Menu
sábado, 24 de julho de 2021
Expresso Mato Grosso - Junho
Expresso Mato Grosso - Promoção de Junho
Geral

Acidente com duas carretas e uma van na rodovia deixa nove feridos e motorista preso nas ferragens

14 setembro 2018 - 09h31Midiamax

Um acidente na manhã desta sexta-feira (14), na BR-463 em Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande, deixou nove pessoas feridas e um motorista de um dos caminhões preso nas ferragens.

Não há informações de como o acidente aconteceu, mas a colisão envolveu duas carretas e uma van, que estava com passageiros. Um dos caminhoneiros ficou preso nas ferragens. Sete passageiros da van ficaram feridos.

Também não há informações sobre o estado de saúde das vítimas, que foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Com o impacto, uma das carretas saiu da pista parando às margens da rodovia, segundo o site Dourados News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seguiriam para Bolívia
Dois veículos que seriam atravessados para Bolívia são recuperados
Mais tempo
Exame toxicológico na emissão de CNH tem prazo ampliado para utilização do laudo
Empreendedorismo
Cinco erros que o empresário deve evitar no Marketing e Vendas
Imunização
Sábado tem vacinação contra Covid até 12h no drive do Poliesportivo
Investigaçã
Famosos em MS, grupos de venda estão 'recheados' de produtos roubados
Saúde
Anvisa suspende estudos clínicos da Covaxin no Brasil
Sorte
Mega-Sena pode pagar R$ 7 milhões no sorteio deste sábado
Cidade Tranquila
Operação conjunta combate crimes fronteiriços em Corumbá e Ladário
Tempo
Ar seco e quente pode marcar o sábado em Mato Grosso do Sul
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada

Mais Lidas

Sem contrato
Santa Casa de Corumbá perde serviço de Urologia
Investigação
Caso Maria Stella Coimbra: jovem teria fotografado documento do suposto estuprador
Acidente
Motociclista fratura clavícula após perder controle em lombada
Município
Decreto prorroga por mais 14 dias medidas para diminuir contaminação pela Covid-19