Grosso do Sul por exemplo, o menor índice registrado neste mês de julho foi de 14% na região de Costa Rica, Chapadão do Sul e Paraíso das Aguas, conforme relatório da estação de meteorologia da Uniderp.

Além de causar problemas de saúde, o tempo seco também é propício para as queimadas. Durante o mês de julho, o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul (CBMMS) registrou 743 ocorrências de incêndio, sendo 357 só em Campo Grande. A recomendação da instituição, é que a população deixe de atear fogo em terrenos baldios como forma de limpeza, pois a situação causa danos ambientais e de saúde pública.

Apesar do calor e dos baixos índices de umidade do ar, as características do inverno em julho estão dentro do esperado na climatologia, segundo o meteorologista Natálio Abrãao. “O estado apresentou variações de temperaturas com duas frentes frias com massas de ar polares, sem atingir valores de emergência” pontuou.

Conforme o meteorologista, a média de estiagens no estado é de 20 dias. Sendo Chapadão do Sul a cidade mais crítica, que contabiliza 57 dias sem chuva.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
MORTE POR COVID-19
Cinco dias após morte do marido, ex-primeira-dama de Dourados não resiste à Covid-19
EDUCAÇÃO
IFMS reabre prazo de matrículas da 1ª chamada para cursos técnicos integrados
Aprovados têm até esta quarta-feira, 27, para fazer a matrícula em cursos técnicos integrados ao ensino médio. Retificação altera datas previstas para novas chamadas
EDUCAÇÃO
Gabaritos do Enem serão divulgados nesta quarta-feira
CHUVA FORTE
Temporal em Corumbá causa queda de árvores e alagamentos
ECONOMIA
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
GERAL
Edital que selecionará 3 mil propriedades rurais está com inscrições abertas
Período de submissão de propostas vai até 01 de março. Há benefícios para organizações e para propriedades rurais selecionadas
ESTÁGIO
IEL oferece estágio nas áreas de Administração, Arquitetura, Engenharia, Edificações e RH
GERAL
Prazo para empresas do MS comprovarem ao Imasul o cumprimento da logística reversa acaba este mês
Até o dia 27, quarta-feira, a certificadora eureciclo auxilia as empresas a se adequarem à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e atenderem ao Edital do Diário Oficial do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, que convocou mais de 9 mil empresa
EDUCAÇÃO
Seleção para o mestrado do IFMS é retomada

Mais Lidas

CAPOTAMENTO
Carro capota no bairro Aeroporto e deixa casal ferido
CHUVA
Corumbá já tem maior acumulado de chuva da história
POLICIAL
Em Corumbá homem é preso por violência doméstica contra sua mãe
POLICIAL
PM de Corumbá recupera motocicleta furtada antes de proprietário perceber o crime no bairro Popular