Menu
quinta, 26 de maio de 2022
Festival da Carne
Andorinha Institucional
COLUNA

Entrelinhas

Sylma Lima

Depois que se quebram os ovos...

27 janeiro 2022 - 12h51

Um velho e conhecido ditado popular diz: “depois que se quebram os ovos, não tem mais jeito”.

Essa semana li uma publicação onde o ex-prefeito de Campo Grande e ex-governador do Estado André Pucinelli questiona a respeito de quem irá responder pela injustiças por ele sofrida nas malsinada operações judiciais.

É, realmente, uma boa pergunta.

Quem será o responsável por reparar os danos, injustamente, causados a ele e a sua família. Quando falamos em danos, não falamos apenas em danos materiais, falamos principalmente nos danos morais, psicológicos provocados por aqueles que seriam os “guardiões da justiça”. Danos estes que não apenas atingiram o Dr. André, mas também a sua família e os que lhe eram caros.

O fato ocorrido com o Dr. André nos deixa uma grande indagação: “até que ponto a nossa justiça está cumprindo o seu verdadeiro papel? Ou voltamos à época da inquisição, onde os desafetos eram perseguidos e queimados vivos em praça pública.”

Nos últimos anos tivemos a impressão de que o Brasil estaria sendo passado a limpo mas, infelizmente, os desdobramentos das megas operações tiveram resultados frustantes, pois ao invés de vermos a aplicação da justiça real, temos visto condutas temerárias perpetradas por quem teria a obrigação de aplicar a verdadeira justiça.

A decisão do Tribunal Regional Federal que determinou o afastamento do juiz federal que conduziu o processo onde o Dr. André demonstra, com clareza solar, a verdadeira imparcialidade de quem deveria primar pela aplicação da justiça, lamentavelmente!

Ainda cabe consignar que o prejuízo não foi apenas do Dr. André, o prejuízo foi de toda população sul-mato-grossense, que infelizmente não pode eleger, novamente, no ano de 2018,  o melhor governador que o estado já teve nos últimos tempo. 

Em vídeo publicado nas redes sociais, Dr. André Puccinelli faz um agradecimento aos os sul-mato-grossenses, “aos que me confortaram com suas orações e palavras de apoio nos momentos mais difíceis e a vocês, que nunca duvidaram da minha inocência, o meu muito obrigado”.

Para alinhavar, eu recebo o seu agradecimento, pois sempre acreditei em sua inocência Dr. André.

Por fim, tenha certeza que apesar dos ovos quebrados, o carinho e o respeito da população sul-mato-grossense para com o Dr. André se perdurarão infinitamente.

Conte com o nosso apoio e, principalmente, respeito pelo ser humano que o Senhor sempre demonstrou, o Estado de Mato Grosso do Sul está com o Senhor!!!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pelo voto útil
Corumbá, Cultura nota 10!
Foforofo
Literalmente na merda
Caldeirão dos bruxos