Menu
quinta, 18 de abril de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Aeroporto de Bonito retoma voos e projeta novas conexões ao destino

O novo sistema operacional do aeródromo gera uma expectativa muito grande no setor turístico da região

12 dezembro 2020 - 08h41Silvio Andrade - Portal do Governo de MS

Com recorde de visitantes em setembro e outubro deste ano, o turismo de Bonito supera os três meses de paralisação devido à pandemia do coronavírus e cria cenários positivos para este fim de ano e para 2021. A partir deste domingo (13), a Azul retoma os voos e novas companhias aéreas aguardam a conclusão das obras e novos equipamentos no aeroporto local, em execução pelo Governo do Estado, para conectar o destino ao mundo.

Com coordenação da Superintendência Viária, da secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra), o Estado assumiu o controle do aeroporto em 2018 e promove adequações operacionais para a mudança de classificação do aeródromo, qualificando-o para receber grandes aeronaves. Foram adquiridos equipamentos Papi (sigla em inglês que significa Indicador de Percurso de Aproximação) e a faixa de domínio da pista está sendo ampliada.

Hoje o aeroporto de Bonito opera por visual e, a partir de 2021, será por instrumento, com a instalação dos Papi nas duas cabeceiras. Os aparelhos (sistema óptico de luzes) auxiliam a navegação aérea de aproximação indicando a altitude correta ou precisa para aterrisagem. Já adquiridos pelo Estado por meio de licitação, ao custo de R$ 1 milhão, os equipamentos são importados dos Estados Unidos, com previsão de chegada em fevereiro do próximo ano.

Captação de voos

Em visita às obras, o superintendente viário da Seinfra, Derick Machado, informou que as instalações (cabeamento em fibra óptica) estão prontas para receber o Papi. Adiantou que técnicos da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) realizam um ensaio laboratorial para saber qual o PCN (Número de Classificação do Pavimento) da pista de pouso, que tem 2.000 metros, para avaliar a capacidade de suporte do pavimento aeroportuário.

O novo sistema operacional do aeródromo gera uma expectativa muito grande no setor turístico da região (incluindo Jardim, Bodoquena e Miranda). “Devemos triplicar a médio prazo o número de voos para nosso destino”, estima Augusto Mariano, secretário municipal de Turismo. Antes da pandemia, a Azul operava cinco vezes por semana, em conexão com Campinas, e a Gol aguarda apenas a conclusão das obras no aeroporto para iniciar operação.

“Com a Seinfra entregando a nova certificação do aeroporto, a fundação vai se encarregar de captar novos voos, o que deve gerar uma competição muito grande entre as companhias”, afirma o diretor-presidente da Fundação de Turismo (Fundtur/MS Bruno Wendling. Para que isso ocorra, além da instalação dos Papi o Governo do Estado executa serviços de ampliação da área de escape da pista, cumprindo exigências para nova classificação do aeroporto.

Novo patamar

Bruno Wendling disse que a Fundtur vem trabalhando com estratégias para minimizar os impactos da pandemia ao turismo e uma das ações é o constante relacionamento com as companhias aéreas para a manutenção e captação de novos voos. A Azul anunciou a retomada do voo Campinas-Bonito-Corumbá, inicialmente com três voos até o fim do ano, aos domingos, com perspectiva de voltar a operar cinco dias por semana nos primeiros meses de 2021.

O presidente do Bonito Convention & Visitors Burean, Rodrigo Coinete, destaca o compromisso do governador Reinaldo Azambuja com o maior destino de ecoturismo do Brasil ao assinalar a reestruturação do aeroporto, a melhoria da logística terrestre, com o asfaltamento de rodovias de acesso, e mais segurança, citando a construção do quartel do Corpo de Bombeiros, obra em execução. “Nosso turismo entrará em um novo nível”, disse.

Para o secretário municipal de Turismo, Augusto Mariano, novas conexões de Bonito com Guarulhos (SP), portal emissor de estrangeiros, favorecerá o destino com redução do tempo de viagem e custo de bilhetes. “O investimento do governo é de fundamental importância. Vamos captar voos charters e com a Bioceânica Atlântico-Pacífico nos conectaremos com os Andes e receberemos voos internacionais de grandes emissores, como Paraguai e Bolívia”, projeta.

 

 

 

 

Escreva a legenda aqui

Deixe seu Comentário

Leia Também

4ª convocação
Atleta corumbaense disputa Pan-Americano de Basquete Máster no México
Destaque
Plano de Combate a incêndios prevê instalação de 13 bases avançadas no Pantanal
Obrigatório
FUNPREV convoca aposentados e pensionistas por invalidez para perícia médica bianual
Assistência
Povo das Águas atende moradores da região do Baixo Pantanal a partir de segunda, dia 22
Destaque
Corumbá promove, na 6ª feira, 2ª Conferência de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde
Economia
Exportação de industrializados de MS atingem US$ 434,7 milhões em março
Mudança
Novo sistema de cadastro no Programa Precoce MS já está disponível
Abril Verde
Campanha promove conscientização contra assédio a mulheres no trabalho
Plantão
Moradores do Centro América acionam os Bombeiros para conter Pitbull agressivo
Eleições 2024
Em novo partido, vereador Luciano Costa confirma pré-candidatura à prefeitura de Corumbá

Mais Lidas

Prata da Casa
Campanha arrecada doações para estudante competir em provas de atletismo na Capital
Segurança Alimentar
Supermercado de Ladário recebe autorização para manipular alimentos de origem animal
Segurança
Em 1º mês de atuação, Gafip recupera 100% das tornozeleiras rompidas em Corumbá
Corumbá
Banda faz apresentação cultural em celebração aos 376 anos do Exército