Menu
sexta, 21 de junho de 2024
Pantanal Tec - UEMS
Andorinha - 76 anos - Junho 2024
Geral

Acordo entre ABPO e Wetlands promove Indicação de Procedência da carne pantaneira

18 agosto 2022 - 08h37Assessoria

A Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e Sustentável (ABPO) assinou uma intenção de cooperação junto à ONG Wetlands International. A iniciativa das instituições visa promover o processo de Indicação Geográfica -- IG da carne do Pantanal, que é um importante passo para a indicação de Procedência e Denominação de Origem e que deve elevar a rentabilidade da pecuária pantaneira.   

“Com o IG, os consumidores poderão ter a certeza de que estão comprando a carne pantaneira, que é criada de forma sustentável há mais de 300 anos e é sinônimo de saúde para quem a consome”, elucida Eduardo Cruzetta, presidente da ABPO. Com o selo de origem, a carne pantaneira deverá alcançar uma maior valorização da produção, tanto no que diz respeito à pecuária orgânica quanto da pecuária sustentável certificada do Pantanal.   

De acordo com Cruzetta, esse é mais um passo para que a população do Brasil conheça a cultura do Pantanal e mais uma maneira de fomentar a preservação do bioma: “A Pecuária Certificada é uma atividade sustentável e promissora, que possibilita agregar valor à carne e derivados, melhorando a rentabilidade da pecuária associada à manutenção do meio ambiente, da sua biodiversidade e sobretudo na preservação da cultura pantaneira”.   

A certificação de Indicação Geográfica vai ao encontro dos valores do Programa Corredor Azul (PCA), da Wetlands International, que visa promover ações de fomento à conservação das áreas úmidas da Bacia do Prata, e, no Brasil, tem especial atenção para o Pantanal, essencial para a manutenção da biodiversidade, da cultura e das economias locais.   

Razões que fundamentam a assinatura do termo de cooperação entre as duas instituições, conforme destaca a diretora executiva da Wetlands International Brasil, Rafaela Nicola. “No Pantanal, a pecuária tem grande importância econômica, mas também social e ambiental. Muitos dos proprietários rurais conseguem manter suas fazendas pecuárias sob práticas seculares que devem ser reconhecidas, por estarem mais adaptadas à dinâmica das enchentes e secas características da paisagem pantaneira. A manutenção da pecuária tradicional tem evitado os processos de exploração da terra em larga escala, como os que acontecem em outros biomas, com substituição das pastagens pela agroindústria e pecuária intensiva. Promover o fomento da carne orgânica e sustentável pode contribuir diretamente com a conservação do bioma, pois seguir com a produção orgânica e sustentável exige cumprir diversos critérios de adequação às leis e normas de proteção ambiental. Contexto que requer atenção redobrada ao gerenciamento de recursos naturais - solo, água, energia - e ao descarte de resíduos”.  

Para o futuro, a ABPO disseminar as práticas de manejo sustentáveis e por meio das alianças mercadológicas desenvolvidas pela Associação, as Carnes, Orgânica e Sustentável de Origem Pantaneira, poderão ser encontradas nos principais mercados para produtos naturais e certificados, e em renomados restaurantes, já que grandes chefs da alta gastronomia dão preferência ao produto, por sua qualidade.  
 
Sobre a ABPO 

Criada em 2001 por pecuaristas da região do Pantanal, a Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e Sustentável (ABPO) busca sistematizar a produção para atender aos requisitos da Pecuária Orgânica Certificada brasileira e da linha Carne Sustentável do Pantanal, atuando com conceitos modernos de qualidade e desenvolvimento sustentável e busca melhorar a rentabilidade da atividade econômica na região pantaneira, através da valorização dos produtos locais certificados e do reconhecimento pela sociedade dos serviços ambientais prestados pela conservação da biodiversidade e dos recursos naturais pelos produtores. 

 Sobre a Wetlands International 

A Wetlands International é uma organização global, não governamental, sem fins lucrativos, que tem por objetivo conservar e restaurar as áreas úmidas para a natureza e as pessoas. Ao longo dos mais de 80 anos de história, a instituição tem cumprido um papel singular na conservação desses ecossistemas vitais para o planeta e atuado em defesa das áreas úmidas e seus valores nas convenções internacionais no cumprimento da sua missão de preservar e restaurar as áreas úmidas, seus recursos e biodiversidade. 

A organização é associada à Convenção de Áreas Úmidas de Importância Internacional (Convenção Ramsar). Seu escritório para a Latino América e Caribe (LAC) está sediado na Argentina. Já no Brasil, a Wetlands International tem seu escritório nacional em Campo Grande/MS. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Orientação
Fumaça provocada pelas queimadas no Pantanal exige cuidados extras com a saúde
Flagrante
Dupla é presa com quase 4 kg de maconha em ônibus que seguia para Capital
IBGE
Empresas formadas apenas por sócios e proprietários eram maioria e pagavam menores salários em 2022
Reunião
Brigada Voluntária define plano de ação em caso de incêndio na Apa Baía Negra
Tradição
Banho de São João começa hoje com Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago
Frota
Saúde de Corumbá ganha reforço com nova ambulância UTI Móvel
Oportunidade
Senai e Governo de MS lançam edital de R$ 10 milhões para iniciativas de bioeconomia na indústria
Utilidade Pública
Paço Municipal terá atendimento ao público em horário diferenciado na segunda-feira, dia 24
Cidadania
Programa Povo das Águas atende ribeirinhos do Taquari a partir deste domingo
Operação
Grupo Técnico inicia trabalho de resgate à animais atingidos pelo fogo no Pantanal

Mais Lidas

Cultura Pantaneira
Concurso de Andores e show de Thaeme e Thiago abre Banho de São João nesta sexta (21)
Paredão de fogo
Equipes atuam em cinco frentes de combate ao fogo no Pantanal
Em Dourados
Justiça do Trabalho de MS determina redução de jornada para trabalhador acompanhar filho com TEA
O caso é de Dourados e a redução da jornada de trabalho é de 50%, sem compensação de horas ou perda salarial para o trabalhador
Assistência
Abertas as inscrições para Casamento Civil Comunitário 2024 em Corumbá