Menu
quinta, 23 de maio de 2024
Andorinha - Novos ônibus - agosto 2023
Andorinha - Novos Ônibus - Agosto 2023
Geral

Ações conscientizam e orientam população sobre os malefícios do tabaco

28 maio 2016 - 08h18Assessoria Institucional PMC
A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta semana uma ação de mobilização e conscientização da população sobre os malefícios provocados pelo fumo. A atividade é realizada pelo Programa de Prevenção Primária de Câncer/Tabagismo, com apoio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). As palestras já foram realizadas nas Unidades Básicas de Saúde do Vitória Régia, Pedro Paulo II e no Humberto Pereira. Na próxima segunda-feira, 30, os profissionais estarão na UBS da Nova Corumbá, a partir das 7h30. Na terça-feira, 31 de maio, Dia Mundial Sem Tabaco, uma blitz educativa acontece na área central da cidade. O objetivo principal desse trabalho é destacar para a população a prevenção de doenças e estimular a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis que contribuam para a redução de incidência e a mortalidade por câncer entre outras doenças relacionadas ao tabaco. “Em um único cigarro, existem mais de 4700 substâncias nocivas, entre elas a nicotina, responsável pela dependência que é maior do que a de drogas como a cocaína e a heroína, por exemplo”, afirmou o psicólogo Gleidson Fontes da Rosa, responsável pelo Programa de Prevenção Primária de Câncer/Tabagismo. “Por isso é bastante comum pessoas relatando que largaram o álcool, as drogas, mas não conseguem abandonar o cigarro. A nicotina, em doses excessivas, provoca náuseas, dor de cabeça, vômitos, convulsão, paralisa e até a morte”, complementou Gleidson. E a partir deste segundo semestre, o Programa vai iniciar a capacitação dos agentes de saúde, enfermeiros e médicos de todas as UBSs da Rede Municipal de Saúde para realizarem nas próprias unidades o tratamento para fumantes. Esse trabalho de qualificação será realizado em parceria com o INCA-MS (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva). “Para o segundo semestre de 2016 já estão preparadas Oficinas de Capacitação para Ampliação dos Ambientes 100% Livres do Tabaco e também a Descentralização do Tratamento do Fumante, que passará a ser ofertado pelas ESFs do município”, completou o psicólogo. Durante o tratamento, que é realizado durante todo um ano, a pessoa terá atendimento psicológico, médico e, se necessário, também a medicação que é fornecida gratuitamente pela Secretaria Estadual de Saúde. No ano de 2015, o Programa de Prevenção Primária de Câncer/Tabagismo teve 72 cadastros novos. Um total de 48 pessoas realizaram o tratamento em grupo, outras realizaram o tratamento individualmente. Um dos principais problemas enfrentados é a desistência do tratamento. Cerca de 40% das pessoas acabam desistindo. A porcentagem que permanece o período de tratamento, que corresponde a um ano é de 30%. Também foram realizadas mais de 162 consultas médicas. As ações educativas junto a população somaram 554 participantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ônibus para Capital
Menor é apreendida transportando pacotes de Skunk presos ao corpo
Boletim Epidemiológico
MS registra 9.155 casos confirmados de dengue
Reconhecimento
Investigadora da Civil de Corumbá é homenageada pelo combate à crueldade contra animais
Vigilância Sanitária
Governo cria "MS Vacina Pet" e destina R$ 1,9 milhão contra a raiva
Em Dourados
PF mira em quadrilha de MS que transportava drogas em tanques de combustível
Sob Alerta
Inmet divulga alerta de perigo para o sul do país
Nova Data
Concurso Unificado será em 18 de agosto, confirma Ministério da Gestão
Variedades
Tipos de apostas no futebol
Saúde
Corumbá abre duas unidades de saúde para multivacinação no sábado, 25 de maio
Agenda
Corumbá promove Conferência Municipal da Cidade nos dias 26 e 27 de junho

Mais Lidas

Agenda Cultural
Evento de som automotivo arrecada doações para RS e Instituto Novo Olhar
Tráfico de Drogas
Mochila abandonada em ônibus é apreendida com 8,7 kg de Skunk
Oportunidade
IHP abre vagas para jovens aprendizes com idades entre 16 e 20 anos
Na madrugada
Homem é preso vendendo droga em beco do bairro Borrowski